“Este é um dia negro para a comunidade LGBTI”. Hungria proíbe adoção por casais do mesmo sexo

O Parlamento da Hungria adotou esta terça-feira um pacote de várias medidas legislativas que preveem, entre outros aspetos, a inscrição da noção tradicional de “género” na Constituição e a proibição de adoção de crianças por casais do mesmo sexo.

A aprovação deste pacote legislativo foi, entretanto, condenada pela organização não-governamental (ONG) Amnistia Internacional (AI) que classificou esta terça-feira como um “dia negro” para a comunidade Lésbica, Gay, Bissexual, Trans e Intersexo (LGBTI) e para os direitos humanos.

Este é um dia negro para a comunidade LGBTI da Hungria e um dia negro para os direitos humanos. Estas novas leis discriminatórias, homofóbicas e transfóbicas – aprovadas sob a cobertura da pandemia do novo coronavírus – são apenas o mais recente ataque às pessoas LGBTI pelas autoridades húngaras”, reagiu o diretor da AI Hungria, David Vig.

“A mãe é uma mulher, o pai é um homem”, decreta a emenda à Lei fundamental aprovada esta terça-feira pela assembleia húngara. A emenda à Constituição define o sexo como sendo apenas o do nascimento, acrescentando: “A educação é dada de acordo com os valores fundados na identidade constitucional e na cultura cristã” do país.

O Governo húngaro, liderado pelo partido nacional-conservador populista de direita Fidesz, justificou esta emenda com a necessidade de “proteger a criança contra possíveis interferências ideológicas ou biológicas” do mundo ocidental moderno.

O Parlamento húngaro também aprovou esta terça-feira uma lei que só permite a adoção de crianças por casais casados, o que na prática exclui os casais do mesmo sexo, que não têm o direito de se unir na Hungria.

O texto admite a concessão de derrogações em casos excecionais.

Desde maio passado, a Hungria, liderada há 10 anos pelo primeiro-ministro Viktor Orbán, decidiu banir o registo de mudanças de sexo pelos cidadãos transgénero nos documentos pessoais, como passaportes.

Nesta sua cruzada em defesa dos “valores cristãos” tradicionais, Viktor Orbán foi recentemente confrontado com uma polémica que envolveu um seu aliado, o eurodeputado húngaro József Szájer. O eurodeputado foi apanhado em novembro numa orgia homossexual em Bruxelas e demitiu-se posteriormente.

O caso gerou polémica, com a oposição e a imprensa independente húngaras a denunciaram a hipocrisia do executivo liderado por Orbán.

Várias organizações internacionais, como é o caso da ONU, do Conselho da Europa ou da própria União Europeia (da qual a Hungria faz parte) acusam regularmente Viktor Orbán de desrespeitar os valores europeus.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Não são só os humanos. Até os cães-guia podem vir a ser substituídos por robôs

A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) não ameaça apenas automatizar o trabalho dos humanos. Os cães-guia, que ajudam pessoas com deficiência visual a navegar com segurança pelo mundo, podem ser os seus próximos alvos. Uma equipa …

Laboratório investigado em Madrid depois de vídeo mostrar maus tratos a animais

Um laboratório em Madrid, Espanha, está a ser investigado por alegados maus tratos a animais, depois de uma inspeção confirmar as suspeitas de abuso filmadas por um antigo funcionário. O vídeo divulgado pela Cruelty Free International …

Equipa realiza primeiro transplante de traqueia do mundo. Pode reverter danos causados pela covid-19

Uma equipa de cirurgiões realizou o primeiro transplante de traqueia humana do mundo. A cirurgia foi feita numa mulher com graves danos no órgão, revelou o Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque. A recetora do transplante …

Em 2020, os mais velhos renderam-se aos "animais de estimação pandémicos"

Uma nova investigação revelou que as famílias com crianças não foram as únicas a aderir à tendência dos "animais de estimação pandémicos" em 2020. Os mais velhos também não resistiram. Segundo a National Poll on Healthy …

Tramado por uma turfeira. Homem confessa assassinato, mas corpo encontrado tinha 1600 anos

O que tinha tudo para ser um casamento feliz, acabou em tragédia. Num estranho caso em que uma simples planta ditou o desfecho de uma investigação criminal. Em 1959, a retratista e entusiasta de viagens Malika …

"Projeto Bernanke". Google terá usado programa secreto para dar vantagem ao seu sistema de anúncios

A Google terá usado durante anos um programa secreto que usava dados de lances anteriores na bolsa de publicidade digital da empresa para dar ao seu próprio sistema de compra de anúncios uma vantagem sobre …

Para "proteger a verdade histórica", Rússia divulga documentos que revelam atrocidades nazis em Stalingrado

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou documentos desclassificados que detalham atrocidades cometidas por soldados e oficiais nazis durante a II Guerra Mundial. A divulgação destes documentos, que foram publicados no site do Ministério da Defesa …

Espanha. Funcionários públicos podem trabalhar três dias em casa sem perder direitos

O Governo espanhol e os sindicatos de funcionalismo público chegaram, esta segunda-feira, a um acordo que prevê que os trabalhadores da Administração Pública podem trabalhar três dias por semana em casa com os mesmos direitos …

Rara coleção de um dos primeiros fotógrafos da História vai a leilão nos EUA

Quase 200 imagens de um dos primeiros fotógrafos da história, William Henry Fox Talbot, vão a leilão, em Nova Iorque, já este mês. A coleção de William Henry Fox Talbot será parte do leilão "50 obras-primas …

Em greve de fome, Navalny é ameaçado ser alimentado à força. Ativistas falam em tortura

O opositor russo Alexei Navalny afirmou hoje na rede social Twitter que as autoridades penitenciárias estão a ameaçar alimentá-lo à força para quebrar a greve de fome que mantém na prisão desde 31 de março. “Ele …