A Estação Espacial Internacional é um “ninho” de fungos e bactérias

NASA

A EEI – Estação Espacial Internacional

Um novo estudo, levado a cabo pela NASA, identificou as bactérias e fungos que habitam a Estação Espacial Internacional (EEI), revelando que a EEI é uma espécie de “ninho” para estes organismos.

A investigação, publicada esta segunda-feira na revista especializada Monday Microbiome Journal, visa catalogar estes organismos de forma a conseguir desenvolver novas medidas de segurança para futuras viagens espaciais.

Em comunicado, Kasthuri Venkateswaran do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, adiantou que a bactérias e os fungos em causa podem afetar a saúde humana, podendo influenciar algumas patologias, como alergias ou doenças infecciosas. Neste contexto em particular, explica o responsável, os os astronautas ficam ainda mais expostos, uma vez que já têm a sua imunidade alterada devido à viagem espacial.

Checinska Sielaff, cientista da equipa de investigação, esclareceu que o desenvolvimento de doenças depende de vários fatores, como “o estado de saúde de cada indivíduo” e a “forma como estes organismos se comportam em ambiente espacial”.

“É importante identificar os tipos de microrganismos que podem acumular-se nos ambientes únicos e fechados associados ao voo espacial, quanto tempo sobrevivem e o seu impacto na saúde humana e na intra-estrutura da nave espacial”, elencou Venkateswaran.

O novo estudo oferece o catálogo mais abrangente e completo de bactérias e fungos que vivem na EEI, detalhando o perfil microbiológico distinto e em constante mudança da estação. Desde que foi estabelecida, em 1998, a EEI já recebeu 227 astronautas que, invariavelmente, introduziram uma gama de microrganismos na estrutura.

Génese e tipo de organismos encontrados

A investigação da NASA concluiu que a maioria dos micróbios detetados na EEI está associada aos humanos. O organismo mais presente é o estafilococos, seguindo-se depois o Pantoea e o Bacillus. Foram também encontrados organismos considerados patogénicos oportunistas na Terra, tais como o Staphylococcus aureus, que aparece geralmente na pele e nas vias nasais, e o Enterobacter, relacionado com o foro gasto-intestinal.

Na Terra, estes organismos são comummente encontrados em ginásios, escritórios e hospitais, o que sugere que a EEI é semelhante a outros ambientes construídos e moldados pela ocupação humana, observa a agência Europa Press.

Para identificar os organismos, a equipa recorreu a técnicas agrícolas tradicionais e a métodos de sequenciamento de genes que foram aplicados em oito zonas distintas das EEI, como a casa de banho, a mesa de jantar, o quarto, a janela de exibição e a plataforma de exercício. O estudo foi conduzido em três voos durante um período de 14 meses.

Com estes dados, os cientistas conseguiram estudar se as bactérias e fungos diferem consoante a sua localização na Estação Espacial Internacional e o fator tempo. A equipa descobriu que os fungos se mantiveram estáveis, enquanto que as comunidades microbianos iam mudando com o passar dos meses.

Os organismos da EEI são influenciados por uma série de fatores, como a ventilação, a humidade, a pressão do ar e até a disposição da estação. A quantidade e a diversidade destes seres é diretamente afetada pelo número de astronautas e bordo e pelo número de atividades realizadas a bordo, tal como observa o portal Gizmodo. Por tudo isto, interessa à NASA saber a quantidade e as estirpes destes seres que vivem a bordo da EEI.

O “primeiro catálogo completo de bactérias e fungos encontrados na superfície de sistemas espaciais fechados” permitirá desenvolver “medidas de segurança que atendam às exigências da NASA para a expansão humana no espaço”, rematou Venkateswaran.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Comissão Europeia aprova comercialização da primeira vacina para o Ébola

A Comissão Europeia anunciou no início da semana que concedeu uma autorização para a comercialização da primeira vacina contra o Ébola, designada Ervebo e produzida pela farmacêutica Merck. A vacina estava a ser produzida desde o …

Facebook lança o seu próprio MB Way

O Facebook lançou nos Estados Unidos uma nova funcionalidade para facilitar pagamentos através das quatro principais aplicações do grupo, que é semelhante ao funcionamento das transações com o MB Way. Em comunicado, Deborah Liu, responsável do …

O dilema dos chumbos, o "engano" de Ventura e o "falso liberal". O primeiro debate aqueceu

O primeiro debate quinzenal da legislatura arrancou esta quarta-feira e ficou marcado pelas retenções até ao 9.º ano - Chumba ou não chumba?, quis saber a direita, bem como pelo aumento do salário mínimo nacional …

Sondagem europeia defende tratado internacional que proíba "robôs assassinos"

Quase três em cada quatro pessoas querem que o seu governo colabore com outros países para proibir sistemas letais de armas autónomas. A organização não-governamental Human Rights Watch (HRW) divulgou esta quarta-feira os resultados de uma …

Pentágono está a criar bactérias que detetam explosivos no subsolo

O Pentágono, em conjunto com a empresa de defesa Raytheon, está a desenvolver um sistema capaz de produzir bactérias geneticamente modificadas no subsolo, com o objetivo de detetar explosivos no subsolo. Neste projeto, iniciado pela Agência …

Hospitais voltam a não poder aumentar número de trabalhadores sem visto da tutela em 2020

Os hospitais vão continuar em 2020 impedidos de aumentar o número de trabalhadores sem a autorização prévia do Ministério da Saúde, segundo um despacho a que a agência Lusa teve acesso. O despacho assinado pelo secretário …

Onda crescente de ataques com explosivos alarma Suécia

A Suécia tem visto um aumento sem precedentes de ataques com explosivos. Em outubro, Estocolmo foi alvo de três ataques em apenas uma noite.  Se pensarmos num país com guerras de gangues constantes, o último nome …

Ruben foi libertado depois de passar 11 anos na prisão por crimes que não cometeu

Ruben Martinez Jr. saiu em liberdade do Supremo Tribunal de Los Angeles após ter passado 11 anos na prisão por uma série de assaltos à mão armada que não cometeu. Um homem que passou 11 anos …

Um em cada três portugueses não vai ao dentista ou só vai em caso de emergência

Mais de 30% dos portugueses não vão ao dentista ou só o fazem em caso de urgência e quase 10% não tem qualquer dente, segundo o Barómetro da Saúde Oral de 2019. De acordo com os …

Pintura de Monet rende 25 milhões de euros em leilão

A Sotheby's vendeu por 27,6 milhões de dólares (25 milhões de euros) uma pintura de Claude Monet, "Charing Cross Bridge", na terça-feira à noite em Nova Iorque num leilão de arte impressionista e moderna. O trabalho …