Estação espacial chinesa vai cair na Terra (e ninguém sabe onde)

(dr) Xinhua

A nave espacial chinesa Shenzhou 9 numa manobra de acoplagem à estação espacial Tiangong 1

A estação espacial chinesa Tiangong-1, que pesa 8,5 toneladas, está fora de controlo e estima-se que caia na Terra entre este mês de outubro e abril do próximo ano. O problema: ninguém sabe exatamente onde vai cair.

Segundo o The Guardian, uma estação espacial chinesa de 8,5 toneladas está em queda descontrolada em direção à Terra e estima-se que se despenhe nos próximos meses.

A Tiangong-1 , também conhecida por “Palácio Celestial”, foi lançada em 2011 e descrita como um “potente símbolo político” da China, como parte de um ambicioso programa científico do país para se tornar uma superpotência espacial.

Foi utilizada para missões tanto tripuladas como não tripuladas e foi visitada pela primeira mulher astronauta chinesa, Liu Yang, no ano de 2012.

Mas, em 2016, depois de vários meses de especulação, as autoridades chinesas confirmaram que tinham perdido o controlo da estação espacial e que iria cair na Terra entre 2017 e 2018. A agência espacial chinesa avisou até a ONU de que esperavam que isso fosse acontecer entre outubro deste ano e abril de 2018.

Desde então que a órbita da estação espacial está a aproximar-se do nosso planeta. Nas últimas semanas, a Tiangong-1 entrou nas camadas mais densas da atmosfera e começou a cair ainda mais rápido.

“Agora que o perigeu já está a menos de 300km de altura e atingiu as camadas mais densas da atmosfera, o ritmo da queda está a aumentar”, disse Jonathan McDowell, astrofísico de Harvard, ao jornal britânico. “É de esperar que se despenhe dentro de alguns meses – em finais de 2017 ou início de 2018”, acrescentou.

Embora se espere que parte do laboratório espacial se incendeie e desintegre na atmosfera, McDowell considera que algumas das peças que podem atingir a superfície poderão pesar mais de 100 kg. Além disso, é impossível saber o local exato onde vão cair. “Não se pode dirigir o trajeto destas coisas”, disse McDowel em 2016.

NASA

Reentrada do ATV – Automated Transfer Vehicle, da ESA. Destino igual espera a Tiangong 1

“Mesmo quando só faltar alguns dias para a sua reentrada, é provável que não se consiga fazer melhor do que calcular o momento do impacto com uma margem de seis ou sete horas, para mais ou para menos. E não saber quando vai cair traduz-se em não saber onde vai cair”, explicou.

Segundo o astrofísico, um ligeira alteração nas condições atmosféricas pode empurrar os destroços da estação espacial “de um continente para outro”.

A 23 de março de 2001, caiu na Terra a estação espacial russa MIR (que se pode traduzir em russo como “paz” ou “mundo”). Desintegrou-se na atmosfera e os seus destroços caíram sobre o oceano Pacífico.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Estado de saúde de Michael Schumacher é um mistério, mas estará "muito alterado e deteriorado"

Seis anos depois do trágico acidente que o deixou em coma, pouco se sabe sobre a condição de Michael Schumacher. A lenda da Fórmula 1, de 51 anos, já saiu do coma e estará consciente, …

"Não é altura para pessimismo, mas sim para o otimismo", afirma Trump em Davos

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, apelou esta terça-feira em Davos, na Suíça, ao otimismo contra os profetas do apocalipse e exultou os outros países a seguirem o "modelo americano" que a sua …

JPMorgan Chase prepara mudança para Paris após o Brexit

O banco norte-americano JPMorgan Chase anunciou no domingo que comprou um novo edifício no centro de Paris capaz de disponibilizar 450 postos de trabalho, o mais recente passo nos seus planos para sair de Londres …

Benfica contrata Samuel Pedro ao Boavista

O extremo, que se estreou esta temporada pelos seniores do Boavista, assinou contrato com o Benfica, anunciou o clube encarnado, esta segunda-feira, no seu site oficial. Samuel Pedro, de 18 anos, fez a sua estreia na I …

Prendas aos deputados acima de 150 euros serão divulgadas na Internet

PS, PSD e Bloco aprovaram, esta terça-feira, em votação final na Comissão Parlamentar de Transparência, o conjunto de critérios orientadores em matéria de ofertas e hospitalidade de deputados, diploma que teve a oposição do PAN. Estes …

Metro do Porto compra 18 novos veículos e assegura mais 60 mil lugares por dia

A Metro do Porto assinou esta terça-feira o contrato para a aquisição, por 49,6 milhões de euros, de 18 composições à empresa chinesa CRC Tangsthan que permitirão disponibilizar mais 60 mil lugares diários, estima a …

Catarina Martins diz que Carlos Costa "não tem condições" para ser governador

Catarina Martins, líder do Bloco de Esquerda, disparou contra aqueles que considera serem "cúmplices" do "assalto ao povo angolano". Tanto a Justiça como o Governo português têm de agir, considera o Bloco de Esquerda, na sequência …

Pedro Sánchez vai reunir-se com líder do governo regional catalão

O primeiro-ministro espanhol e líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Pedro Sánchez, anunciou na segunda-feira que se reunirá com o líder do governo regional da Catalunha, Quim Torra, no início de fevereiro. Em entrevista à televisão …

Governo confirma que nunca avaliou impacto dos vistos gold. Só 5% foram recusados

O Ministério da Administração Interna (MAI) confirmou que não foram realizadas avaliações ao impacto dos vistos gold e que não cabe ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) controlar as origens do capital investido em …

Conselho de Finanças Públicas alerta para "risco de desvio significativo" no ritmo de ajustamento estrutural

O Conselho das Finanças Públicas (CFP) alerta para um "risco de desvio significativo" do ritmo de ajustamento estrutural da economia portuguesa em 2020, avisando que a evolução programada da despesa no OE2020 "não cumpre o …