Está (mesmo) a chegar o sistema que transforma qualquer automóvel em autónomo

(dr) Peter Bohler / Bloomberg Businessweek

A Bloomberg Businessweek testou um carro equipado com o sistema de condução autónoma de George Hotz

A Bloomberg Businessweek testou um carro equipado com o sistema de condução autónoma de George Hotz

No final do ano passado, o superhacker George Hotz surpreendeu tudo e todos ao anunciar que ia criar um sistema que permitia transformar qualquer automóvel num automóvel autónomo – e surpreendentemente, tudo parece estar a avançar a passo acelerado, rumo a um lançamento comercial ainda este ano.

O sistema de George Hotz tem gerado bastante polémica, e entrou em rivalidade directa com a Tesla, de Elon Musk, que não acredita que um sistema criado “numa garagem” possa competir com os sistemas que são criados por equipas especializadas que já trabalham nisto há anos (ou décadas).

Geroge Hotz, mais conhecido nos meios informáticos como geohot, ficou famoso por ter sido o primeiro hacker a fazer o jailbreak do iOS, o sistema operativo do iPhone, da Apple.

Sendo George Hotz um verdadeiro mago das artes digitais, seria um erro subestimá-lo, e neste momento o seu carro autónomo parece conseguir lidar com quase tudo o que os outros sistemas fazem, mesmo sendo muito mais recente e contando com menos informação.

Aliás, essa falta de informação – que é de importância crítica num sistema que aprende com o exemplo dado pela condução normal dos condutores – já levou a que Hotz criasse uma app que permite que outras pessoas usem os seus smartphones para registarem vídeos enquanto conduzem.

Essa informação é então usada pelo sistema de Hotz para a sua aprendizagem de condução.

A app chamar-se-á Chffr e será disponibilizada no final de Junho.

A versatilidade do sistema foi recentemente posta à prova, quando George Hotz foi até Las Vegas para demonstrar o seu automóvel.

Só quando lá chegou é que descobriu que as estradas locais não usam os habituais traços descontínuos para marcar as faixas de rodagem, mas sim marcadores reflectores em relevo que criam um perfil “pontilhado”.

A situação inesperada para o sistema obrigou a umas viagens rápidas para que ele aprendesse a lidar com isso… parecendo tê-lo feito sem problemas.

Se Hotz conseguir cumprir a promessa de lançar este sistema no mercado, e a menos de 1000 dólares, haverá pelo menos um executivo de uma grande marca a ter que engolir um sapo. Outra vez.

Aberto até de Madrugada

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O GeoHot… fez bem mais que isso e tem envolvimentos bem mais profundos que o que é dado a entender. Por um lado criou problemas com a Sony ao dar com o martelo na PS3… por outro lado criou uma aliança com a Microsoft que inclusivamente já o financiou bem no passado.

    Ele faz comichão a muita gente.. até porque é um “puto” (tem 26 anos apenas).. só que… bom.. é um daqueles “putos” que sabe dar cartas!

    Sinceramente acredito que ele consiga fazer o que diz .. e mais ainda (não se iludam… há mais pessoas.. e de fundos ilimitados nas sombras – M$ = ?)

  2. Pessoalmente concordo com o Elon Musk. Duvido que o George consiga fazer algo tão complexo por ele próprio. Para um carro ser autónomo é necessária uma miríade de sensores e horas de treino. O exemplo que foi dado mostra que ele não tem todas as horas e cenários de treino que são necessárias. No entanto, não nego que utilizando Machine Learning (Inteligência Artificial) ele tenha conseguido acelerar esse processo. Mas tenho sérias dúvidas que ele consiga por cá fora o que diz.

RESPONDER

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …

Relógio em Nova Iorque mostra o tempo restante para reverter efeitos do aquecimento global

O Metronome, icónico relógio digital de Nova Iorque, deixou de mostrar o tempo do dia-a-dia e mostra agora o tempo restante que o nosso planeta tem para reverter os efeitos do aquecimento global. O relógio digital …