Está acabar o ingrediente mais importante para a exploração espacial: o plutónio

NASA

Lançamento do Skylab a partir do Kennedy Space Center da NASA, no Cabo Canaveral, na Florida, EUA, 4 de Maio de 1973

É muito difícil para os nossos cérebros interpretar com exatidão as distâncias do universo. Por mais perto que os planetas do sistema solar estejam, quando comparados com outras estrelas, galáxias e exoplanetas ainda estão muito longe. E muitas vezes, são muito frios e remotos para que qualquer nave espacial os explore usando apenas a energia solar.

A boa notícia é que existe o plutónio-238: um radioisótopo (ou uma forma radioativa de um elemento) cuja energia pode ser convertida em eletricidade. Quando colocado dentro de dispositivos chamados fontes de energia de radioisótopos (RPS), o plutónio-238 pode sustentar as missões mais épicas da NASA durante décadas.

O problema é que a maior parte do plutónio-238 foi forjada durante a Guerra Fria, e o material preparado para as missões pode estar esgotado dentro de oito anos, de acordo com um relatório do Escritório Governamental de Prestação de Contas dos EUA.

O Departamento de Energia americano está a trabalhar para criar mais plutónio para a NASA, mas segundo o relatório, problemas com o programa “podem comprometer a capacidade da NASA de usar RPS como fonte de energia para futuras missões”.

Os radioisótopos são poderosas fontes de combustível tudo-em-um. À medida que se deterioram e se transformam em novos elementos, libertam quantidades impressionantes de energia. Esse calor pode aquecer circuitos robóticos frágeis e executar fontes de energia compactas, leves e capazes de fornecer eletricidade durante décadas.

Mas dos cerca de 2.900 tipos de radioisótopos conhecidos pela humanidade, apenas 22 são capazes de alimentar uma sonda de espaço profundo, de acordo com um estudo de 2009 das Academias Nacionais de Ciências. E 21 deles possuem muitos desafios para serem de uso prático, uma vez que muitos são muito caros, emitem muita radiação perigosa para trabalhar ou não emitem calor suficiente.

O único que preenche todos os requisitos da NASA é o plutónio-238. E, ao contrário do seu isótopo irmão Pu-239, o Pu-238 não pode ser transformado em bombas nucleares explosivas.

É como um isótopo mágico. É apenas certo“, diz Jim Adams, responsável da NASA. Parte do segredo do Pu-238 é que a sua meia-vida – o tempo necessário para metade de qualquer quantidade do isótopo decair – é de 87,7 anos. Isso significa que dentro de um século, qualquer quantidade emitirá pouco menos da metade do calor que emite hoje.

Isso é importante porque o tempo é uma batalha no espaço.

A longa vida de Pu-238 é a razão pela qual a NASA ainda pode conversar com as sondas Voyager 40 anos depois de terem sido lançadas e já estarem fora do sistema solar.

Os engenheiros têm muitas outras maneiras de alimentar sondas de ciência planetária, incluindo baterias, células de combustível, energia solar e até mesmo reatores nucleares. Mas todos os estudos têm colocao o plutónio-238 como a melhor escolha por uma longa lista de razões.

A maior delas é a falta de espaço em foguetes. Excesso de massa ou peso pode tornar a missão inviável, pelo que, se uma fonte de energia é muito grande ou pesada, os cientistas devem sacrificar as ferramentas e capacidades de um robô.

2 COMENTÁRIOS

  1. Está-se a tornar a situação complicada aqui na Terra com os políticos e fabricantes de armamento tão empenhados em destruir todo este belo planeta andam outros à procura de novos mundos longínquos e inóspitos e os meios para tal a acabarem-se.

RESPONDER

Ordem esclarece: José Sócrates não é engenheiro

A Ordem dos Engenheiros emitiu um esclarecimento, esta quinta-feira, no qual revela que o ex-primeiro-ministro não é engenheiro e informa que vai alertar a Assembleia da República para que retire a referência ao título na …

“É um insulto”. Pesca da sardinha deverá ser proibida em 2018

A pesca da sardinha deverá ser proibida em 2018 em Portugal e Espanha, face à redução acentuada do 'stock' na última década, refere o parecer do Conselho Internacional para a Exploração do Mar (ICES) divulgado …

Risco de incêndio: Temperaturas podem chegar aos 30 graus no domingo

As temperaturas vão subir até aos 30 graus Celsius entre domingo e quarta-feira, devendo o risco de incêndio voltar a aumentar já a partir de sábado, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera …

CGD usa donativos das vítimas de Pedrógão para equipar hospitais de Coimbra

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai disponibilizar uma fatia dos 2,6 milhões de euros angariados para apoiar as vítimas do incêndio de Pedrógão Grande, para equipar hospitais da região de Coimbra que têm estado …

Cantina escolar serve frango cru a alunos

A má qualidade das refeições escolares continua na ordem do dia e, desta feita, há imagens de pais que mostram um prato com frango cru, ainda a escorrer sangue, que foi alegadamente servido a crianças …

Revista Lui publica fotografias de Sara Sampaio nua sem autorização

Sara Sampaio publicou um texto nas redes sociais no qual denuncia a "pressão agressiva" de que foi alvo por parte da revista francesa masculina "Lui" para se deixar fotografar nua. A manequim portuguesa já anunciou …

Bombeiros querem militar à frente da Proteção Civil

O presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais defende que deve existir uma relação direta com todas as forças armadas, forças de segurança e bombeiros. O presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais (ABP), Fernando Curto, …

EDP pode ser responsabilizada pelo incêndio de Pedrógão Grande

A EDP pode vir a ser alvo de processos judiciais por causa das responsabilidades que terá tido no início do grande incêndio de Pedrógão Grande, que matou 64 pessoas. A eléctrica nacional pode ser alvo …

Câmara de vigilância capta silhueta no carro do suspeito de raptar Maëlys

As câmaras de videovigilância identificaram um vulto branco, a mesma cor do vestido da menina, no carro do suspeito de raptar Maelys de Araújo. As autoridades francesas seguem agora uma nova pista no caso do desaparecimento …

Paulo Gonçalves constituído arguido no caso dos emails do Benfica

O assessor jurídico do Benfica foi, esta quinta-feira, constituído arguido na sequência de buscas da Policia Judiciária ao clube, por ter estatuto de advogado, disse fonte do clube. De acordo com a mesma fonte, a constituição …