Esqueleto do século XIII revela primeiros sinais de tortura em Itália

(dr) MiBAC / Soprintendenza ABAP di Milano

O esqueleto do homem do século XIII, encontrado no norte de Itália, que pode ter morrido por causa do método de tortura “a roda”

A História está cheia de mortes horrendas mas, de todas as formas cruéis de perder a vida, poucas são tão terroríficas como aquela documentada num esqueleto do século XIII recentemente descoberto em Itália.

Segundo o IFLScience, arqueólogos da Universidade de Milão desenterraram o esqueleto de um homem que parece ter morrido depois de um método de tortura doloroso e uma decapitação fracassada.

As primeiras impressões dos seus restos mortais mostraram que o indivíduo, que teria entre 17 e 20 anos, sofreu ferimentos simetricamente posicionados nos braços e nas pernas, o que sugere algum tipo de lesão intencional.

Com base nos registos históricos, os investigadores levantaram a hipótese de o homem ter sido torturado através da “roda”, também conhecida como “roda de despedaçamento” ou “roda de Santa Catarina”.

Este foi um objeto de tortura usado para execuções na praça pública em grande parte da história da Europa até ao início da era moderna (c. 1500). Os relatos de como foi usado por vezes diferem, mas geralmente envolviam o esmagamento dos membros, seguido de outros traumatismos.

Em alguns relatos, os torturadores começavam por largar a pesada roda em cima das pessoas, começando nas canelas e depois subindo para outros membros.

Peter Stubbe Woodcut / Wikimedia

“A roda”, método de tortura usado na Europa até à era moderna

Depois de o corpo estar suficientemente ferido, a pessoa era firmemente presa à roda com uma corda. Os ferimentos seriam então mais dolorosos. Os torturadores usavam lâminas, objetos pontiagudos, fogo, chicotes ou pinças em brasa.

No final, a roda era montada num poste e orgulhosamente pendurada como se fosse uma bandeira. A vítima ficaria ali durante algum tempo — talvez dias ou semanas — até morrer definitivamente ou sendo depois executada.

A técnica de tortura era usada frequentemente contra os acusados por crimes graves mas, no norte de Itália, onde este corpo foi encontrado, este tipo de tortura era geralmente reservado para pessoas suspeitas de serem propagadoras da peste, uma das doenças mais mortíferas daquela época.

“A vítima da roda poderia ter sido considerada diferente pelos seus contemporâneos, e possivelmente essa discriminação pode ter sido a causa da sua condenação final, podendo ter sido sacrificada, como uma ‘aberração’, por uma multidão furiosa, e como um propagador da peste”, escreveram os autores do estudo publicado na revista científica Journal of Archaeological Science.

Como se isso não bastasse, a análise forense do esqueleto também revelou fraturas lineares incomuns na base do crânio. Os cientistas dizem que o mais provável é ter sido o resultado de um forte traumatismo causado por uma arma pesada durante uma “decapitação desastrada”.

Se esta hipótese estiver correta, esta equipa de investigadores poderá ter documentado a primeira evidência arqueológica de um ser humano torturado pela roda, não só no norte de Itália, mas provavelmente em todo o mundo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …