Esporos de mofo resistem ao “ambiente marciano” da estratosfera

(dr) NASA

MARSBOx

Os esporos de mofo revelaram ser os micro-organismos que sobrevivem melhor nas condições extremas de temperatura, radiação e baixa pressão registadas na estratosfera.

Em setembro de 2019, astrobiólogos do Centro Aeroespacial Alemão (DLR) enviaram um ‘jardim zoológico’ de micro-organismos, como bactérias e mofos, numa viagem de nove horas, até 30 quilómetros acima da Terra, num foguete da NASA.

Nesta altitude, os efeitos protetores da atmosfera da Terra reduzem consideravelmente, sendo que a temperatura, a radiação e a pressão são semelhantes às condições encontradas em Marte.

Nas últimas semanas, a equipa da DLR esteve a analisar as amostras deste ‘zoo’, que ficou batizado MARSBOx (Microbes in Atmosphere for Radiation, Survival and Biological Outcomes Experiment), e concluiu que a maioria das bactérias acabaram por morrer, devido à forte radiação ultravioleta.

Em comunicado, os cientistas explicam que poucos estafilococos sobreviveram à viagem e, pelo contrário, esforos de mofo sobreviveram melhoram nestas condições extremas.

“Já se fazem pesquisas sobre bactérias no Espaço desde as missões Apollo. Os fungos também são considerados organismos relevantes para o Espaço. No entanto, esta investigação ainda está apenas no início”, começa por dizer Ralf Möller, microbiólogo do Instituto de Medicina Aeroespacial do DLR, sediado em Colónia, na Alemanha.

Möller tem uma possível explicação para a grande resistência dos mofos. “Para proliferarem, os mofos formam esporos que são altamente resistentes a condições extremas, como a secura e a radiação. Além disso, os fungos têm mecanismos de proteção muito eficazes contra a radiação, como uma forte pigmentação negra e uma reparação eficaz do ADN. Embora muitas bactérias tenham propriedades semelhantes, os esporos de mofo são muito mais resistentes às condições extremas de Marte do que as bactérias que testámos”.

“Os resultados demonstram quão importante é continuar a investigação sobre micro-organismos, particularmente fungos e as suas propriedades de sobrevivência no Espaço, sobretudo no interesse da saúde dos astronautas em missões a longo prazo para estações espaciais e, posteriormente, para habitats na Lua e em Marte”, considera o cientista.

Estes foram os primeiros resultados do estudo. Se tudo correr como previsto, este verão, serão transportadas amostras para a Estação Espacial Internacional (EEI) para investigar como são afetadas pelas condições de microgravidade a curto e a longo prazo.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em Málaga, pode comer-se o pão mais caro do mundo. É feito com ouro e prata

É na padaria espanhola Pan Piña que se confeciona aquele que é, de momento, o pão mais caro de todo o mundo. Este é vendido por uma quantia que pode chegar até aos 3.700 euros …

Novas evidências apontam eventual localização dos destroços do MH370. Jornalista sugere que foi abatido

O chefe da busca fracassada pelo voo MH370 da Malaysia Airlines está a pedir um novo inquérito com base em novas evidências que podem finalmente resolver o mistério do desaparecimento da aeronave há sete anos. De …

Cidade nos EUA testou o rendimento básico universal. "Os números foram incríveis"

Além de a percentagem de pessoas que tinham um emprego a tempo inteiro ter subido, os participantes da iniciativa também relataram sentir-se menos ansiosos. De acordo com o estudo publicado esta quarta-feira, citado pela agência …

Belenenses 0-3 Benfica | Vendaval suíço após o descanso

O Benfica venceu o dérbi com a Belenenses SAD, em jogo a contar para 22ª jornada da Liga NOS, por 3-0. Uma partida que teve uma primeira parte mal jogada e com muitas dificuldades para as …

Investigador apresenta nova geração de drones minúsculos e ágeis. São inspirados em mosquitos

Os mosquitos são insetos incrivelmente acrobáticos e resistentes durante o voo, o que os ajuda a navegar entre rajadas de vento, obstáculos e incertezas. Agora, uma equipa de investigadores construiu um sistema que se aproxima …

OMS considera que a pandemia podia ter sido evitada se alguns países não tivessem sido lentos a reagir

O diretor-geral da OMS afirmou esta segunda-feira que alguns países reagiram lentamente à declaração de emergência sanitária global em janeiro de 2020, desperdiçando-se uma "janela de oportunidade" para evitar a pandemia de covid-19. "A 30 de …

Louvre recupera armadura do século XVI roubada há quase 40 anos

O peitoral e o capacete elaboradamente decorados, que estavam desaparecidos desde 1983, datam do século XVI e voltaram finalmente ao museu do Louvre, em França. Quase quatro décadas depois, um peitoral e um capacete do século …

Queixas por cibercrime disparam. Fraude com MB Way foi o crime mais denunciado

O Ministério Público (MP) da Comarca de Lisboa registou 6676 denúncias por crimes informáticos em 2020, um aumento de 15% (mais 998) face a 2019. MB Way é um dos sistemas onde estão associadas mais …

Centro Hospitalar Lisboa Norte vai alargar uso de medicamento para fibrose quística a mais cinco doentes

O diretor clínico do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), Luís Pinheiro, disse hoje que a instituição já usa há cerca de um mês um novo medicamento para a fibrose quística, que poderá chegar em …

No Porto, haverá transporte para vacinação disponível para todos a partir de terça-feira

Todos os munícipes do Porto que forem convocados no âmbito do plano de vacinação contra a covid-19 vão poder usufruir de um programa de transporte em colaboração com as centrais de táxis, anunciou hoje a …