Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa.

Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa é, na realidade, “fake news” e não existe.

Merola está agora a lançar uma campanha de consciencialização para ensinar as pessoas a verdade. “Queridos residentes, estou a recolher fotografias de esparguete à bolonhesa de todo o mundo em relação com a notícias falsas”, escreveu Merola no Twitter. “Este é de Londres, por favor me envie o seu. Obrigado.”

https://twitter.com/virginiomerola/status/1100041420772118528

Merola está a colecionar todas as imagens para exibi-las numa exposição no novo FICO Eataly World de Bolonha, que é o maior parque temático de alimentos do mundo.

O esparguete à bolonhesa não existe, mas é famoso em todo o mundo”, disse Merola à emissora italiana RAI. “O que nós preferimos que o mundo saiba é que Bolonha inventou tagliatelle, tortellini e lasanha.”

Em vez de “esparguete à bolonhesa”, o que se pode encontrar é o Ragù alla Bolognese, o equivalente ao molho à base de carne. Raramente é servido com esparguete – os italianos tendem a optar por um tipo de massa mais forte, com uma área de superfície maior para segurar o molho, como o tagliatelle.

O esparguete à bolonhesa horrorizaria as pessoas da Emilia-Romagna – a região onde fica Bolonha -, mas além das fronteiras italianas o prato é muito apreciado e solicitado. Aqueles que pedem estão convencidos de que estão a comer uma verdadeira receita italiana, mas não estão. A crença de que o esparguete à bolonhesa é de Bolonha é um erro que se tornou viral.

O esparguete à bolonhesa é uma das especialidades preferidas pelas famílias alemãs, que o compram congelado ou compram o molho em pacotes ou latas. Em 2014, ficou em terceiro lugar entre os pratos mais populares consumidos pelos funcionários alemães nos cafés no local de trabalho.

De acordo com Henry Dimbleby, co-fundador de uma cadeia de fast food inglesa, a massa bolonhesa “é agora o segundo prato mais popular servido nas casas da Grã-Bretanha”.

ZAP //

 

PARTILHAR

19 COMENTÁRIOS

  1. Confirmo!
    Em Bolonha ninguém sabe o que é o tal spaghetti…
    Um bolonhês até se sentiu insultado quando lhe mostrei uma foto e disse logo que devia ser obra dos americanos!…

    • Se bem que, mesmo em Itália, em alguns pontos se faz referência ao “spaghetti alla bolognese”.
      Claro que se há algum Emiliano (habitante da região Emília, de que Bologna é capital) por perto, leva logo um ‘caldo’…

    • É um bocado como a Pizza. A Pissa como nós a conhecemos é uma invenção americana.
      Se fossem a Itália nos anos 50 ou 60 e pedissem uma Pizza num restaurante urbano, os empregados olhavam para nós como se fossemos campónios, por que era a comida dos trabalhadores rurais pobres, á medida da nossa “Bôla”. Mas era apenas composta de massa-pão, molho de tomate e uma pitada de basílica ou orégãos.

      • Pesquisa a origem da pizza no Goggle.
        Não só, imensas ‘pizzerie’ de Roma (em particular, mas não só, devido à “bella vita” dos anos 50 e 60) ainda hoje expõem nas paredes inúmeras fotografias das personagens famosas da sociedade e do espectáculo que as frequentavam na época.

    • E mais,…’alla bolognese’ é uma expressão que a maioria das cozinhas de todo o mundo designa para pratos que contém o molho de tomate com carne.
      à semelhança da expressão ‘à portuguesa’, que é tudo o que leva um ovo estrelado.

  2. Zap:

    “”como o tagliatelle”” – tagliatelle è feminino e plural; significa “tirinhas cortadas”.

    Sugiro corrigir para “”como *as* tagliatelle””.

    • caro/a Ah,
      Obrigado pelo reparo, que parece fazer sentido.
      No entanto, a pesquisa no Google, filtrada no domínio pt, da expressão o tagliatelle, retorna um número de resultados muito superior ao da pesquisa de as tagliatelle (apenas 30).
      Sendo a primeira expressão, errada ou não, de uso generalizado, optámos por mantê-la.

      • Porra, vocês parecem aqueles chatos dos meus amigos que estão sempre a ser mal educados e a interromper as pessoas para corrigir a sua gramática ou sintaxe.
        As pessoas quando estão a falar (ou a escrever) o que pretendem é comunicar eficazmente. Não é para receberem lições de línguas que não são, nem solicitadas, nem bem vindas.
        Lá porque ficaram mais umas horas atrás de uma carteira escolar sem se distraírem com os passarinhos não têm o direito de impor aos outros a vossa ‘mestria’ e ‘domínio’ da língua.
        É por causa de professores ( de geografia ou ciências da natureza) ‘chatos’ assim é que agora temos que gramar com o “Acordo ortográfico”

        • Comunicar eficazmente passa – ou mesmo, significa – falar/escrever BEM.

          Experimente re-escrever a notícia como se fosse um sms, se te diverte tanto. Depois dá-a a ler e conta quantos dos teus amingos chegam ao fim, e dos que lá chegerem, quantos perceberam tudo.

RESPONDER

Nova teoria sugere que a Islândia é “a ponta” de um continente desconhecido

Uma equipa de geólogos acredita que a Islândia não é uma ilha, mas sim uma parte de um continente até aqui desconhecido. A nova teoria geológica defende que a Islândia pode ser o último remanescente exposto …

Descoberta a mais curta explosão de raios gama já observada

A nova descoberta destaca a necessidade de uma nova classificação de explosões de raios gama, não baseada apenas na sua duração. Uma equipa de cientistas descobriu uma rara emissão de raios gama, denominada GRB 200826A, relacionada …

O Projeto Galileu quer provar a existência de aliens através da tecnologia deixada para trás

Investigadores vão centrar o seu trabalho na procura de objetos físicos associados a equipamento tecnológico extraterrestre, em oposição às pesquisas anteriores que se focaram em sinais eletromagnéticos. Um grupo de investigadores de Universidade de Harvard está …

O tesouro dos Templários pode estar escondido debaixo de uma casa em Inglaterra

Um historiador inglês alega que um edifício histórico em Burton, em Inglaterra, é onde está escondido o lendário tesouro dos Templários. Existem várias lendas sobre um tesouro que alguns templários conseguiram esconder do rei francês Filipe …

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro. No entanto, isto não quer dizer que o nosso planeta esteja a ficar inclinado. Mais de 5.000 quilómetros abaixo de …

Incêndios devastam sul da Europa e obrigam a retirar moradores e turistas

Dezenas de aldeias e hotéis foram este domingo evacuados nas zonas turísticas do sul da Turquia devido a incêndios que começaram há cinco dias e já mataram oito pessoas no país, devastando também regiões da …

Há uma empresa a transformar as cinzas de entes queridos em diamantes

Uma empresa norte-americana transforma cinzas de entes queridos — e animais de estimação — em diamantes, que podem ser colocados em anéis ou colares. Lidar com a morte de um ente querido é sempre uma altura …

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …