Repreensão a alunas por se beijarem na escola gera protestos contra homofobia

Joaospannagel0 / Twitter

-

O Bloco de Esquerda questionou esta quarta-feira o Ministério da Educação sobre a posição da direção da Escola Secundária de Vagos, que terá informado duas alunas que não podiam beijar-se em público, considerando que foi visada especificamente a sua orientação sexual.

Numa pergunta subscrita pelos deputados Joana Mortágua e Moisés Ferreira, o BE sustenta que duas alunas da Escola Secundária de Vagos, Aveiro, “terão sido vistas a beijar-se por uma funcionária” e depois “chamadas à direção da escola, onde terão sido informadas que não se podem beijar em público porque isso incomoda pessoas“.

“A atuação da direção da escola visou especificamente a orientação sexual das alunas. Os alunos da escola realizaram, esta quarta-feira, um protesto contra a homofobia e contra a presente situação em concreto”, expõem os deputados bloquistas.

“De acordo com relatos de alguns alunos e alunas, a polícia terá sido chamada e os estudantes ameaçados de processo disciplinar”, acrescenta o BE.

Já foram divulgados vários vídeos e fotografias do protesto que mostram os cartazes do protesto, nos quais se pode ler “Gay is Okay“, “Love knows no Gender” ou “Não à homofobia”.

O BE pergunta ao Ministério da Educação se tem conhecimento do caso e que medidas vai tomar para “impedir qualquer ato discriminatório por parte desta escola em relação às duas alunas e a toda a comunidade escolar devido à sua orientação sexual”.

Os deputados questionam também o Ministério de Tiago Brandão Rodrigues sobre como agirá para garantir que os alunos que “exerceram o seu direito de manifestação não são prejudicados”, designadamente com processos disciplinares.

// Lusa

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. Ora aí está senhoras e senhores a propaganda dos nossos comunistas a começar a “maquinar”..
    por enquanto é uns beijinhos escandalosos aqui e ali numa noticia “simplex” mas já se adivinha o que aí vem pela imagem postada por este jornal propagandista.. a famosa agenda transexual que está a ser implementada um pouco por todo o lado.. (alguem deu conta dos campos de treino que o Bloco das Ganzas anda um pouco por todo o lado a promover com o mote “Transcende a Sexualidade”?)
    Comunismo com arco iris não apaga o facto de que o regime bolshevique e todos os que seguiram a “máxima marxiliana” mataram milhares de milhoes com a sua “comunalidade” e esta palhaçada vai piorar..
    Não se trata de homens a beijar homens nem mulheres a beijarem mulheres senhoras e senhores pensem nisso, é meramente produto de um governo comunista que chegou ao poder através de golpe de estado tecnocrático para agora dar o golpe da irrealidade nas massas(algo que os comunas sempre foram eximios..ou não..)

    • tristeza! Sabes o que é mais execrável que qualquer ponto dessa fantasia bacoca que debitaste? Saber que por detrás disso está um idiota homofóbico e atrasado! Diz-me cá, que comichão te provocam ou provocariam os transexuais? Que comichão te provoca o facto de duas PESSOAS se beijarem seja onde for? És assim tão mal resolvido, sexualmente falando ou és apenas atrasado?
      Novamente… tristeza!

      • Que triste, respondes logo com agressão, ele expôs os seus argumentos de forma construtiva e educada, não questionando sequer as ações em causa. Já a ti isso deve-te ter arrancado a pele aos tomates, reages desse modo porque és limitado, nem sequer argumentaste, ou melhor usaste os argumentos dos liberalistas da treta, a xenofobia e o racismo. Tristeza ao quadrado és tu e a cagada que escreves. Muito bem dito António Simão *****

        • Não sou nem do bloco nem homosexual mas tu mais o teu amigo simão perfazem dois imbecis ao quadrado. A tresandarem ao século passado e ressabiados. Parolos do caraças.

  2. Quer dizer que agora “vale tudo” ? Também querem que se aceite humanos a copular com animais? E os Pedófilos também não terão direito, já agora? E legalizar casamentos entre homens e, p.ex., pedras, cadeiras e outras coisas inanimadas? Ou até com rãs…!

    E teremos nós agora que aceitar esta “nova moral” porca que nos está a ser impingida por um grupo extremamente minoritário de Desviados Comportamentais tresloucados?

    E até inventaram uma nova palavra feia para as pessoas normais : “homofóbicos”

    que “eles”, os novos “zombies”, se afadigam a atacar por todos os lados que nem filme de “Walking Dead” !

    Cuidemo-nos bem, que qualquer dia (como diria o Diácono Remédios) teremos que nos começar a defender a sério desses monstros perigosos e lidar com eles de forma apropriada !!!

    (hmm… a história dos zombies deixa-me com algumas ideias…!)

  3. Ex diplomata soviético a comprovar tudo o que o senhor antónio acabou de referir: Ex diplomata soviético que desertou a comprovar tudo o que o senhor antónio acabou de referir: https://www.youtube.com/watch?v=vLqHv0xgOlc
    estes cabeças de paralelo andam já desde os anos noventa a aliciar a juventude para práticas que advem todas de instituições como a Fabian Society , Tavistock Institute , SRI (CIA) , e outras tantas como o clube lá dos fanfarrões religiosos o famoso Clube de Roma..
    actualmente sabe melhor ler os comentários deste site que as nocticias ficticias que o próprio lança a troco de bolso cheio..
    estes cabeças de paralelo andam já desde os anos noventa a aliciar a juventude para práticas que advm todas de instituições como a Fabian Society , Tavistock Institute , SRI (CIA) , e outras tantas como o clube lá dos fanfarrões religiosos o famoso Clube de Roma..
    actualmente sabe melhor ler os comentários deste site que as nocticias ficticias que o próprio lança a troco de bolso cheio..

  4. É uma vergonha esta escumalha que acha que vale tudo. Se querem ter esses comportamentos que os tenham em casa longe da vista. A anormalidade e a libertinagem tem limites. Hoje em dia gostam de chocar e provocar a sociedade. É bom que os professores continuem, como estes, a ensinar mas também a educar, já que a maioria dos pais ficou ausente. É muito facil dizer sim a tudo. Depois vê-se o estado em que esta sociedade está. Vale tudo, mesmo tudo. E a ser alimentado pela esquerda que a unica regra é “eu tenho direito à felicidade”. Meus amigos a felicidade não passa por aí! Se todos fossem do clube de Roma, talvez o mundo estivesse bem melhor.

    • “esta escumalha”, “anormalidade”, “libertinagem”… bravo, mas presumo que se esteja a referir à sua pessoa, mas neste caso esqueceu-se de adicionar adjectivos que melhor o caracterizam: “atrasado” e “ignorante” são duas que me lembro, assim só de repente…
      “É bom que os professores continuem, como estes, a ensinar mas também a educar” — ahhhh, a arte da moralidade de vão de escada… Sabia que “EDUCAR” é saber formar PESSOAS, CIDADÃOS, gente consciente dos direitos e deveres de TODOS, independentemente da escolha social, sexual ou religiosa… mas idiotas atrasados e formatados como você e o antónio ali em cima, só no dia em que resolverem esses recalcamentos é que se aperceberão disso… até lá resta-nos a nós, gente normal e com alguma evolução, ter pena de “gente” como vocês! Enfim… tristeza

  5. Quando o anormal passa a normal e aqui está a esquerdalha que leva todas estas anormalidades a parlamento e em geral conseguem as aprovações que desejam com o apoio dos restantes grupos de esquerda e por vezes não só, uma vez mais nos bicos dos pés reclamando libertinagem, com tudo isto o país caminha para o atoleiro que todos nós vamos vendo dia a dia e valores e respeito é coisa que os revolucionários do 25 de Abril se encarregaram de espezinhar e retirar do vocabulário.

  6. A salientar que a homossexualidade foi considerada doença até 1972 e deixou de ser, não pela ciência mas pela pressão do lobby homossexual… ou seja, foram os pacientes que decidiram se estavam ou não doentes. Também foram eles que “inventaram” para quem não pensa igual a nova doença; a homofobia.
    Se não concordas com a “anormalidade” és um homofóbico e não tens o direito de existir. Ora, tenho a dizer, que é literalmente repelente para mim ver dois gajos aos beijos na boca no meio da rua…

  7. Se nao me chateiam a mim eu nao os chateio.
    Nao gosto de ver?olho para outro lado.

    Pessoas fundamentalistas como as que meteram certos comentarios sao as primeiras a criticar daeshes e afins,nao percebendo que salvaguardando o uso da violencia tb eles defendem o que eles acham certo.
    E impondo a sua vontade sobre as escolhas dos outros levam morte a quem nao partilha da mesna ideia.
    Aqui até ver n se leva morte mas as palavras tb podem fazer mossa.
    Bom era que o filho(a) dessam pessoas tb fosse gay…o que fariam?

    Qq dia passam a ser os feios os visados,so os bonitos podem amar…

    Sou hetero,casado e com filho.sou feliz assim,se os outros o forem de outra maneira força.
    Como costumo dizer:o cu é deles…

  8. O mais triste da notícia são os comentários que mostram uma sociedade intolerante e de mentalidade “tacanha”

    Que mal faz as miúdas se beijarem, já no meu tempo eu beijava as miúdas no intervalo e nunca fui chamado ao conselho por isso.
    Se vivemos numa sociedade onde homosexualidade é aceitável, temos de lhes dar os mesmos direitos.

    Não está em causa as crenças de cada um mas sim os direitos de cada um atribuídos pela sociadade.
    Se os senhores e as senhoras não gostam ou se sentem incomodados tem 3 soluções, geram um movimento para mudar a sociedade, mudam de pais (Iraque parece ajustar-se a estas cabecinhas) ou aguentam e fecham os olhos.

    Por norma condeno aproveitamentos políticos, mas neste caso, ainda bem que o houve.
    Espero que este conselho não só seja penalizado de forma administrativa, mas também de forma legal visto que violaram dois direitos constitucionais
    * discriminação por conta de orientação sexual
    * tentativa de impedir o direito ao protesto via manifestação.(desde que exercida sem recorrer à violência ou distúrbios na via pública)

  9. O que está aqui em causa, é pura e simplesmente má interpretação
    das razões que levaram a direção da escola a tomar, alegando apenas
    um ato de disciplina e não outro.
    É sobre interpretação de disciplina que devem comentar, e não embarcarem em interesses e outros conceitos sobretudo de oportunistas políticos, comunicação social etc.
    Apelo a uma linguagem mais contida por parte aqui de alguns intervenientes, pois alguns termos aqui usados tem um nome.

  10. A homossexualidade não deixa de ser um comportamento “contra natura” ou “anormal”… Se a homossexualidade se tornar cada vez mais frequente entre humanos e animais, a existência humana e dos animais estará cada vez mais em perigo, uma vez que dessa forma não existe qualquer tipo de reprodução da espécie, o que poderá levar ao fim dessa mesma espécie… Pode ser uma comparação um pouco exagerada, mas podíamos comparar este cenário com as células cancerígenas. As células cancerígenas são muito idênticas às células normais, no entanto tem um comportamento “contra natura” ou “anormal”: as células cancerígenas não perdem parte do seu ADN na divisão e não conseguem parar de se reproduzir, levando à aparição de tumores e mais tarde à morte do indivíduo se nao for tratado o mais cedo possível… Isto tudo para dizer que algo “contra natura” ou “anormal” nao é algo positivo para a espécie, seja ela humana ou animal… Mas é apenas a minha humilde opinião…

RESPONDER

Fundação Champalimaud anuncia prémio de um milhão de euros para erradicar o cancro

A Fundação Champalimaud anunciou, esta segunda-feira, um prémio de um milhão de euros a atribuir anualmente, e sem limite temporal, vocacionado para a "erradicação do cancro". O prémio é atribuído em parceria com o casal de …

A maior lixeira da China ficou cheia 25 anos antes do previsto

O maior depósito de lixo da China, Jiangcungou, na cidade de Xi'an, já está cheio, 25 anos antes da altura prevista. O aterro tinha sido preparado para receber 2500 toneladas de resíduos por dia. Porém, de …

Cigarros eletrónicos podem prejudicar o coração mais do que os cigarros comuns

Há muito que está provado que fumar é uma das principais causas de mortes por doenças cardíacas. Agora, há evidências crescentes de que os cigarros eletrónicos podem causar danos ao coração. Em dois estudos que serão …

Sindicato dos Magistrados acusa Conselho Superior de fazer escolhas pessoais

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) acusou, esta segunda-feira, o Conselho Superior do Ministério Público de escolher os procuradores para os departamentos mais importantes da investigação criminal por preferências pessoais. Em comunicado, o Sindicato …

Esta empresa está a produzir "carne" feita de ar

Enquanto várias startups estão a vender "carne" feita de plantas, a Air Protein, uma empresa sediada na Califórnia, nos Estados Unidos, está a criar carne feita de ar. A ideia não é nova, uma vez que …

Autoridade da Concorrência faz buscas em cinco empresas de vigilância privada

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, esta segunda-feira, que realizou diligências de busca e apreensão em cinco empresas do setor da vigilância privada, no distrito de Lisboa, "por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas do normal …

"Breaking Bad" da vida real. Dois professores de Química acusados de produzir metanfetamina

Dois professores universitários de Química do estado do Arkansas, nos Estados Unidos, foram detidos no domingo por suspeitas de produzirem metanfetaminas. O caso tem atraído atenção mediática por se parecer inspirar no enredo da série …

TAP regista prejuízos de 111 milhões de euros até setembro

A TAP registou, nos primeiros nove meses deste ano, prejuízos acumulados de 111 milhões de euros que atribui a "variações cambiais sem impacto na tesouraria". "A TAP S.A. apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses …

Coreia do Norte não está interessada em mais cimeiras com os EUA

A Coreia do Norte advertiu, esta segunda-feira, que "não está interessada" em mais cimeiras com os Estados Unidos, se Washington persistir na recusa em fazer concessões. A Coreia do Norte deu a Washington até ao final …

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …