Na Escócia do século XIX, estudantes de Medicina podem ter praticado secretamente em cadáveres

(dr) Rebecca Crozier / University of Aberdeen

Fragmento de um dos crânios encontrados no quintal de uma casa em Aberdeen, na Escócia

A descoberta de ossos humanos nas traseiras de uma casa em Aberdeen, na Escócia, apontam para um capítulo sombrio da História: o uso ilícito de cadáveres para a prática anatómica no século XIX.

Segundo o Live Science, a descoberta dos ossos humanos aconteceu no ano passado, quando funcionários da construção civil estavam a trabalhar no quintal de uma casa com 200 anos na parte antiga da cidade de Aberdeen, no nordeste da Escócia.

A descoberta foi reportada à polícia escocesa, que depois passou o caso para o arqueólogo Bruce Mann, para determinar se os 115 fragmentos de ossos encontrados pertenciam a pessoas que tinham morrido recentemente.

Depois de examinar os restos mortais, o investigador percebeu não só que tinham cerca de cem anos, mas também que apresentavam lesões estranhas. Os ossos foram então enviados para a Universidade de Aberdeen, onde foram analisados pela osteoarqueóloga Rebecca Crozier.

A investigadora descobriu que os fragmentos pertenciam a sete pessoas, incluindo duas crianças, que provavelmente viveram entre 1750 e 1850. A análise revelou ainda que as marcas eram cicatrizes de procedimentos médicos — incluindo uma craniotomia — que haviam sido realizadas nos corpos humanos após a morte.

Esta descoberta sugere que os corpos foram recuperados e usados como ‘cobaias’ por estudantes da Universidade de Aberdeen, conhecida por ter uma das melhores escolas de Medicina da Grã-Bretanha naquela época.

Pensa-se agora que os estudantes tenham enterrado secretamente todos os corpos no quintal, na década de 1850, para evitarem penalidades legais por terem usado cadáveres para dissecação e para praticar cirurgias, explica Crozier ao mesmo site.

De acordo com Mann, a chamada Lei da Anatomia, aprovada em 1832, restringia fortemente o uso de cadáveres para dissecação ou para praticar cirurgias em escolas de Medicina. A lei foi aprovada depois da indignação pública relativamente à venda de cadáveres para treino médico, um comércio muitas vezes lucrativo mas que levava a roubos graves.

Esta investigação levou ainda à revelação de um suspeito: Alexander Creyk, um estudante de Medicina que estava registado como inquilino da casa no censo de 1851.

Embora as evidências apontem para atividades nefastas, Mann diz que ainda não há certezas contra este suposto culpado. “Esta é uma evidência muito circunstancial contra este pobre indivíduo. Pode ser perfeitamente inocente”.

Uma vez registados e analisados, os restos mortais serão novamente enterrados, mas agora num cemitério em Aberdeen.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Apneia obstrutiva do sono agrava doenças cardíacas, revela estudo

A apneia, que ocorre quando uma obstrução das vias aéreas superiores causa episódios repetidos de interrupção da respiração durante o sono, é encontrada em 40% a 80% das pessoas com doenças cardiovasculares, sendo, ainda assim, …

Estranho caso de infeção com SARS-COV-2 durante 218 dias em investigação no Brasil

Um grupo de cientistas brasileiros a estudar um caso de infeção pelo novo coronavírus que durou pelo menos 218 dias, período em que o vírus se replicou e até sofreu mutação, anunciaram fontes académicas na …

"Estou envergonhada". Primeira invasora do Capitólio a ser julgada evita prisão

Um juiz federal proferiu esta quarta-feira a primeira sentença contra uma das pessoas acusadas de invadir o Capitólio dos Estados Unidos, mas a ré evitou a pena de prisão depois de expressar o seu arrependimento. A …

Arqueólogos encontram vestígios do vinho mais antigo do mundo na Grécia

Uma equipa de arqueólogos encontrou amostras de vinho no local arqueológico de Dikili Tash, no norte da Grécia. As evidências datam de há 4200 a.C e acredita-se que sejam os vestígios de vinho mais antigos …

Comunidade no céu. Um novo projeto irá ligar vários edifícios com pontes aéreas

As pontes aéreas que ligam edifícios não são uma novidade no mundo, mas agora poderão ganhar um novo destaque num projeto que será desenvolvido em Toronto. A empresa de arquitetura Safdie Architects irá desenvolver o projeto …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo. Festival da Emoção

O Campeão da Europa continua a defender o título. A palpitante última jornada da fase de grupos. Mais recordes para Ronaldo. Quem joga contra quem nos oitavos-de-final. Visto da Linha de Fundo. Portugal 2 – …

Sergio Ramos terá pedido 50 milhões de euros ao AC Milan

Antigo capitão do Real Madrid procura clube. Paolo Maldini afastou-se da contratação do espanhol. Sergio Ramos não vai continuar no Real Madrid e, por isso, está à procura de uma "casa" nova, depois de ter estado …

Oposições criticam anúncios "pomposos” e gestão mediática do Governo

PSD, Bloco e PEV criticaram hoje a "gestão mediática" feita pelo Governo em relação ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), e o PCP considerou que este programa revela o "grau de submissão" de Portugal …

Paquistanesas querem melhores leis contra a violação. Primeiro-ministro diz para vestirem mais roupa

As mulheres paquistaneses pedem melhores leis contra a violação. Entretanto, o seu primeiro-ministro diz-lhes que têm de vestir mais roupa. O Paquistão tem uma taxa de condenação por violação de 0,3%, uma das mais baixas do …

Jogador admite: "Escrevi uma frase racista"

Danilo Avelar está fora dos relvados há muito tempo, começou a jogar mais online e foi expulso. Corinthians também deverá castigar o atleta. Danilo Avelar não joga desde outubro de 2020 mas, mesmo longe dos jogos, …