Os escoceses estão a gerar energia eólica suficiente para abastecer duas Escócias

No primeiro semestre de 2019, a Escócia gerou energia eólica suficiente para abastecer as suas casas duas vezes.

Segundo divulgou esta quarta-feira o Science Alert, as turbinas geraram 9,8 milhões de megawatts-hora de eletricidade entre janeiro e junho, o suficiente para fornecer energia a 4,47 milhões de residências. O país que tem cerca de 2,6 milhões de residências. Março foi o mês mais produtivo, com 2.194.981 megawatts-hora de produção.

Este recorde de energia eólica na Escócia significa que as turbinas poderiam ter fornecido eletricidade suficiente para todas as residências do país, além de grande parte do norte da Inglaterra, nos primeiros seis meses do ano.

“Estes são números surpreendentes, a revolução da energia eólica na Escócia continua a desenvolver-se com força”, disse Robin Parker, gestor de Política de Clima e Energia do Fundo Mundial para a Natureza (WWF). “Acima e abaixo do país, todos estamos a beneficiar de energia mais limpa, e o clima também”.

De acordo com o responsável, estes números “mostram que aproveitar o abundante potencial eólico da Escócia pode fornecer eletricidade limpa para milhões de lares, não apenas na Escócia, mas também na Inglaterra”.

Ao nível da energia renovável, o Reino Unido tem desempenhado um papel importante, tendo passado um período de sete dias – um total de 167 horas consecutivas – sem depender da energia do carvão, algo que não acontecia desde a Revolução Industrial do século 19. Foram as turbinas a gás, a energia nuclear, a energia solar e outras energias renováveis ​​que desempenharam esse papel.

Gustavo Gargioni/ Especial Palácio Piratini

Este feito vai ao encontro da meta do governo britânico de abandonar completamente o carvão até 2025.

Outros países também estão a beneficiar do potencial crescente das energias renováveis. Na Alemanha a produção de energia renovável excedeu a procura, graças ao pesado investimento em energia eólica e solar.

A província de Qinghai, no noroeste da China – que abriga cerca de cinco milhões de cidadãos -, tem funcionado por semanas com energia renovável, usando fontes como energia solar, eólica e hídrica.

O crescimento da energia renovável deve-se ao desenvolvimento de tecnologia mais eficiente, à medida que os cientistas descobrem maneiras de gerar mais eletricidade a partir da mesma quantidade de sol ou vento.

A Escócia é uma espécie de pioneira quando se trata de energia eólica, sublinhou o Science Alert. O país espera fornecer toda a sua energia a partir de energias renováveis ​​nos próximos 12 meses, uma meta está a caminho de ser conseguida.

“Esses números destacam a consistência da energia eólica na Escócia e por que o país desempenha um papel importante no mercado de energia do Reino Unido”, afirmou Alex Wilcox Brooke, gestor no Projeto de Energia Atmosférica da Severn Wye Energy Agency.

TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Responder a Eu! Cancelar resposta

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …