Os escoceses estão a gerar energia eólica suficiente para abastecer duas Escócias

No primeiro semestre de 2019, a Escócia gerou energia eólica suficiente para abastecer as suas casas duas vezes.

Segundo divulgou esta quarta-feira o Science Alert, as turbinas geraram 9,8 milhões de megawatts-hora de eletricidade entre janeiro e junho, o suficiente para fornecer energia a 4,47 milhões de residências. O país que tem cerca de 2,6 milhões de residências. Março foi o mês mais produtivo, com 2.194.981 megawatts-hora de produção.

Este recorde de energia eólica na Escócia significa que as turbinas poderiam ter fornecido eletricidade suficiente para todas as residências do país, além de grande parte do norte da Inglaterra, nos primeiros seis meses do ano.

“Estes são números surpreendentes, a revolução da energia eólica na Escócia continua a desenvolver-se com força”, disse Robin Parker, gestor de Política de Clima e Energia do Fundo Mundial para a Natureza (WWF). “Acima e abaixo do país, todos estamos a beneficiar de energia mais limpa, e o clima também”.

De acordo com o responsável, estes números “mostram que aproveitar o abundante potencial eólico da Escócia pode fornecer eletricidade limpa para milhões de lares, não apenas na Escócia, mas também na Inglaterra”.

Ao nível da energia renovável, o Reino Unido tem desempenhado um papel importante, tendo passado um período de sete dias – um total de 167 horas consecutivas – sem depender da energia do carvão, algo que não acontecia desde a Revolução Industrial do século 19. Foram as turbinas a gás, a energia nuclear, a energia solar e outras energias renováveis ​​que desempenharam esse papel.

Gustavo Gargioni/ Especial Palácio Piratini

Este feito vai ao encontro da meta do governo britânico de abandonar completamente o carvão até 2025.

Outros países também estão a beneficiar do potencial crescente das energias renováveis. Na Alemanha a produção de energia renovável excedeu a procura, graças ao pesado investimento em energia eólica e solar.

A província de Qinghai, no noroeste da China – que abriga cerca de cinco milhões de cidadãos -, tem funcionado por semanas com energia renovável, usando fontes como energia solar, eólica e hídrica.

O crescimento da energia renovável deve-se ao desenvolvimento de tecnologia mais eficiente, à medida que os cientistas descobrem maneiras de gerar mais eletricidade a partir da mesma quantidade de sol ou vento.

A Escócia é uma espécie de pioneira quando se trata de energia eólica, sublinhou o Science Alert. O país espera fornecer toda a sua energia a partir de energias renováveis ​​nos próximos 12 meses, uma meta está a caminho de ser conseguida.

“Esses números destacam a consistência da energia eólica na Escócia e por que o país desempenha um papel importante no mercado de energia do Reino Unido”, afirmou Alex Wilcox Brooke, gestor no Projeto de Energia Atmosférica da Severn Wye Energy Agency.

TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Lixo espacial cadente iluminou os céus na Austrália

Na sexta-feira passada, pedaços de lixo espacial de um foguetão russo iluminaram os céus na Austrália. Os especialistas dividem-se na possibilidade de bocados dele caírem na Terra. Na sexta-feira passada, num final de tarde como tantos …

Cientistas criaram uma borracha que até rasga (mas concerta-se sozinha)

Investigadores da Universidade Flinders, na Austrália, desenvolveram um novo tipo de borracha que consegue regenerar sozinha. A equipa de investigadores da universidade australiana criou um novo tipo de borracha e um catalisador que, em conjunto, podem …

Dez anos depois, voltou a ser avistado um guepardo do noroeste africano

Naturalistas na Argélia filmaram um guepardo do noroeste africano, uma subespécie listada na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como estando em "perigo crítico", pela primeira vez em dez anos. De acordo …

NASA dedica novo telescópio a Nancy Grace Roman, a "mãe" do Hubble

A NASA renomeou o telescópio Wide Field Infrared Probing Telescope (WFIRST) em homenagem a Nancy Grace Roman, a mãe do Hubble. A NASA batizou o seu telescópio espacial de última geração, atualmente em desenvolvimento, - o …

Guitarrista dos Queen teve um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte

Brian May, guitarrista dos Queen, sofreu um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte, anunciou o próprio músico, de 72 anos. May partilhou um vídeo no Instagram no qual conta todo o episódio. Tudo …

"Missão Tianwen". China planeia lançar sonda para Marte em julho

A China planeia lançar uma sonda e um pequeno robô de controlo remoto para Marte, em julho, na sua primeira missão ao Planeta Vermelho, anunciou esta segunda-feira a agência responsável pelo projeto. "O nosso objetivo era …

Bairros de lata são incubadoras de covid-19, mas ninguém ajuda os milhões que lá vivem

Bairros de lata, como as favelas, são consideradas incubadores de covid-19. No entanto, pouca atenção lhes tem sido dada na resposta à pandemia. Tendo devastado algumas das cidades mais ricas do mundo, a pandemia do novo …

Morreu Saturn, o jacaré que sobreviveu a um bombardeamento da II Guerra (e que se diz que pertenceu a Hitler)

Saturn, um jacaré norte-americano de 84 anos, morreu esta sexta-feira no jardim zoológico de Moscovo, na Rússia, anunciou a instituição na sua conta de Facebook, dando conta que o animal morreu de velhice. O réptil …

Antiviral Remdesivir pode ser eficaz no combate à covid-19

O antiviral Remdesivir é eficaz contra a covid-19 caso seja administrado antes dos pacientes necessitarem de ventilação mecânica, indica um ensaio internacional com este medicamento, coordenado pelo Hospital Can Ruti, em Badalona, Barcelona, Espanha. Segundo um …

Há uma misteriosa ilha em Nova Iorque que quase ninguém pode visitar (e está abandonada)

A menos de 1,6 quilómetros de Manhattan, em Nova Iorque, localiza-se uma misteriosa ilha abandonada há mais de meio século. É preciso ter autorização do New York City Department of Parks and Recreation para visitar …