ESA declara guerra ao lixo espacial com um robô de quatro braços

A Agência Espacial Europeia (ESA) acaba de assinar um contrato com a startup suíça ClearSpace para levar a cabo tarefas de limpeza de lixo orbital.

Em comunicado, a agência espacial aponta que a empresa vai desenvolver e lançar em 2025 a missão ClearSpace-1, visando capturar e remover de órbita o sistema Vespa para a separação de satélites deixado no Espaço pelo foguete Vega, em 2013.

A empresa suíça vai liderar um consórcio de empresas europeias na construção de um aparelho espacial com quatro braços, especialmente projetado para capturar fragmentos de lixo. Depois de capturados, estes detritos serão levados até à atmosfera da Terra, onde acabarão por ser queimados durante a sua reentrada.

Os custos da missão devem ascender aos 117 milhões de euros, de acordo com um porta-voz da ESA citado pelo portal Russia Today. O desenvolvimento do aparelho e os custos de lançamento serão suportados pela ESA.

A agência espacial e a ClearSpace planeiam lançar a sonda numa órbita de 500 quilómetros de altitude, onde o dispositivo será testado. Depois da provação nos testes iniciais, o dispositivo chegará à órbita de Vespa, que está a uma altitude entre 660 e 800 quilómetros e tem uma massa de 100 quilogramas.

Tanto o sistema Vespa como o próprio dispositivo da ClearSpace vão queimar-se no final da primeira missão, embora os dispositivos que serão lançados posteriormente serão capazes de eliminar lixo espacial sem que se tenham de destruir.

O objetivo final deste projeto, frisa a ClearSpace, passa por construir um instrumento de limpeza no Espaço com “alto nível de autonomia“.

Meio milhão de detritos em órbita

De acordo com a agência espacial norte-americana (NASA), há no Espaço meio milhão de detritos resultantes de lançamentos espaciais. Este lixo pode representar uma ameaça para missões atuais e futuras devido ao risco de colisão.

“Imaginem como seria perigoso navegar pelos mares se todos os navios perdidos na história continuassem à tona. Essa é a atual situação em órbita que não pode continuar”, disse o diretor geral da ESA, Jan Wörner, citado na mesma nota de imprensa.

De acordo com o CEO da ClearSpace, Luc Piguet, o problema do lixo espacial é agora mais urgente do que nunca. “Hoje temos quase 2.000 satélites operacionais e mais de 3.000 inativos no Espaço (…) Nos próximos anos, o número de satélites no Espaço aumentará (…) com várias megaconstalações compostas por centenas ou mesmo milhares de satélites planeados para a órbita baixa da Terra”, apontou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Comer muitas refeições takeaway pode aumentar a probabilidade de morte

Comer demasiadas vezes refeições takeaway pode afetar negativamente a saúde das pessoas. Isto porque, muitas vezes, a comida em causa é fast food. A pandemia de covid-19 veio intensificar a adoração das pessoas pelas refeições takeaway. …

Fezes de morcego ajudam a decifrar o passado da humanidade

Uma equipa de investigadores australianos usou fezes de morcego para ajudar a entender uma parte do passado dos nossos ancestrais. Para perceber melhor como é que artefactos antigos são alterados pelo sedimento em que estão enterrados …

"É como fogo". Dezenas de pessoas morreram na República Dominicana após ingestão de álcool ilegal

Depois de dezenas de pessoas morreram por intoxicação nas últimas semanas, as autoridades da República Dominicana acabaram por fechar várias lojas de bebidas alcoólicas. As lojas de bebidas clandestinas situavam-se sobretudo na capital, Santo Domingo, mas …

Eis AlphaDog, a resposta da China para o cão-robô norte-americano Spot

A empresa de tecnologia Weilan, sediada em Nanjing, na China, desenvolveu o AlphaDog, um cão-robô que usa sensores e inteligência artificial (IA) para realizar uma série de aplicações, incluindo entrega de encomendas e orientação para …

E se a vacina contra a covid-19 se chamasse Trumpcine? O "sir" sugeriu e Donald Trump gostou

No fim de semana passado, durante um encontro do Comité Nacional Republicano, o ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que alguém sugeriu que as vacinas disponíveis contra a covid-19 deveriam receber o seu nome. …

O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo com a paz mundial. O Instituto de Economia e Paz estima que, …

Malta vai pagar aos turistas que visitarem a ilha durante o verão

Numa altura em que pandemia não tem dado tréguas ao setor do turismo, Malta anunciou um conjunto de medidas com o objetivo de encorajar os viajantes a visitarem o país e a ficarem hospedados nos …

Pentágono confirma que filmagens de OVNI em forma de pirâmide são autênticas

Uma nova série de imagens e vídeos de OVNIs (Objetos Voadores Não Identificados) filmados pela Marinha dos Estados Unidos foi agora confirmada como autêntica pelo Pentágono. Enquanto muitas pessoas geralmente se referem a avistamentos misteriosos …

Irão vai aumentar produção de urânio enriquecido em resposta ao “terrorismo nuclear” de Israel

O Irão justificou esta quarta-feira a decisão de enriquecer urânio a 60% como resposta ao “terrorismo nuclear” e à “maldade” israelita, referindo-se ao alegado ataque contra a central de Natanz, no domingo. “A decisão de enriquecer …

Possibilidade de ser reinfetado baixa 84% para quem já teve covid-19

Um novo estudo indica que a infeção prévia por SARS-CoV-2 protege a maioria dos indivíduos contra a reinfecção durante uma média de sete meses As probabilidades de reinfeção não descem até zero, mas um novo estudo, …