Erupções vulcânicas podem explicar os misteriosos cristais da Dinamarca

Nicolas Thibault / University of Copenhagen

Ilha dinamarquesa que ainda apresenta camadas de sedimentares visíveis

Algumas das maiores espécies de cristais raros de carbonato de cálcio do mundo, também conhecidos como glendonitas, são encontrados na Dinamarca e isso pode ser explicado pelas erupções vulcânicas.

Os cristais foram formados há cerca de 55 milhões de anos, durante um período conhecido por ter tido algumas das mais altas temperaturas da história geológica da Terra. A presença de cristais desperta assim a admiração e curiosidade entre especialistas de todo o mundo.

Nicolas Thibault, professor do Departamento de Geociências e Gestão de Recursos Naturais da Universidade de Copenhaga, explica que “o facto de encontramos glendonitas durante um período quente, quando as temperaturas estavam em média acima dos 35 graus, é um mistério. Não deveria ser possível”.

A surpresa do professor ao encontrar glendonitas provenientes de uma época mais quente, surge porque este tipo de mineral é compostos de ikaíte, que só é estável quando é exposto a temperaturas abaixo dos quatro graus, refere o Phys.

No seu novo estudo, publicado na página da Faculdade de Ciências da Universidade de Copenhaga a 14 de outubro, o professor Nicolas Thibault e a sua equipa realizaram análises químicas aos glendonitas dinamarqueses. A pesquisa que realizaram revelou que o início da Época Eocena, não foi assim tão quente como se pensava.

“O estudo prova que deve ter havido períodos de frio durante a Época Eocena. Caso contrário, estes cristais não poderiam existir, pois teriam derretido. Também propomos uma sugestão de como essa redução das temperaturas pode ter acontecido, e ao fazê-lo, potencialmente, resolvemos o mistério de como os glendonitas na Dinamarca, e no resto do mundo, surgiram “, esclarece Thibault.

O autor do estudo indica também que “provavelmente houve um grande número de erupções vulcânicas na Gronelândia, Islândia e Irlanda durante este período. Essas gotículas de ácido sulfúrico libertadas na estratosfera, podem ter permanecido na região durante anos, protegendo assim o Planeta do Sol. Isso ajuda a explicar como as regiões frias eram possíveis, o que afetou o clima no início do Eoceno na Dinamarca”.

A presença de atividade vulcânica é revelada por camadas sedimentares visíveis em Fur – ilha da Dinamarca – onde as cinzas vulcânicas ainda são claramente observáveis nas falésias costeiras.

Thibault garante assim que “o estudo ajuda a resolver um mistério sobre os glendonitos, além de demonstrar que episódios mais frios são possíveis mesmo quando se trata de climas quentes. O mesmo pode ser aplicado nos dias de hoje, já que estamos atentos à possibilidade de mudanças climáticas abruptas”, conclui.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

22 mil pessoas vão assistir (no estádio) ao Super Bowl

Um terço das pessoas presentes será composto por profissionais de saúde. Quatro equipas ainda na luta pelo título do campeonato principal de futebol americano. O dia 7 de fevereiro vai contar com uma "visão rara" nos …

Investigadores "voltam atrás no tempo" para calcular idade e local de explosão de supernova

Os astrónomos estão a "voltar atrás no tempo" num remanescente de supernova. Usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA, refizeram o percurso dos estilhaços velozes da explosão a fim de calcular uma estimativa mais precisa …

Cientista dos EUA acredita que o monstro do Lago Ness pode ser uma antiga tartaruga marinha

Um importante cientista dos Estados Unidos acredita que desvendou o mistério do Monstro de Lago Ness e pensa que a criatura é uma espécie ancestral de tartaruga marinha. Henry Bauer, professor aposentado de Química e Estudos …

Biden quer banir uma palavra das leis de imigração dos Estados Unidos

Se o projeto de lei proposto por Joe Biden, recém-eleito Presidente dos Estados Unidos, for aprovado, a palavra alien ("estrangeiro") vai desaparecer das leis de imigração norte-americanas, sendo substituída pelo termo noncitizen ("não cidadão"). A …

“As pessoas são mortas na mesquita, na rua e no trabalho". Em Cabul, reina o medo

Os assassínios seletivos de jornalistas, políticos e defensores dos direitos humanos são cada vez mais frequentes no país, com Cabul e várias províncias a registarem um aumento da violência nos últimos meses. O medo está …

"Fiquem em casa". Enfermeiros deixam "grito de alerta desesperado" aos portugueses

A Ordem dos Enfermeiros lançou esta sexta-feira uma campanha de sensibilização a apelar aos portugueses para ficarem em casa, afirmando que é “um grito de alerta desesperado face à situação de catástrofe que se vive …

Senado francês aprovou lei que protege os sons e cheiros do campo

O Senado francês aprovou a lei, esta quinta-feira, que protege o "património sensorial" das áreas rurais do país, depois de várias queixas sobre os ruídos e cheiros típicos do campo. De acordo com o canal televisivo …

Identificado em Portugal o primeiro caso da variante da África do Sul

O primeiro caso de covid-19 associado à variante genética da África do Sul foi identificado esta sexta-feira em Portugal pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), adiantou à agência Lusa a instituição. O caso identificado …

Está a nascer o primeiro comboio português a hidrogénio (e vai substituir o Vouguinha)

Já arrancou o projecto para o desenvolvimento do primeiro comboio português a hidrogénio. A iniciativa visa transformar as automotoras a gasóleo que circulam na Linha do Vouga - o comboio chamado Vouguinha - por células …

Guardiola diz que Bernardo Silva "sempre foi importante" para City

O treinador Pep Guardiola disse esta sexta-feira que o português Bernardo Silva “está de volta” ao melhor nível e que “sempre foi importante" para o Manchester City, depois de ter "sentido" dificuldades na temporada passada. “Ele …