Erosão causada por tempestade tropical revela naufrágio do século XIX na Florida

Depois da tempestade tropical Eta arrebatar o norte da Florida no início deste mês, um banhista fez uma descoberta inesperada enquanto caminhava na costa de St. Augustine.

Ao caminhar pelas dunas de areia de Crescent Beach, Mark O’Donoghue avistou pedaços de madeira pertencentes a um barco que naufragou no século XIX. A conclusão foi tirada depois de uma equipa de investigadores ajudar a identificar vários naufrágios descobertos na região, revela um comunicado do Programa Arqueológico Marítimo do Farol de St. Augustine.

A equipa acredita que as madeiras são, muito provavelmente, pertencentes ao Caroline Eddy – um navio mercante americano. Contudo, esta hipótese ainda não foi confirmada, pois os investigadores garantem que ainda têm meses de pesquisas pela frente.

“Tudo o que vimos nele até agora encaixa-se nessa hipótese. Os restos parecem-se bastante com outros navios de 1800 que já tínhamos analisado”, revelou Chuck Meide, diretor da organização, no comunicado.

O furacão Eta deixou um rastro de destruição que se estendeu por vários países no início deste mês. A 3 de novembro, a tempestade atingiu a América Central como um furacão de categoria 4.

Segundo o National Park Service, em St. Augustine a tempestade causou marés altas extremas e originou algumas inundações costeiras e erosão da praia. A erosão levou à descoberta do naufrágio que os investigadores acreditam ser os restos do Caroline Eddy.

Meide afirmou à CNN que a equipa está no início das pesquisas, mas neste momento  alinham-se as pistas de que podem ser os destroços deste famoso barco. “Não encontramos nenhum outro candidato tão forte quanto Carolina Eddy”, disse o especialista.

A madeira está em muito bom estado. A areia acabou por a protegeu do ar e do sol”, referiu o investigador, que indica que isso pode facilitar as pesquisas.

Mais de 70% dos naufrágios históricos na Florida correspondem a navios mercantes que transportavam produtos de um porto para o outro ao longo da costa atlântica, dizem os especialistas.

A equipa continua a documentar e recolher amostras de madeira e do trabalho. Devido ao alto custo das escavações, os destroços não serão totalmente recuperados, realça o CNN.

Para preservar o local, a cidade isolou a zona onde foram encontrados os destroços e colocou placas para alertar os visitantes a não vaguearem na área.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Encontradas fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico

Investigadores encontraram fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico. As evidências sugerem que lavar as nossas roupas está a contribuir para esta contaminação. Há muito tempo que o Ártico provou ser um barómetro da saúde …

Campus universitários nos Estados Unidos podem tornar-se super-propagadores da covid-19

Os campus universitários podem tornar-se super-propagadores do novo coronavírus, que causa a covid-19, para toda a sua área de abrangência, concluiu uma nova investigação levada a cabo nos Estados Unidos. Analisando os 30 campus universitários …

A "máscara mais inteligente do mundo" é recarregável, tem microfone e dá luz

A Razer afirma ter criado a máscara mais inteligente do mundo. O Projeto Hazel é um design com um revestimento externo feito de plástico reciclado à prova de água e é transparente para permitir a …

Novo tratamento permite que pessoas com lesões na espinal medula voltem a mexer mãos e braços

Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington conseguiu ajudar seis participantes com lesões traumáticas da espinal medual a recuperar alguma mobilidade de mãos e braços. Muitas das pessoas que sofrem lesões traumáticas da espinal medula …

Ventiladores comprados à China custaram 1,3 milhões. Autarquias algarvias vão pedir devolução do dinheiro

Os 30 ventiladores comprados à China seriam usados nos hospitais do Algarve, mas os equipamentos não funcionam. Os autarcas vão agora exigir devolução do dinheiro. De acordo com a edição do jornal Público deste domingo, o …

EUA um passo atrás da China. Pequim leva avanço na Guerra Comercial (e as suas exportações estão em alta)

No ano em que a pandemia se expandiu em todo o mundo, muitos países viram-se em mãos com graves problemas financeiros e económicos. No caso da China, a situação foi mais positiva e o país …

Alexei Navalny detido no regresso à Rússia

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi detido este domingo no aeroporto em Moscovo quando regressava à Rússia. Os serviços prisionais russos (FSIN) detiveram o opositor russo Alexei Navalny, este domingo, à chegada a Moscovo, acusando-o …

Prazo para trocas ou devoluções suspenso durante confinamento

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem neste período ou nos 10 dias seguintes serão prorrogadas por 30 dias, segundo diploma publicado …

Desde 2001 que polícias negros alertam para racismo de agentes do Capitólio

Com a invasão do Capitólio, investiga-se o alegado racismo existente na Polícia do Capitólio. Desde 2001 que agentes negros denunciam casos de discriminação racial no departamento. Desde 2001, centenas de agentes policiais negros processaram o departamento …

Um megatsunami devastou uma vila na Gronelândia. Três anos depois, há quem não possa voltar a casa

Em junho de 2017, Nuugaatsiaq, na Gronelândia, foi devastada por um megatsunami, cujas ondas foram desencadeadas por um enorme deslizamento de quase 30 quilómetros através do fiorde. Embora as ondas se tivessem dissipado quando chegaram a …