Erling Haaland: Quem é o goleador com melhores números que Messi e Ronaldo?

Borussia Dortmund / Twitter

Erling Haaland, avançado norueguês do Dortmund.

Erling Haaland, avançado norueguês do Dortmund.

Erling Haaland está a caminho do Manchester City. Os 60 milhões de euros pagos escondem um valor que não é cotável e que promete mostrar-se nos próximos anos.

Em novembro de 2019, Erling Braut Haaland tinha 19 anos e ainda jogava no Red Bull Salzburgo, na Áustria. Já na altura, o ZAP escrevia sobre o potencial astronómico do jovem norueguês, que já era “uma verdadeira máquina de fazer golos”.

Transportados mais de dois anos para o futuro, vemos que Haaland correspondeu às expectativas.

O Manchester City confirmou, esta terça-feira, ter chegado a um “princípio de acordo” com o Borussia Dortmund para a contratação do avançado de 21 anos.

Os citizens vão desembolsar uma humilde quantia de 60 milhões de euros, relativos à cláusula de rescisão do nórdico. Tendo em conta que está cotado em 150 milhões de euros pelo Transfermarkt, é um achado por parte do clube treinado por Pep Guardiola.

O investimento do Manchester City chegará aos 100 milhões de euros com a inclusão das comissões de empresários.

O ainda avançado do Borussia Dortmund poderá ser o jogador mais bem pago da história da Premier League, segundo relatos da imprensa britânica. Nesta caso, Haaland receberia um salário de 500 mil libras semanais — cerca de 603 mil euros.

No entanto, a imprensa desportiva sugere agora que o valor acordado poderá ser inferior. Haaland deverá assinar um contrato válido até 2027, com um salário de 470 mil euros semanais — o mesmo de Kevin De Bruyne, o jogador mais bem pago do plantel.

Erling Haaland formou-se no Bryne, o mesmo clube em que jogou o seu pai, Alf-Inge Haaland, antes de se mudar para Inglaterra, onde representou o Nottingham Forest, o Leeds United e, precisamente, o Manchester City. No entanto, não se pode dizer que o filho foi buscar a veia goleadora ao pai, já que Alf-Inge atuava como defesa direito.

Na sua época no Manchester City chegou a partilhar balneário com grandes nomes, como por exemplo Peter Schmeichel, Robbie Fowler, Nicolas Anelka e Wright-Phillips.

O avançado começou a dar nas vistas em maio de 2019, quando no Mundial de sub-20, num jogo frente às Honduras, faturou nove golos numa vitória por 12-0.

A frieza finalizadora de Haaland é inquestionável. O jovem tem o melhor rácio de minutos por golo na história da Liga dos Campeões, marcando em média a cada 64 minutos.

Mario Gómez (102), Roberto Soldado (102) e Lionel Messi (104) são os jogadores que se seguem na lista, embora a uma distância considerável do internacional norueguês.

Por causa de várias lesões sofridas nos últimos meses, Haaland não vai superar os 30 jogos nesta temporada. Ainda assim, o futebolista marcou até agora 28 golos — um rácio de quase um golo por jogo.

As lesões são um aspeto preocupante. Nos últimos três anos, o jogador lesionou-se por 13 vezes. Por medir 1,94 metros e por pesar 88 quilos, é talvez mais provável que sofra lesões.

A questão é que, para Ronaldo e Messi conseguirem manter-se constantemente no topo, foi essencial não acumular lesões. Nenhum dos dois “desapareceu” dos relvados com frequência por causa de problemas físicos. Haaland ainda tem 21 anos mas não está a conseguir seguir esse percurso.

Ainda assim, a taxa de golos de Haaland é atualmente mais acentuada do que Benzema, Lewandowski, Messi e Ronaldo tinham na mesma altura das suas carreiras, escreve o The Athletic.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

(dr) The Athletic

A trajetória comparativa de golos ao longo dos anos.

Desde a temporada passada, apenas Kylian Mbappé (42) e Robert Lewandowski (62) marcaram mais do que os 41 golos — sem penáltis incluídos — de Haaland nas cinco principais ligas europeias. Importante realçar que tanto o francês como o germânico somam significativamente mais minutos do que o norueguês.

Olhando para o seu rácio de golos sem penáltis (0,87 por 90 minutos) e comparando aos expected goals (0,71 por 90 minutos), vê-se que não só Haaland é um dos melhores nas chances que tem para marcar, como também converte essas oportunidades acima da expectativa. O conceito de expected goals encontra-se explicado neste artigo do GoalPoint.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE