Enviado de Trump ao Médio Oriente recusa falar em dois estados (um israelita e um palestiniano)

thejointstaff / Flickr

Jared Kushner, marido de Ivanka Trump e consultor sénior do presidente dos Estados Unidos, Donald J. Trump

O enviado especial de Donald Trump para o Médio Oriente, Jared Kushner, que é também seu genro, confirmou que apresentará o seu plano de paz quando terminar o mês do Ramadão, em junho. Este plano não consagra a solução tradicional de dois estados, um israelita e um palestiniano, vivendo lado a lado.

Segundo avançou o Expresso, no domingo, Jared Kushner – amigo e apoiante de longa data do primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu, bem como dos colonatos judaicos na Faixa Ocidental – afirmou, numa conferência em Nova Iorque: “Se as pessoas se focarem nos velhos pontos tradicionais de discussão, não faremos progresso. Se se disser dois estados, isso significa uma coisa para os israelitas e outra para os palestinianos, portanto não o digamos. Trabalhemos simplesmente nos detalhes do que isso significa”.

A ideia do enviado especial, como indicou, passa por tentar conquistar a adesão árabe através de melhorias na situação económica dos palestinianos. Talvez tenha sido com esse fim que a administração americana cortou os subsídios dos Estados Unidos (EUA) aos palestinianos, deixando várias agências em situação desesperada e aumentando a pressão sobre o lado palestiniano, o qual garante que isso não o fará ceder, informou o Expresso.

Outro aspeto da mudança de atitude americana em relação ao passado foi o facto de ter reconhecido oficialmente Jerusalém como capital de Israel, ao arrepio da posição de grande parte da comunidade internacional, que segue a linha dos acordos de Oslo, segundo a qual o estatuto final de Jerusalém deve ser objeto de negociações.

Também aqui Jared Kushner afirmou que se limitou a reconhecer as realidades: Jerusalém é a capital de Israel. Quanto ao resto, mencionou esforços anteriores como a Iniciativa de Paz Árabe de 2002, descrevendo-a como “uma boa tentativa” mas acrescentando: “se funcionasse, teríamos conseguido a paz há muito tempo nessa base”.

“Adotámos o que julgo ser uma abordagem não convencional. Estudámos esforços passados e como falharam e porque falharam”, explicou. Defendeu o seu próprio plano, embora admitindo que as probabilidades de o mesmo não resultar são grandes.

E disse ainda: “Espero que ambos os lados olhem realmente para ele, o lado israelita e o lado palestiniano, antes de quaisquer passos unilaterais serem dados [referindo-se à promessa, feita por Benjamin Netanyahu, de anexar formalmente blocos de colonatos]. Espero que olhem e avaliem e vejam se acham que é o caminho para um futuro melhor”.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pfizer pode ter vacina ainda neste ano. Guterres exige que esteja “disponível e acessível” para todos

A farmacêutica Pfizer está otimista em relação à perspetiva de fornecer uma vacina contra a covid-19 ainda em 2020. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, exigiu que esteja “disponível” e “acessível” para todos. Albert Bourla, …

Nem um carro consegue esmagar este besouro indestrutível

O diabólico besouro de ferro tem um dos mais resistentes exoesqueletos naturais. A forma como este animal consegue sobreviver pode inspirar o desenvolvimento de novos materiais com a mesma dureza. Engenheiros da Universidade da Califórnia e …

OSIRIS-REx recolheu demasiadas amostras do Bennu (e está a perder parte delas)

A NASA revelou que a sonda OSIRIS-REx conseguiu recolher uma grande amostra de partículas do asteróide Bennu - tanto material que fez com que a tampa do compartimento não fechasse corretamente. Na semana passada, a sonda …

Cientistas captam atmosfera de um extraordinário exoplaneta que não deveria existir

Uma equipa de cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, captou a atmosfera de um exoplaneta "que não deveria existir" ao analisar dados do telescópio TESS da agência espacial norte-americana (NASA). O planeta em causa …

Refrigerantes light causam o mesmo risco de doenças cardíacas que bebidas normais

Um novo estudo da Universidade Sorbonne, em Paris, descobriu que bebidas adoçadas artificialmente - como as light, diet e zero - podem ser tão prejudiciais para o coração quanto os refrigerantes normais. Os investigadores, que acompanharam …

“Monstro patológico”. Documento revela que Henrique VIII planeou decapitação de Ana Bolena

Uma equipa de investigadores encontrou um livro que contém instruções específicas do rei Henrique VIII que mostram que o monarca queria que a sua segunda esposa, Ana Bolena, fosse executada. Neste documento, o rei Henrique VIII …

Robô humanóide sem cabeça empilha e carrega caixas (e já está à venda)

A fabricante de robôs Agility construiu um robô humanóide bípede chamado Digit, que consegue carregar caixas e que está a ser vendido por 250 mil dólares. De acordo com o TechXplore, o robô Digit foi projetado …

Porto 2-0 Olympiacos | Chama do “dragão” trava gregos

O FC Porto venceu na noite desta terça-feira o Olympiacos por 2-0, numa partida relativa à segunda jornada do Grupo C da Liga dos Campeões, sob o olhar dos cerca de 3750 adeptos que se …

Antigos maias construíram filtros de água sofisticados (capazes de funcionar nos dias de hoje)

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Cincinnati (UC), os antigos maias da cidade de Tikal construíram sofisticados filtros de água através do uso de materiais naturais importados. Os investigadores da UC descobriram evidências de …

Como é que as pandemias acabam? A História sugere que as doenças vêm para ficar (durante milénios)

Uma combinação de esforços de saúde pública para conter e mitigar a pandemia veio ajudar a controlá-la. No entanto, epidemiologistas acreditam que as doenças infeciosas, como é o caso da covid-19, nunca desaparecem.  Ao longo dos …