Engenharias ultrapassam Medicina. Aeroespacial recupera título do curso com a média mais alta

Tomaz Silva / ABr

Engenharia Aeroespacial, no Instituto Superior Técnico (IST), da Universidade de Lisboa, recuperou a liderança na lista das médias mais altas de entrada no ensino superior público. Dois cursos de Medicina ficaram fora do top 20.

Depois de um ano de interrupção – depois de o único colocado em Engenharia Civil na Universidade da Madeira ter catapultado a instituição para a liderança das médias mais altas em 2018 – Engenharia Aeroespacial recupera “o título” de curso com a média de entrada mais elevada, com um registo de 18,95 valores.

Os dados oficiais divulgados este domingo pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) mostram que os cursos de engenharia marcam cada vez mais presença no topo desta tabela, remetendo dois dos sete cursos de Medicina para fora do top 20 das médias mais altas.

A Engenharia Aeroespacial sucedem-se Engenharia Física Tecnológica, também no IST, com um registo de 18,88 valores no último colocado e Bioengenharia, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, com um registo de 18,65 valores.

Entre os cursos de Medicina é o do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, da Universidade do Porto, que regista a nota mais alta, com 18,5 valores, a quinta nota de acesso ao ensino superior mais elevada na primeira fase do concurso nacional deste ano.

Entre os cursos que este ano deixaram dois cursos de Medicina abaixo das 20 notas de entrada mais altas estão várias engenharias das universidades de Lisboa, Porto e Minho, mas também do Politécnico do Porto, Arquitetura no Porto, Gestão na Nova de Lisboa e no Porto a até um curso da área de Letras, como foi o caso de Línguas e Relações Internacionais na Universidade do Porto. Todos estes cursos tiveram notas dos últimos colocados superiores a 17,5 valores e nenhum deixou vagas por preencher.

Em mais de mil cursos há 702 que já não têm qualquer vaga disponível para a segunda fase do concurso nacional de acesso, há 38 que não tiveram qualquer aluno colocado, maioritariamente em politécnicos no interior do país, e 128 com menos de 10 alunos colocados.

No total dos cursos abertos, a média mais baixa do país foi de 9,5 (valor mínimo para acesso à faculdade), registada em nove cursos, sendo que ficaram ainda vagas por preencher.

Os resultados da primeira fase do CNA estão desde domingo disponíveis na página da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES). Os candidatos puderam concorrer a 1.087 cursos nas universidades e politécnicos públicos.

A segunda fase de candidaturas decorre entre 9 e 20 de setembro e os resultados são divulgados a 26 de setembro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Hotelaria pressiona Governo. Quer que turistas com estadias marcadas possam circular entre concelhos

A proibição de deslocação entre concelhos entre dia 30 de outubro e 3 de novembro de modo a evitar contágios agradou a alguns, mas não ao setor hoteleiro, que quer ser deixado de fora da …

Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de hoje (e durante 45 dias)

A Transtejo tinha informado que a ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa estaria suspensa a partir desta segunda-feira, por 45 dias, devido a obras, mas será assegurado transporte rodoviário até ao terminal de Almada. “A …

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …

Chilenos votam de forma esmagadora para substituir Constituição de Pinochet

Os chilenos votaram de forma esmagadora, este domingo, a favor de uma nova Constituição para substituir a herdada da era do ditador Pinochet, num referendo realizado um ano após uma revolta popular contra a desigualdade …