Pessoas que enfrentam bem a manhã são mais saudáveis (e trabalham melhor)

Vários estudos têm demonstrado que algumas pessoas enfrentam as manhãs de forma naturalmente melhor, o que faz com que tenham um conjunto de diferenças cerebrais que as tornam mais felizes quando acordam.

Por outro lado, as “corujas da noite” (termo científico) são mais propensas a gostar da tarde e da noite, e a odiar a manhã, sendo menos felizes pela manhã.

A ciência diz que apesar de ser possível treinar a predisposição com que acordamos de manhã, ou melhorá-la com recurso a alguns estimulantes (como é o caso do café), certos conjuntos de genes – chamados cronótipos – ajudam a esta tendência.

No entanto, um novo estudo descobriu que os cronótipos podem ser ainda mais importantes do que se pensava. A pesquisa mostrou que estes genes estão diretamente ligados à quantidade de sono que uma pessoa pode dormir e ao seu desempenho no trabalho.

Segundo o IFL Science, para descobrir de que forma os cronótipos afetam o dia a dia das pessoas, uma equipa de investigadores analisou um grupo de mais de 12 mil pessoas.

Cada participante foi questionado sobre vários aspetos da sua vida, incluindo padrões de sono, saúde geral e hábitos de trabalho. A partir desses dados, cada indivíduo foi agrupado como uma pessoa da manhã (tipo M), uma pessoa da noite (tipo E), ou um cronótipo intermediário.

A maioria dos homens era do tipo M (46%) ou intermediário (44%), com apenas 10% a ser colocado no grupo do tipo E. Nas mulheres a tendência foi semelhante: 44% eram do tipo M, 44% intermediário e 12% do tipo E.

Quando comparadas ao tipo M, as pessoas do tipo E apresentaram resultados piores em aspetos muito diferentes da vida. Isto porque dormem menos e são mais propensas a serem solteiras e desempregadas.

Os cronótipos noturnos já foram anteriormente associados a indivíduos com problemas de saúde e com pouca capacidade de trabalho. Pelo contrário, pessoas que acordam bem de manhã são consideradas mais saudáveis e com maior produtividade no emprego.

Os especialistas sugerem que os cronótipos devem ser levados em consideração no planeamento dos horários de trabalho, para garantir uma melhoria na saúde e no desempenho dos funcionários.

Apesar dos vários estudos, continua a ser difícil descobrir os cronótipos genéticos, mas os investigadores acreditam que estes sejam hereditários.

O estudo foi publicado na revista Occupational and Environmental Medicine.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pedro Nuno quer tirar carros das estradas (e que viagens de avião com menos de 600 quilómetros desapareçam)

Esta segunda-feira, foi lançado o Plano Ferroviário Nacional (PFN) numa sessão pública organizada no LNEC-Laboratório Nacional de Engenharia Civil, que deverá estar concluído em março de 2022. Na apresentação, o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, …

Estas formigas encolhem o cérebro para se tornarem rainhas

Cientistas descobriram que as formigas saltadoras indianas reduzem o tamanho do seu cérebro para terem a oportunidade de se tornarem rainhas (e que são capazes de reverter esta mudança quando é preciso). Há muito que …

O "fantasma" de Sócrates pairou no aniversário do PS, mas ninguém o mencionou

O secretário-geral do PS, António Costa, homenageou esta segunda-feira, dia do 48.º aniversário do partido, os primeiros 115 autarcas socialistas eleitos em 1976 e afirmou que os militantes do partido são mais importantes do que …

"Sem paralelo em qualquer outra experiência externa". Marcelo elogia reuniões no Infarmed

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considera que as reuniões do Infarmed, que juntam especialistas, líderes políticos e parceiros sociais, são realizadas “num quadro político e institucional sem paralelo em qualquer outra experiência …

Fotografia da NASA demonstra Teoria da Relatividade Geral de Einstein

O aglomerado Abell 2813 tem tanta massa que atua como uma lente gravitacional, fazendo com que a luz de galáxias distantes se curve à sua volta. A lente gravitacional acontece quando a massa de um objeto …

Astrónomos descobrem uma super-Terra perto de uma estrela gelada

Uma equipa de investigadores descobriu uma super-Terra a orbitar GJ 740, uma estrela anã fria localizada a cerca de 36 anos-luz do nosso planeta. Nos últimos anos, os cientistas têm levado a cabo uma busca exaustiva …

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …