Enfartes: risco de morte é superior em doentes tratados no sul do país

Os doentes com enfarte agudo do miocárdio que são tratados em hospitais públicos das regiões de Lisboa e Vale do Tejo, do Alentejo ou do Algarve têm um maior risco de morte do que os que são assistidos em unidades do norte do país.

Um paciente que sofra um enfarte agudo do miocárdio tem um risco de mortalidade que chega a ser 30% maior se for tratado num hospital de Lisboa ou da região sul do que se for assistido numa unidade do norte do país. Esta conclusão é de um estudo da investigadora Mariana Lobo, do Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (Cintesis).

Segundo o jornal Público, a cientista analisou mais de 38 mil registos de internamento de 37 centros hospitalares públicos, entre 2012 e 2015, para concluir que os cuidados de saúde prestados aos doentes com enfartes diferem em todo o país.

De acordo com Mariana Lobo, “a mortalidade deveria ser homogénea, mas não é“. Estas diferenças notam-se não só ao nível da mortalidade intra-hospitalar, de doentes que já estão internados, em que há uma variação de 8% em função da região, mas também nos regressos ao hospital após a alta. Os dados dão conta de que um doente assistido nas regiões de Lisboa, Alentejo ou Algarve corria, nesse período, um risco de admissão 20% superior em relação às pessoas do norte.

O jornal refere ainda que outro dos parâmetros que pesa nesta área é a experiência, já que os cuidados de saúde prestados tendem a ser melhores nos hospitais que tratam mais casos de enfarte, embora esse fator não implique necessariamente que a maiores unidades de saúde tratam melhor os pacientes.

Aliás, os dados analisados apontam que os resultados tendem a ser melhores se os hospitais forem menores. Além disso, mostram ainda que a probabilidade de uma vítima de enfarte morrer é duas vezes maior se for tratada num hospital de alto risco em termos estatísticos.

A verdade é que os números indicam que a região Sul apresenta hospitais “fora do expectável de uma variabilidade natural”. Apesar disso, a investigadora sublinha que alguns deles podem até ser “excelentes, porque a sua análise não aponta as causas que justificam estes resultados – nem tão pouco pode identificar os hospitais com melhores e piores estatísticas”.

“Desencadeiam mais perguntas do que respostas e é preciso agora estudar as razões que justificam esta disparidade e desenhar estratégias para reduzir as desigualdades”, diz Mariana Lobo ao Público.

A duração média da hospitalização dos doentes no período estudado foi de cinco dias e cerca de 10% morreram durante o internamento. A maior parte dos doentes era do sexo masculino e tinha uma média de idades de 69 anos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …

China usa comités partidários para manipular empresas estrangeiras

Em outubro, quando a Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA) tentou voltar atrás no apoio aos protestos em Hong Kong, foi criticada por se submeter ao regime autoritário da China. Mas são cada vez mais as …

Ângelo Rodrigues, Flamengo e Tinder. Os temas mais procurados pelos portugueses no Google

Ângelo Rodrigues, Flamengo, como saber onde votar, como funciona o Tinder e "Game of Thrones" estão entre os tópicos que os utilizadores portugueses do Google mais pesquisaram ao longo de 2019. Os dados são divulgados …