Encontradas nos Açores espécies novas de moluscos com mais de 4 milhões de anos

A 14.ª expedição “Paleontologia em ilhas atlânticas”, que decorreu em Santa Maria, nos Açores, permitiu encontrar e confirmar espécies novas de moluscos marinhos com mais de quatro milhões de anos.

“Os cientistas vão fazer agora um estudo de grande dimensão que vai permitir conhecer e descrever toda a fauna mais antiga, que tem entre quatro a 4,3 milhões de anos“, disse o biólogo marinho Sérgio Ávila, da Universidade dos Açores.

A expedição, que se realizou entre 14 e 21 de julho na ilha de Santa Maria, onde o Governo dos Açores iniciou uma visita estatuária de dois dias, contou com a participação de 22 investigadores de dez nacionalidades.

Segundo o investigador, o estudo destas espécies novas de moluscos implica visitar museus na Europa onde estas faunas estão depositadas.

Sérgio Ávila, docente no Departamento de Biologia da academia açoriana, lidera há anos uma equipa de investigação multidisciplinar que estuda a evolução geológica de Santa Maria, ilha que tem cerca de seis milhões de anos e a maior jazida de fôsseis a céu aberto do Atlântico Norte.

Desde 2005 que são feitas expedições àquela ilha do grupo oriental do arquipélago e, de acordo com o investigador, “ano após ano, a ilha tem sido um manancial de informação formidável”.

Sérgio Ávila salientou que as expedições anuais a Santa Maria consistem no estudo da geologia e da paleontologia, investigações cujos resultados são posteriormente divulgados através da publicação de artigos científicos, além do lançamento de livros, documentários de televisão e a criação de uma série de rotas temáticas relacionadas com os fósseis.

“Todas as ilhas [dos Açores] são de origem vulcânica, mas Santa Maria tem uma história particular e possui algo que mais nenhuma ilha tem, que são fósseis marinhos em quantidade e abundância e muito relevantes, alguns deles muito raros em ilhas oceânicas”, frisou, acrescentando que “restos de cetáceos, ossos e dentes de antigas baleias só existem em Santa Maria e em mais três ilhas em todo o mundo”.

No âmbito da investigação em Santa Maria ao longo destes anos, o biólogo indicou que já passaram pela ilha “mais de 70 investigadores nacionais e internacionais”.

“Do ponto de vista científico, a ilha talvez seja uma das mais conhecidas a nível mundial e o resultado de todo este conhecimento científico faz-nos levar a estudar outros arquipélagos”, referiu, adiantando que estão a ser implementados os primeiros estudos em Cabo Verde, onde a sua equipa já se deslocou uma vez, e irá ainda a Porto Santo, na Madeira.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Detetado fator climático determinante para a propagação do coronavírus

Altas temperaturas combinadas com baixa humidade propiciam que as gotículas contaminadas com o novo coronavírus evaporem mais rapidamente, reduzindo a sua capacidade de infetar pessoas. De acordo com os cientistas, citados pelo canal estatal russo RT, …

Bayern Munique vence Sevilha e conquista a Supertaça Europeia

O Bayern Munique conquistou, esta quinta-feira, a Supertaça Europeia, ao derrotar o Sevilha por 2-1, em Budapeste, na Hungria. Os alemães do Bayern Munique conquistaram a Supertaça Europeia pela segunda vez ao derrotarem os espanhóis do …

Sporting 1-0 Aberdeen | "Leão" eficaz segue para o play-off

O Sporting foi eficaz e assegurou uma vaga no “play-off” de acesso à fase de grupos da Liga Europa. Na noite desta quinta-feira, num embate relativo à 3ª pré-eliminatória da competição, os “leões” bateram o Aberdeen …

A NASA descobriu uma nova forma de aterrar em segurança na Lua

A NASA construiu um sistema totalmente novo que pode tornar a aterragem na Lua e em Marte muito menos arriscada - e já tem planos de testá-lo numa missão futura. De acordo com o TechCrunch, o …

Rio Ave elimina Besiktas e está no play-off da Liga Europa

O Rio Ave venceu os turcos do Besiktas, esta quinta-feira, no desempate por grandes penalidades (4-2), após o 1-1 no tempo regulamentar, em jogo da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, seguindo em frente na competição. Em …

Dois dinossauros morreram como as vítimas de Pompeia. Foi há 125 milhões de anos, na China

Um grupo de arqueólogos na China acabou de descobrir dois fósseis de uma nova espécie de dinossauro, que estiveram presos no subsolo por 125 milhões de anos devido a uma erupção vulcânica pré-histórica. Os investigadores …

Batalhas de feiticeiros e círculos de demónios. Revelados textos cristãos que não foram incluídos na Bíblia

Os textos da Bíblia como a conhecemos hoje foram "canonizados" pela primeira vez pela Igreja no final do século IV. No entanto, antes disso, centenas de outros textos religiosos circularam por toda a Cristandade. Há mais …

Autoeuropa confirma que não irá renovar contrato a 120 trabalhadores

A administração da fábrica de automóveis Volkswagen Autoeuropa, em Palmela, confirmou, esta quinta-feira, que não vai renovar os contratos a termo de 120 trabalhadores ligados à produção dos veículos MPV (Multi-Purpose Vehicle). "A Autoeuropa reafirmou a …

Glaciar na Islândia "escondia" bombardeiro norte-americano da 2ª Guerra Mundial

Os destroços de um bombardeiro norte-americano B-17 Flying Fortress que colidiu com o glaciar Eyjafjallajökull durante a II Guerra Mundial estão gradualmente a aparecer à medida que a geleira recua devido às alterações climáticas. De acordo …

40 anos depois, assassino de John Lennon pede desculpa pelo crime "desprezível"

Mark David Chapman, o homem que assassinou John Lennon, diz que matou o ex-Beatle por "raiva e ciúmes" e pediu desculpa a Yoko Ono, 40 anos depois. Em 1980, Chapman atingiu John Lennon com quatro tiros …