Encontrada em Gibraltar a segunda pegada de neandertal no mundo

Erich Ferdinand / Flickr (OD)

O Homem do Neandertal

Investigadores das universidades de Huelva e Sevilha, juntamente com equipas de paleontologia de outros quatro países, incluindo Portugal, certificaram a descoberta em Gibraltar da segunda pegada no mundo de um homem de Neandertal, com cerca de 29.000 anos.

A pegada corresponderá a um jovem com cerca de 1,30 metros, noticia a agência Efe.

Trata-se de uma descoberta apoiada por especialistas das Universidades de Lisboa, do Geoparque Global Naturtejo e Universidade de Coimbra (Portugal), Toronto (Canadá), Atacama (Chile) e o Levantamento Geológico do Japão. O trabalho culminou uma investigação científica que certifica a descoberta de uma pegada apenas comparável com a encontrada na Gruta de Vartop (Roménia) e certificada em 2018.

A investigação, segundo a informação a que a Efe teve acesso, foi dirigida pelo catedrático da Universidade de Huelva Joaquín Rodríguez Vidal, que encontrou estes vestígios depois de analisar a paleopaisagem de uma duna localizada na zona do Levante del Peñon.

Além desta pegada humana, foram certificadas outras, pertencentes à fauna que povoava a zona, como cabras, linces, cervos, leopardos e inclusive elefantes.

A investigação, que será publicada na revista Qaternary Science Reviews, foi possível graças ao estudo de uma antiga pedreira de areia, hoje abandonada, que sofre frequentes derrocadas de sedimentos e deixa a descoberto estas pegadas, algumas em sequência vertical, outras em relevo.

No trabalho de investigação, o professor do Departamento de Cristalografia, Mineralogia e Química Agrícola da Universidade de Sevilha e autor principal do artigo, Fernando Muñiz, juntamente com colegas portugueses, submeteu as amostras recolhidas a estudos de laboratório e encontrou nas peças restos de pegadas de vertebrados.

Numa das análises reconheceram a pegada humana, apesar de para os investigadores clássicos datar entre 28.000 e 29.000 anos a pegada de um Neandertal ser objeto de polémica, uma vez que em teoria o seu desaparecimento ocorreu há 40.000 anos.

No entanto, “as evidências” com as que os investigadores têm trabalhado nos registos de grutas em Gibraltar “demonstram uma ocupação muito tardia” daquela zona por humanos Neandertais, tendo sido “um refúgio climático e de recursos alimentares para estes últimos habitantes”, indicaram Muñiz e Vidal.

A descoberta foi possível graças ao financiamento de Espanha e Gibraltar, cujas autoridades financiam há mais de 30 anos estudos que permitiram vários achados únicos, como as primeiras evidências mundiais de gravuras realizadas por Neandertais, encontradas precisamente na Gruta de Gorham, hoje Património da Humanidade.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …