Congresso americano gastou mais de 17 milhões a “abafar” casos de assédio e ilegalidades

Stephen D. Melkisethian / Flickr

Edifício do Capitólio / Senado norte-americano, em Washington

O Governo dos Estados Unidos já gastou mais de 17 milhões de dólares para “resolver” ilegalidades laborais como assédio sexual ou discriminação racial. Todo este dinheiro tem origem nos contribuintes norte-americanos.

O Congresso dos Estados Unidos desembolsou mais de 17 milhões de dólares em acordos com os seus funcionários para resolver disputas laborais nos últimos 20 anos. O montante é disponibilizado por uma conta especial do Departamento do Tesouro norte-americano, criada em 1995.

Numa altura em que existem vários alegados casos de má conduta sexual, o gabinete revelou os números sem os detalhar, evitando que seja possível determinar quantos dos 264 acordos e indemnizações são devido a casos sexuais.

Os funcionários do Capitólio que se queixam de algum tipo de disputa laboral têm de esperar pelo menos três meses até que a queixa seja efetivada. Caso seja estabelecido um acordo entre ambas as partes, o acordo é mantido em segredo. No que toca aos pagamentos, não são incluídos nos gastos do Congresso, divulgados anualmente.

Nos últimos 20 anos, 2007 foi o ano em que se registaram mais acordos, com 25 casos envolvendo o pagamento de cerca de quatro milhões de dólares. As queixas vão de situações de assédio sexual, discriminação racial e religiosa ou pagamento de horas extra.

O que começou por ser uma vaga de acusações de assédio sexual restritas a Hollywood, alastrou-se à política. O candidato republicano às eleições especiais para o Senado no estado do Alabama, Roy Moore, é um dos acusados.

Embora várias figuras tenham pedido o afastamento de Moore da corrida eleitoral, o presidente Donald Trump pronunciou-se esta terça-feira sobre o assunto, ressalvando que Moore “negou totalmente” as alegações.

Segundo o Público, o presidente norte-americano apelou ao voto no republicano mesmo depois de ter afirmado anteriormente que considerava as acusações contra Moore “extremamente perturbadoras”.

Sobre estas acusações de assédio sexual, Donald Trump afirmou que “as mulheres são muito especiais. Muitas coisas estão a surgir. Penso que isso é bom para a nossa sociedade e muito, muito bom para as mulheres e estou muito feliz”, acrescentou.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Conclusão os politicos é q são os criminosos e quem paga são os contribuintes?? Estes politicos fazem as leis só p eles ou p criminosos como eles…

RESPONDER

Estados Unidos filtram imigrantes que possam ser um "fardo" para o país

Os imigrantes que optem por residir permanentemente nos EUA, mas que o Governo considere que são um encargo para as finanças públicas, podem ver negado o seu visto, de acordo com uma lei que entra …

"A solução única é apoiar a minha candidatura". CDS e Chega reúnem-se para falar sobre as presidenciais

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, vai reunir-se na quinta-feira com o deputado e líder do Chega, André Ventura, na Assembleia da República. A reunião "de cortesia" foi pedida pelo CDS, para "apresentação de …

Gordura à volta dos vasos sanguíneos pode ajudar a mantê-los saudáveis

A gordura encontrada à volta das artérias pode ajudar a manter os vasos sanguíneos saudáveis, ajudando a reduzir a tensão deles quando esticam. A gordura à volta das artérias, conhecida como tecido adiposo perivascular, pode …

Sporting disposto a pagar 5 milhões ao Sp. Braga por Rúben Amorim

O Sporting estará decidido a "roubar" o treinador Rúben Amorim ao Sporting de Braga. E para isso poderá pagar cinco milhões de euros, incluindo jogadores nas negociações, segundo a CMTV. O percurso vitorioso do Sp. Braga …

Rui Pinto apresenta queixa contra Portugal na União Europeia

A defesa de Rui Pinto, criador do Football Leaks, anunciou esta segunda-feira que vai apresentar uma queixa contra Portugal na União Europeia, alegando que as regras europeias de extradição do seu constituinte não foram respeitadas. “Houve …

Português infetado com coronavírus no Japão já foi transferido para o hospital

O português infetado com o coronavírus Covid-19 num navio de cruzeiros no Japão foi esta terça-feira transferido para um hospital na cidade de Okazaki. A mulher de Adriano Maranhão afirmou à agência Lusa que tinha acabado …

Cientistas descobrem novo estado eletrónico da matéria

Uma equipa de cientistas norte-americanos observou um novo estado da matéria, que mostra que os eletrões podem unir-se de maneira semelhante à forma como os quarks se combinam para formar neutrões e protões. Normalmente, os eletrões …

"Célula de combustível reversa" converte resíduos de carbono em produtos valiosos

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Toronto, no Canadá, anunciou o desenvolvimento de um eletrolisador capaz de produzir produtos químicos valiosos a partir de CO2 e eletricidade limpa com uma velocidade 10 vezes superior …

Descobertas da missão Juno alimentam mistério da água em Júpiter

A missão Juno da NASA forneceu os seus primeiros resultados científicos sobre a quantidade de água na atmosfera de Júpiter. Publicados recentemente na revista científica especializada Nature Astronomy, os resultados da Juno estimam que, no …

Os humanos podem descender de marcianos antigos, diz Bill Nye

Bill Nye defendeu recentemente que é importante continuar a financiar a agência espacial norte-americana, especialmente se as missões levadas a cabo pela NASA no futuro ajudarem a responder a uma questão há anos tira o …