Empresas com activos tóxicos do BPN devem 2.500 milhões ao Estado

-

As empresas que gerem os activos tóxicos do BPN tinham dívidas ao Estado da ordem dos 2.500 milhões de euros, no final de 2015. Só a Parvalorem tem mais de 10 mil processos em tribunal, a maior parte por crédito em incumprimento.

Estes dados constam dos últimos relatórios e contas das empresas Parvalorem, Parups e Parparticipadas, as sociedades fundadas, em 2010, para ficarem com os activos tóxicos do ex-BPN, no âmbito do processo de reprivatização do banco.

Segundo a informação disponibilizada pela empresa, a carteira de crédito ascendia, no final de 2015, a 3.160 milhões de euros, sendo que 80% são créditos cujos devedores estão em incumprimento, ou seja, 2.500 milhões de euros.

Este valor respeita a empréstimos solicitados pelas empresas à Direcção Geral de Tesouro e Finanças (DGTF) para assegurarem o seu funcionamento.

Já os restantes 20%, equivalente a 660 milhões de euros, são empréstimos que estão a ser pagos normalmente pelos clientes.

A Parvalorem é a principal empresa devedora, com “mais de 60% da dívida total de 2.475,6 milhões de euros”, segundo avança o Dinheiro Vivo.

A Parups “devia ao Estado 851 milhões de euros no final de 2015” e a dívida da Parparticipadas é de “quase 39 milhões de euros”, sustenta o mesmo site económico.

Parvalorem tem 10 mil processos pendentes em tribunal

A Parvalorem tem mais de 10 mil processos em tribunal, a maior parte relativos a crédito em incumprimento, e cuja natureza varia desde acções declarativas até às insolvências, passando naturalmente pelas acções executivas, conforme disse à Lusa o presidente da Parvalorem, Francisco Nogueira Leite.

No entanto, o responsável explicou que nem todos os processos judiciais em curso decorrem da acção directa da empresa, uma vez que, em muitos casos, foram os próprios devedores em incumprimento que pediram o estatuto de Processo Especial de Revitalização (PER) ou em que foram apresentadas acções por terceiros, o que obriga a Parvalorem a reclamar de créditos.

Já no relatório do conselho fiscal da Parvalorem, relativo a Junho de 2016, disponível na sua página na Internet, são referidos os mesmos 10 mil processos legais em curso e é dito que “92% dos valores em dívida” estão “associados a processos judiciais”.

Refere ainda a Parvalorem que “62% da carteira não tem quaisquer garantias associadas”.

ZAP // Lusa

RESPONDER

Guia de descontos para uma Black Friday em grande

O conceito começou por ser uma referência ao colapso da Bolsa de Valores de Nova Iorque, em 1929. Mas a Black Friday como hoje a conhecemos só surgiu nos anos 60, quando o setor do …

Morreu o actor João Ricardo

O actor e encenador João Ricardo, 53 anos, morreu esta quinta-feira, em Lisboa, disse à Lusa a agência do actor. O actor João Ricardo, conhecido pelo seu trabalho na televisão, no teatro e no cinema, nasceu …

Chegou à Finlândia o pão feito com farinha de grilo

Uma das maiores empresas de produtos alimentares da Finlândia vai começar a vender pão de insetos, no qual grilos comuns são moídos e acrescentados à farinha normal, representando cerca de 3% do peso de cada …

39 anos por um crime que não cometeu. Finalmente livre

Craig Coley, agora com 70 anos, cumpria pena de prisão perpétua pela autoria de dois homicídios em 1978. No entanto, 39 anos depois, a sua inocência foi provada e o norte-americano foi libertado. O governador da …

Neutralidade da Internet em jogo nos EUA. Portugal é mau exemplo

A administração Trump quer reverter o princípio do livre acesso a qualquer tipo de conteúdo na Internet. Jornais internacionais apontam Portugal como exemplo de falta de neutralidade. Os Estados Unidos da América vão votar o fim …

Trabalhadores do privado voltam a receber subsídios de Natal e de férias por inteiro

O pagamento dos subsídios de Natal e de férias no setor privado vai deixar de ser feito parcialmente em duodécimos e voltará a ser feito de uma só vez, em 2018, depois da aprovação de …

O milionário que matou o Gawker quer os restos do cadáver

Os advogados do vingativo milionário Peter Thiel apresentaram, esta semana, uma ação para contestar uma previdência cautelar que o impede de comprar os ativos do já "adormecido" Gawker. Em causa, estão os arquivos de 14 …

Governo quer terrenos privados limpos até 15 de março

Os proprietários privados têm "até 15 de março" para limpar as áreas envolventes às casas isoladas, aldeias e estradas e, se não o fizeram, os municípios terão "até ao final de maio" para proceder a …

Uma explosão, segredos de Estado e rumores, mas ainda não há sinal do submarino

As buscas pelo submarino argentino ARA San Juan, que está desaparecido há oito dias, entraram numa fase crítica, quando as esperanças de encontrar a tripulação viva estão praticamente esgotadas. Sem pistas sobre o submarino, há …

Bancos aumentaram ganhos com as comissões pagas pelos clientes

A banca nacional facturou 1,62 mil milhões de euros em comissões líquidas, pagas pelos clientes, desde Janeiro até Setembro de 2017. Um valor que reflecte uma subida de 5,7% relativamente a 2016. Estes dados são avançados …