Empresa vai pagar 42 mil euros por assédio moral a trabalhador

A Autoridade para as Condições de Trabalho decidiu aplicar uma coima de 42.840 euros à TN – Transportes M. Simões Nogueira, SA, por “tratamento desfavorável, discriminatório e de pressão ou assédio moral” sobre um trabalhador.

Numa decisão, a que a Lusa teve acesso através do Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes Rodoviários e Urbanos do Norte (STRUN), a ACT considera que os “representantes e chefias” da empresa “castigaram” o trabalhador em causa “ao longo de vários meses” e “após iniciativas deste integradas num processo reivindicativo de direitos laborais legítimos”, adjudicaram-lhe tarefas não incluídas na sua categoria profissional.

A Lusa tentou contactar responsáveis pela empresa em causa, sediada em Vila Nova de Famalicão, mas foi-lhe comunicado que tal só seria possível a partir de segunda-feira.

Em declarações à Lusa, o dirigente do STRUN Filipe Azevedo explicou que a Transportes Nogueira, SA, pode recorrer daquela decisão para os tribunais e adiantou que o sindicato está a preparar uma ação judicial em nome do trabalhador em causa “no seguimento da decisão” da ACT.

“São raríssimos os casos em que, em Portugal, se consegue provar o assédio moral/mobbing sobre os trabalhadores, sendo, por isso, esta decisão da ACT da maior importância”, salientou.

“Nos termos descritos no auto na notícia, a infração consistiu num tratamento desfavorável, discriminatório e de pressão ou assédio moral que a entidade empregadora, seus representantes e chefias assumiram e praticaram sobre o trabalhador, com a categoria profissional de motorista de pesados, ao longo de vários meses e após iniciativas deste integradas num processo reivindicativo de direitos laborais legítimos, como castigo por esse mesmo exercício”, lê-se no Relatório da Decisão da ACT.

Segundo o documento, a TN confirmou que, a 12 de janeiro de 2015, o trabalhador em causa foi “afeto ao serviços de contentores e de carga geral” alegando que “tal decisão foi motivada pelo acréscimo de adjudicação do serviço de transportes de contentores, com caráter de continuidade, o que veio a aumentar as necessidades da empresa na alocação de trabalhadores ao referido serviço”.

Para Filipe Azevedo, a decisão da ACT reforça o entendimento do STRUN, que acusa a empresa de “pressionar os trabalhadores no sentido de os demover da luta pelos seus direitos“.

Por isso, disse, “o STRUN está a preparar uma ação judicial em defesa deste trabalhador no seguimento da decisão do ACT”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Penso que nalguns casos, a dificuldade em provar os factos, se deve ao tempo que a ACT leva a distribuir os processos pelos seus inspectores.

RESPONDER

Afinal comer um ovo por dia é mau outra vez

Afinal, comer um ovo por dia não é assim tão bom para a saúde como estudos recentes sugeriam. O maior consumo de ovos e colesterol pode aumentar o risco de doenças cardíacas e de morte …

Na Colômbia, há um "arco-íris líquido" que é descrito como a 8ª maravilha do mundo

Escondido nos confins da Serra da Macarena, na Colômbia, está o rio Caño Cristales. De dezembro a maio, o curso de água é como outro qualquer, apesar de estar rodeado de um dos ecossistemas mais …

Com uma nova interface neural, a telepatia já é possível

Uma equipa internacional de cientistas deu um passo adiante no desenvolvimento de interfaces neuronais para propor uma interface que envolve a transferência de informação entre as pessoas diretamente. As interfaces cérebro-computador podem melhorar as habilidades individuais …

Bombeiros profissionais ameaçam deixar de prestar serviço voluntário nas corporações

Os bombeiros voluntários das associações humanitárias admitem deixar de prestar serviço voluntário nas corporações, caso a Liga dos Bombeiros Portugueses continue por concluir o acordo coletivo de trabalho, que está em negociação há mais de …

Baleia encontrada morta nas Filipinas com 40 quilos de plástico no estômago

Uma baleia foi encontrada morta na sexta-feira, na costa sudeste das Filipinas, com 40 quilos de plástico no estômago, informou a imprensa local. O cetáceo, uma baleia-bicuda-de-cuvier, apareceu na sexta-feira à beira-mar no município de Mabini, …

Macron convoca reforços após novos confrontos de coletes amarelos

A nova manifestação de "coletes amarelos", no sábado, registou distúrbios violentos na capital francesa. Como resposta, o presidente francês Emmanuel Macron convocou um reforço das forças de segurança. O dia de sábado marcou mais um protesto …

Pedidos de nacionalidade portuguesa aumentaram 50% em dois anos

Nos últimos dois anos, o número de pedidos de nacionalidade portuguesa aumentou cerca de 50%, avança o jornal Público esta segunda-feira. Se em 2016 foram 117.629 os cidadãos estrangeiros que pediram a nacionalidade portuguesa, em 2018 …

Não há democracia na Coreia do Norte? "É uma opinião", diz Jerónimo

Jerónimo de Sousa evitou classificar o regime de Kim Jong-un em termos "de ser ou não ser" uma democracia. A Coreia do Norte é ou não uma democracia? "É uma opinião", respondeu Jerónimo de Sousa. Numa …

Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa. Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa …

Javalis tomaram o lugar dos coelhos. "Muitos animais estão doentes"

Para já, não há perigo de saúde pública, mas os javalis carregam doenças que podem passar a outros animais. Se antes se matavam mil coelhos, abatem-se agora 10 javalis. Jacinto Amaro, presidente da Fencaça - Federação …