Empresa portuguesa de diamantes não sabe a quem dar 2,5 milhões

thewebprincess / Flickr

A empresa portuguesa de diamantes SPE, controlada pelo Estado e que explorava diamantes em Angola, está a distribuir 77 milhões de euros por estar em fim de vida. Mas nem todos os investidores estão a reclamar o dinheiro.

A Sociedade Portuguesa de Empreendimentos (SPE), empresa dedicada à exploração de diamantes em Angola, é maioritariamente detida pelo Estado português através da Parpública.

Agora que está em fim de vida depois de ter vendido a Angola a participação que detinha na Sociedade Mineira do Lucapa (SML), de modo a encerrar um conflito, está a viver os seus últimos dias tendo, por isso, 77 milhões de euros para distribuir pelos acionistas.

De acordo com o Público, o problema começa quando a empresa não consegue encontrar todos os seus investidores, ficando assim com cerca de 2,5 milhões de euros por distribuir. Dos 4225 acionistas registados, mais ou menos anónimos, vários ainda não receberam nada um ano depois do início da distribuição do bolo de 77 milhões – equivalente a 7,7 euros por cada título.

De acordo com o Público, o valor dos dividendos por pagar corresponde a 3,27% do total, e a um universo indeterminado de pequenos acionistas, entre os quais estão pessoas envolvidas em heranças partilhadas dos títulos da empresa criada em 1979 com base nos ativos da Companhia de Diamantes de Angola (Diamang) que restaram em Portugal após a independência de Angola.

Para a Parpública, o universo de 3,27% “mostra bem o trabalho já realizado pela SPE”.

O Estado português colocou-se logo na linha da frente e já arrecadou os 62,5 milhões de euros a que tinha direito com base nos 81,14% do capital que detém na SPE.

O valor deu entrada nos cofres do Estado em maio do ano passado, três meses após a assembleia geral que deliberou a distribuição do dinheiro. Nesse mês de maio havia 7,4 milhões já distribuídos entre os privados, faltando encontrar cerca de 9% dos acionistas.

Ricardo Salgado, um dos acionistas da Sociedade, foi um dos privados que recebeu títulos da SPE na sequência de uma participação anterior a 1974 que detinha na Diamang em Angola, onde o Grupo Espírito Santo tinha uma forte presença.

A posição, segundo fonte próxima de Salgado, era “muito inferior a 1%” e já foi liquidada, tendo o ex-presidente do BES encaixado o dinheiro a que tinha direito.

Ana Paula Paixão, outra acionista, está a lidar com a burocracia inerente ao processo de herança das 558 ações da SPE que o pai lhe deixou a si e aos seus sete irmãos.

“Sabíamos que havia essas ações mas não sabíamos que empresa era nem o que fazia”, explica a reformada.

O alerta chegou-lhe através de um irmão radicado em Angola que soube dos dividendos através de uma advogada local.

Sobre os dividendos por reclamar, a empresa informa que vai fazer cumprir a lei que manda “manter os valores para já consignados” durante cinco anos.

O advogado Paulo Olavo e Cunha esclarece, remetendo para o Código Civil, que “os dividendos não reclamados no prazo de cinco anos revertem para o Estado“. Em causa está o decreto-lei 187/70 que prevê isso mesmo no quadro dos “bens abandonados que revertem para o Estado”.

Há várias explicações para estas ausências, como o desconhecimento do pagamento em curso, perda dos títulos ou o desaparecimento por morte do seu titular, sem herdeiros. Em causa estão fatias muito pequenas de capital, que podem ir da meia dúzia de ações ao portador de dezenas ou algumas centenas de títulos, e que, devido às ligações da empresa ao passado, já passaram por várias mãos.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Viagens ao Espaço podem prejudicar o corpo a nível celular. Fígado é o mais afetado

Viagens ao Espaço podem causar o mau funcionamento da mitocôndria de uma célula devido a mudanças na gravidade e radiação, sugere uma nova investigação conduzida pelo Georgetown Lombardi Comprehensive Cancer Center, nos EUA. Investigações com cobaias …

O envelhecimento celular em humanos foi parcialmente revertido (com o uso de oxigénio)

Investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriram uma forma de reverter o processo de envelhecimento celular e podem ter feito um avanço na procura pela juventude eterna. O novo estudo publicado na revista Aging …

Porto 0-0 Man City | Pragmatismo portista garante “oitavos”

O FC Porto está nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Os “azuis-e-brancos” precisavam apenas de um empate, ou que o Olympiacos não vencesse em França, em casa do Marselha, e ambos os pressupostos aconteceram – …

O céu tingiu-se de roxo na Suécia (e a culpa era de uma plantação de tomates)

O céu ficou misteriosamente tingido de roxo em Trelleborg, a cidade mais a sul da Suécia, por causa da luz vinda de uma plantação de tomate enuma cidade próxima. Há algumas semanas, os moradores de Trelleborg …

Maurícias estão a abater um morcego ameaçado de extinção por interesses económicos

O morcego das Maurícias, em perigo de extinção, é mais uma vez o centro de um polémico abate nas mãos do Governo, para alarme das organizações de conservação da vida selvagem. Sob pressão de agricultores e …

Procurador-geral dos EUA: não há provas de fraude eleitoral generalizada

O procurador-geral dos Estados Unidos da América, William Barr, reconheceu hoje que não houve fraude em dimensão suficiente para invalidar a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas. "Nesta altura, não vimos fraude a …

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" aos incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …