Emma Raducanu vence o US Open. É a primeira qualifier a ganhar um torneio do Grand Slam

John G. Mabanglo / EPA

A tenista britânica Emma Raducanu, vencedora do US Open 2021 aos 18 anos

A britânica Emma Raducanu conquistou este sábado o US Open, ao vencer a canadiana Leylah Fernandez, tornando-se na primeira tenista proveniente da fase de qualificação a vencer um torneio do Grand Slam.

Com apenas 18 anos, Emma Raducanu tornou-se também a mais jovem campeã de um major desde 2004, ano em que Maria Sharapova venceu em Wimbledon, com 17.

A número 150 do ranking WTA superou a também jovem adversária, Leylah Fernandez, de 19 anos completados durante o torneio, que figurava no 73.º lugar no ranking, com parciais de 6-4 e 6-3, em uma hora e 51 minutos.

Graças ao triunfo em Flushing Meadows, a britânica, que tinha alcançado este ano os oitavos de final no torneio de Wimbledon na sua estreia em torneios do ‘Grand Slam’, deverá ascender à 23.ª posição do ranking WTA, enquanto a esquerdina de Montreal deverá subir ao 27.º posto.

As duas jovens tenistas chegaram à final do Open dos Estados Unidos após um percurso brilhante na prova, durante a qual eliminaram sucessivamente e de forma categórica tenistas consagradas, que à partida recolhiam o favoritismo — com particular destaque para a jovem canadiana.

Nas meias finais da prova, Emma Raducanu superou a grega Maria Sakkari (6-1, 6-4), depois de ter eliminado (6-3, 6-4) a suíça Belinda Bencic, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio e número 12 do ranking WTA. A jovem britânica venceu o torneio sem ter perdido qualquer set para as suas adversárias.

O percurso de Leylah Fernandez, por seu turno, foi notável, depois de ter eliminado nas meias finais a bielorussa Aryna Sabalenka, número 2 do ranking mundial (7-6, 4-6, 6-4) e a ucraniana Elina Svitolina, nº5 do ranking, nos quartos de final (6-3, 3-6, 7-6).

Nos oitavos, Fernandez superou a antiga número um mundial, Angelique Kerber, número 17 do ranking WTA, com parciais de 4-6, 7-6, 6-2.

A primeira grande surpresa protagonizada pela canadiana aconteceu nos dezasseis avos de final, numa partida em que se impôs a Naomi Osaka, número 3 e antiga número 1 do ranking WTA, com parciais de 5-7, 7-6, 6-4.

A senda vitoriosa de Leylah Fernandez apenas foi quebrada na final, frente a uma sensacional Emma Raducanu, que surpreendeu ao longo da prova pelo seu ténis consistente, com um bom serviço, subidas frequentes à rede e uma esquerda paralela mortífera.

As duas jovens tenistas que este sábado partilharam o palco no Arthur Ashe Stadium, na que foi a primeira final do US Open entre duas teenagers desde a partida entre Serena Williams e Martina Hingis em 1999, têm um percurso de vida curiosamente muito semelhante — a começar pela sua naturalidade.

Emma Raducanu nasceu em Toronto, no Canadá, filha de pai romeno e mãe chinesa, e a sua família radicou-se no Reino Unido quando tinha apenas dois anos. Por seu turno, Leylah Fernandez nasceu em Montereal, no mesmo país, filha de pai equatoriano e mãe filipino-canadiana.

Em comum terão também presumivelmente um grande futuro pela frente no ténis mundial.

  Armando Batista, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mosteiro medieval abriga o mais completo museu do circo da Europa

Nos salões de um mosteiro medieval na pitoresca localidade de Besalú, em Girona, alojou-se o Circusland - Palácio Internacional do Circo, o primeiro museu profissional da Europa que se dedica ao circo. O espaço conta com …

Livro de estreia de José Saramago publicado em castelhano pela primeira vez

O livro “Terra do Pecado”, que marcou a estreia na ficção de José Saramago, em 1947, vai ser lançado em Espanha na quinta-feira, no que é a primeira vez que a obra está disponível em …

A Citroën concebeu um skate inspirado na mobilidade urbana

O Citroën Skate é uma plataforma de veículos elétricos, totalmente autónoma, que pode ser equipada com diferentes tipos de cápsulas. A plataforma Citroën Skate quer revolucionar o transporte em meio urbano sem que seja necessário um …

Bebeu demais na noite anterior? Não é aconselhado tomar um parecetamol

A combinação de álcool e este tipo de medicação pode sobrecarregar o fígado e provocar danos hepáticos, refere uma especialista. Muitas das vezes cometem-se excessos com o álcool e, tendencialmente, os sintomas de desconforto surgem no …

Portugal 5-0 Luxemburgo | Manita com três de Cristiano

Goleada das grandes. Portugal recebeu o Luxemburgo e não permitiu as mesmas dificuldades do jogo da primeira volta. Aos 17 minutos a formação das “quinas” já vencia por 3-0, com duas grandes penalidades a ajudar, e …

Vantablack. A tinta preta mais preta do mundo já é vendida em peças (que se unem como legos)

Desde a substituição dos ecrãs verdes à pintura dos cenários do teatro, o futuro do entretenimento tem tudo a ver com a Ventablack - a cor preta mais preta do mundo. Nenhuma cor - ou, melhor …

Itália vai exigir passaporte sanitário a todos os trabalhadores a partir de sexta-feira

O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, assinou hoje um decreto com as normas sobre a obrigatoriedade de os funcionários públicos exibirem o passe sanitário a partir de 15 de outubro nos locais de trabalho, medida que …

Está criado o primeiro iPhone com entrada USB — pelas mãos de um estudante de robótica

Ken Pillonel é estudante do mestrado em robótica do Swiss Federal Institute e implementou um sistema que daqui a uns meses pode tornar-se regra nos dispositivos da marca da maçã. Numa altura em que a União …

Autópsia revela que Gabby Petito morreu por estrangulamento. Namorado continua desaparecido

A autópsia ao corpo de Gabby Petito revela que a jovem foi estrangulada. O namorado, Brian Laundrie, que a acompanhava na viagem, continua desaparecido. Além de revelarem o motivo da morte da norte-americana, as autoridades também …

F1: piloto do carro médico continua a recusar vacina (e português beneficia)

Alan van der Merwe não esteve no Grande Prémio da Turquia e, provavelmente, não vai estar em mais nenhuma corrida em 2021. Um português foi chamado para o Grande Prémio da Turquia, na Fórmula 1: Bruno …