Elon Musk promete levar o homem a Marte até 2025

oninnovation / Flickr

Elon Musk, o bilionário visionário fundador do PayPal, Tesla e SpaceX

Elon Musk, o bilionário visionário fundador do PayPal, Tesla e SpaceX, e inventor do Hyperloop.

Muito brevemente, aquela sua viagem um pouco mais extravagante com a família já não vai ser até à Disney ou a Maocos. Se depender da mente excêntrica de Elon Musk, muito em breve vai poder pensar em tirar as suas férias no espaço.

O famoso entusiasta das viagens especiais Elon Musk, fundador do PayPal e da Tesla e um dos principais nomes por trás da SpaceX, acredita que poderemos estar entre as estrelas em pouco menos de uma década.

Durante o StarmeupHK Festival, evento em Hong Kong destinado a startups, Musk fez alguns comentários acerca dos planos da SpaceX – e lançou algumas promessas bastante arrojadas para o seu programa espacial.

Musk adiantou que a SpaceX está a desenvolver uma forma de viabilizar missões tripuladas a Marte dentro dos próximos 10 anos, e prometeu mais detalhes já para o final de setembro, durante a Conferência Astronómica Internacional.

Se pensarmos no histórico de proezas conseguidas por Elon Musk, parece provável que o sonho de fazer viagens até outros planetas deixe brevemente de ser um sonho.

A empresa criada por Musk para fomentar a exploração espacial, recorde-se, tem já um programa, o Mars Colonial Transporter, cujo objectivo é levar grandes quantidades de pessoas para o Planeta Vermelho.

No entanto, até agora pouco foi revelado acerca das questões práticas do Mars Colonial Transporter – principalmente, como é que tal seria possível.

Assim, especula-se que a apresentação da SpaceX na Conferência Astronómica Internacional de Setembro seja precisamente sobre este programa.

Mas o bilionário apaixonado pelo espaço não poupou entusiasmo na hora de explicar seus planos de levar o homem para Marte. Segundo Musk, esta é a maior aventura de todos os tempos e vai inspirar muita gente.

Musk acredita que as primeiras missões ao nosso planeta vizinho devem acontecer em meados de 2025 — ou seja, daqui a apenas nove anos.

smithsonianmag.com

Se há alguém capaz de por o Homem a Marte, provavelmente é Elon Musk.

Questionado pela apresentadora da conferência se a estimativa não é um pouco precipitada, já que estamos quase à porta de 2025, o bilionário respondeu à sua maneira.

Isso a mim parece-me muito tempo“, disse Musk.

Musk diz mesmo que acredita que vai poder voar numa das suas naves Dragon até à Estação Espacial Internacional dentro dos próximos quatro ou cinco anos.

Segundo o visionário inventor do Hyperloop e da super-bateria doméstica, isso já seria uma conquista incrível.

Segundo Musk, seria a primeira vez que uma pessoa construia a sua própria nave, saía do planeta e viajava até à estação que orbita à volta da Terra, como fazem os astronautas enviados à ISS pelas agências espaciais governamentais – NASA, ESA e Roscosmos.

E Musk nem está muito preocupado com o treino especial que os astronautas têm que fazer.

Com excepção de alguns voos parabólicos para simular a gravidade zero, o CEO da Tesla diz que o treino necessário é mínimo, e que viver no espaço não é assim tão complicado.

“Basta flutuar”, diz Musk.

ZAP / CanalTech
PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Eu pela minha parte dispenso a minha vez aos senhores do “Tempo Novo” certamente gente já muito mais avançada nestas andanças do planeta Terra.

RESPONDER

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …

Governo diz que prejuízo da TAP "não foi um desvio qualquer" e que já devia ter tido lucro em 2018 e 2019

O ministro das Infraestruturas disse, esta sexta-feira, que o orçamento que a comissão executiva da TAP apresentou ao Conselho de Administração para 2018 e 2019 previa lucro e que o prejuízo de 105,6 milhões "não …

João Lourenço duplica valor de subsídio de antigos Presidentes de Angola

O Presidente angolano, João Lourenço, duplicou o valor do subsídio de fim de mandato pago a antigos chefes de Estado, mas cortou outras regalias, nomeadamente a nível da segurança e quadro de pessoal. O decreto-presidencial 32/20, …

FC Porto castigado com um jogo à porta fechada

O FC Porto foi punido com um jogo à porta fechada, esta sexta-feira, devido a "um ato de ofensa corporal a agente desportivo" na final da Taça de Portugal. A punição aplicada pelo Conselho de Disciplina …

Cientistas condenam teorias da conspiração sobre a origem do surto do coronavírus

Um grupo de 27 cientistas da área de saúde pública condenou, através de um comunicado, o fluxo de histórias e um artigo científico que sigerem que um laboratório em Wuhan, na China, pode ser a …