Eleições na Índia realizam-se em sete datas diferentes

narendramodiofficial / Flickr

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi

As eleições gerais na Índia realizam-se entre abril e maio em sete momentos diferentes, anunciou este domingo a comissão eleitoral do país. Este será o maior momento eleitoral do mundo e terminará com a eleição do primeiro-ministro, que deverá voltar a ser Narendra Modi.

Segundo informou o DN, o responsável pela organização do sufrágio, Sunil Arora, explicou este domingo que estão em condições de votar cerca de 900 milhões de eleitores, 15 milhões com idades entre os 18 e os 19 anos.

De acordo com as sondagens, o partido Bharatiya Janata – a que pertence o atual primeiro-ministro – tem uma clara vantagem sobre os partidos da oposição.

Este avanço foi reforçado depois da intervenção militar no Paquistão, no mês passado, em que a força aérea indiana atacou o que disse ser uma base do grupo, que considera terrorista, Jais-e-Mohammed em Balakot, na província Khyber Pakhtunkhwa.

Narendra Modi utilizou a rede social Twitter para apelar ao voto. “Espero que esta eleição tenha uma presença histórica de eleitores”, indicou.

Nestas eleições vão ser escolhidos 543 deputados e, para governar, um partido ou uma coligação necessita do apoio de 272 elementos. Em 2014, concorreram 8250 candidatos, representando 464 partidos.

As eleições estão previstas para os dias 11, 18, 23, 29 de abril e 06, 12 e 19 maio e devem custar, um pouco mais de quatro milhões de euros, indicou a BBC. Os votos devem ser contados a 23 de maio.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bruges limita turismo "para não se tornar uma Disneylândia"

Burges, na Bélgica, é a mais recente cidade europeia a impor limites ao turismo para que "não se torne a Disneylândia". Dirk De Fauw, presidente da câmara local, anunciou em declarações ao jornal Het Nieuwsblad que …

Hospital Santa Maria abre inquérito a morte de Ruben Carvalho

A administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte decidiu abrir um processo de inquérito na sequência de notícias sobre eventual negligência hospitalar no internamento do histórico dirigente do PCP. Fonte oficial do Centro Hospitalar, que integra o …

Nós, Cidadãos! convida Aliança para coligação. Partido de Santana ainda está "a examinar"

O partido Nós, Cidadãos! desafiou a Aliança para uma coligação eleitoral “ao centro”, mas fonte oficial da força política liderada por Santana Lopes esclareceu que ainda está “a examinar”. O presidente do Nós, Cidadãos!, Mendo Castro Henriques, confirmou à …

Benfica desmente negociações com Atlético de Madrid por João Félix

O Benfica desmentiu, em nota divulgada esta segunda-feira, todas as notícias que dão conta de uma transferência iminente de João Félix para o Atlético de Madrid. João Félix tem feito capa em vários jornais espanhóis, que insistem …

Não havia tantos pré-avisos de greve desde o tempo da troika

Nas próximas semanas, são poucos os dias úteis que não têm pelo menos uma greve. Se o ritmo se mantiver, este será o ano da legislatura com mais pré-avisos. Dos hospitais aos tribunais, passando pelos transportes …

“Maré vermelha” interdita banhos em várias praias do Algarve

As praias entre a Ilha do Farol e Vilamoura, no Algarve, estão interditadas a banhos devido a uma concentração de uma alga marinha que pode ser perigosa para a saúde. As praias algarvias entre a Ilha …

Gulbenkian vende petrolífera Partex por 555 milhões de euros

A Fundação Gulbenkian assinou, esta segunda-feira, um acordo para a venda da Partex com a PTT Exploration and Production por 555 milhões de euros. Em comunicado hoje divulgado, a Fundação Gulbenkian informou que "a operação terá um …

Ex-diretor revela carta que desmente Berardo sobre créditos na CGD

O ex-diretor de grandes empresas da CGD afirmou que José Berardo enviou uma carta dirigida a Carlos Santos Ferreira, ex presidente do banco, a solicitar a abertura do crédito de 350 milhões de euros para …

Suecos burlaram multinacionais em 1,7 milhões de euros a partir de Setúbal

Um casal de suecos burlou várias empresas multinacionais com um esquema de roubo de emails praticado a partir de Setúbal. Estas empresas chegaram a transferir 1,7 milhões de euros até à detenção do casal. Michel M., …

Huawei admite quebra de receitas superior a 26 mil milhões de euros

O fundador da Huawei admitiu esta segunda-feira uma quebra de receitas em 30.000 milhões de dólares (26.760 milhões de euros), face à pressão de Washington, que acusa o grupo de telecomunicações de estar exposto à …