“A democracia de quarentena”. Eleições municipais em França marcadas por abstenção recorde

Guillaume Horcajuelo / Lusa

A primeira volta das eleições municipais em França ficou marcada por uma abstenção recorde, devido à pandemia do novo coronavírus oriundo da China, que já causou 120 mortos no país.

A primeira volta terminou às 20:00 (uma hora antes em Lisboa), com uma abstenção entre 53,5% e 56%, segundo as estimativas dos institutos de sondagem, superior em 20% ao recorde anteriormente registado, em 2014 (36,45%).

Cerca de 47,7 milhões foram chamados a eleger os autarcas e conselheiros municipais, numa eleição mantida pelo Presidente, apesar do encerramento quase total do país.

Os primeiros resultados começaram já a ser conhecidos. O primeiro-ministro, Édouard Philippe, lidera com 43% a corrida a Havre (Oeste), enquanto em Lille, a metrópole do Norte, a socialista Martine Aubry lidera a contagem (30%). O ministro das Finanças Públicas, Gérald Darmanin, foi eleito à primeira volta em Tourcoing (Norte).

Cidades-chave para a manutenção do poder do partido A República em Marcha (LREM), partido que elegeu o Presidente e detém a maioria na Assembleia Nacional, como Paris ou Marselha, não têm um vencedor óbvio.

Pesa agora uma grande interrogação sobre a segunda volta, agendada para o próximo domingo, já que a epidemia de Covid-19 em França ainda vai no início, segundo todos os especialistas ouvidos pela agência francesa AFP.

“O vírus contaminou a democracia”

A imprensa francesa frisa nesta segunda-feira que a Covid-19 impactou as eleições autárquicas no país. “O vírus contaminou a democracia”, pode ler-se na imprensa francesa, citada pela TSF. “O cheiro de gel álcool ajudava, as mesas de voto pareciam salas de esperam à qual todos queria escapar rapidamente”, lê-se no editorial o La voix du nord.

A democracia de quarentena, mascaras nas cabines de voto, o 15 de março ficara na memória como um domingo obscuro na história eleitoral” descreve ainda o L”Humanité.

Os dados divulgados esta segunda-feira dão conta de 5.400 casos de infeção com coronavírus, dos quais 120 morreram. No sábado, o Governo francês ordenou o encerramento de todos os estabelecimentos “não essenciais”.

A partir desta segunda-feira, só poderão abrir lojas de alimentos, farmácias, postos de combustíveis, bancos, tabacarias e quiosques, disse, anunciando o encerramento de bares, restaurantes, discotecas, cinemas e outras lojas não essenciais.

“As primeiras medidas tomadas para limitar os ajuntamentos de pessoas não foram implementadas de modo perfeito”, o que levou a “uma aceleração na propagação do vírus”, assumiu Édouard Philippe.

O diretor-geral da Saúde, Jérôme Salomon, indicou que o país passou à Fase 3 (de 3) de propagação da epidemia, o que significa que o vírus está agora a circular em todo o território. O transporte público continuará disponível, mas o governante apelou aos cidadãos para limitarem as viagens, especialmente as viagens intermunicipais.

O novo coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 6.000 mortos em todo o mundo.

O número de infetados ronda as 160 mil pessoas, com casos registados em pelo menos 139 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 245 casos confirmados. Do total de infetados, mais de 75 mil recuperaram. O epicentro da pandemia deslocou-se da China para a Europa, onde se situa o segundo caso mais grave, o da Itália.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Há falhas no sistema que regista casos de covid-19. A "esmagadora maioria" não vai ser notificada

O sistema que regista os casos de covid-19 em Portugal é "um pesadelo burocrático", denunciam os infecciologistas. A "esmagadora maioria" dos casos vai acabar por não ser notificada, acrescentam. O problema tornou-se público quando a Direção-Geral …

Mais de 3600 empresas já pediram acesso ao lay-off simplificado

O Governo já recebeu 3600 pedidos de empresas para aderirem ao regime lay-off lançado na semana passada, disse, esta terça-feira, a ministra do Trabalho e da Segurança Social. Ana Mendes Godinho, que falava aos jornalistas no …

Em tempos de crise, os emprestados podem ser a solução do Benfica

Bruno Varela, Cristián Lema, Filip Krovinovic, Gedson Fernandes e Diogo Gonçalves são hipóteses que Bruno Lage tem a seu dispor para regressar dos empréstimos. A suspensão das competições desportivas deixa muitos clubes entre a espada e …

Trump muda de discurso. Próximas duas semanas serão "dolorosas" e podem morrer 100 mil pessoas

Esta terça-feira, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, falou ao país com um discurso mudado, mais pessimista e alarmista. Com o número de doentes infetados com covid-19 nos Estados Unidos a superar os 187 mil …

Autódromo do Algarve já pode receber corridas de Fórmula 1

Pista de Portimão deverá receber ainda este ano testes privados de uma das equipas do pelotão da Fórmula 1 e pretende candidatar-se a receber os testes de inverno a partir de 2021. O Autódromo Internacional do …

Medidas de contenção já salvaram 120 mil pessoas na Europa

As medidas de contenção adotadas por vários países europeus salvaram a vida de cerca de 120 mil pessoas na Europa, revela um novo relatório de investigadores britânicos. Um estudo do Imperial College London revela que as …

Ronaldo pode regressar a Manchester. PSG também está na corrida

O Manchester United pondera trazer Cristiano Ronaldo de volta ao clube. O internacional português também está a ser seguido atentamente pelo Paris Saint-Germain. Com a Juventus a enfrentar problemas financeiros devido à pandemia de covid-19, o …

Presidente da República prepara-se para renovar estado de emergência

O Presidente da República decide, esta quarta-feira, sobre o prolongamento do estado de emergência por novo período de 15 dias, com parecer do Governo que reunirá o Conselho de Ministros para esse efeito. A reunião do …

Fisco não se compromete com reembolsos rápidos do IRS

O prazo de entrega da declaração de IRS relativa a 2019 arranca esta quarta-feira e prolonga-se até 30 de junho. Neste momento, a Autoridade Tributária e Aduaneira não se compromete com reembolsos rápidos. De acordo com …

ASAE abre processos crime por preços de álcool, luvas e máscaras inflacionados em 400%

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) abriu nove processos crime após encontrar situações em que os preços praticados de álcool, luvas e máscaras estavam inflacionados em 300% ou 400%. Estes são produtos maioritariamente usados …