Schäuble “incendiário” faz subir juros da dívida

Eu Council Eurozone / Flickr

O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schauble

O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schauble

O porta-voz do PS, João Galamba, comentou as declarações do ministro das Finanças alemão dizendo que a Europa, nesta fase, precisa de estabilidade e não de “incendiários”. Ao fim da tarde, os juros da dívida portuguesa estiveram a subir nos principais prazos face aos valores da manhã.

“A última coisa que precisamos neste momento é de incendiários. Já chega a situação complicada no Reino Unido”, vincou o socialista, em declarações ao parlamento após o ministro alemão Wolfgang Schäuble ter abordado, esta quarta-feira, um eventual segundo resgate financeiro a Portugal.

A Europa, diz Galamba, “precisa de estabilidade, serenidade e não de declarações” como as do ministro das Finanças alemão, que, advoga, não tem “correspondência com os factos” económicos de Portugal.

O Ministério das Finanças já garantiu entretanto que não está a ser considerado qualquer novo resgate, acrescentando que o Governo está empenhado em cumprir as metas orçamentais.

“Tendo em conta as declarações do ministro alemão das finanças, Wolfgang Schäuble, e ainda que tendo sido imediatamente corrigidas pelo próprio, o Ministério das Finanças esclarece que não está em consideração qualquer novo plano de ajuda financeira a Portugal, ao contrário do que o governante alemão inicialmente terá dito”, lê-se no comunicado divulgado ontem à tarde.

Cerca das 18h em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a subir para 3,085%, contra 3,040% de manhã e os 4,084% em 11 de fevereiro, um máximo desde março de 2014. As taxas a este prazo chegaram a atingir um pico de 3,128% cerca das 9h15 desta quinta-feira, estando nos 3,046% às 12h15.

No mesmo sentido, no prazo de cinco anos, os juros estavam a avançar para 1,883%, contra 1,831% de manhã, depois de terem subido até aos 2,768% em 11 de fevereiro, um máximo desde maio de 2014.

Já os juros a dois anos estavam a subir, para 0,656%, contra 0,612% esta manhã e depois de terem subido até 1,225% em 19 de fevereiro passado, um máximo desde junho de 2014.

Nos outros países europeus que também têm sido pressionados pelos mercados, como Grécia, Espanha, Irlanda e Itália, os juros da dívida pública apresentam comportamentos mistos.

“Arrogância persistente”

O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, afirmou que Portugal está a pedir “um segundo programa” e que “vai consegui-lo”, em declarações citadas pela agência de informação financeira Bloomberg.

Mais tarde, já em declarações aos jornalistas, o governante alemão corrigiu as suas declarações: “Os portugueses não o querem e não vão precisar [de um segundo resgate] se cumprirem as regras europeias”, precisou.

O presidente do PS também já abordou o tema, criticando as declarações contraditórias proferidas pelo ministro das Finanças alemão sobre um eventual segundo resgate a Portugal, considerando que são causa da existência de cada vez mais europeus contra essa “arrogância persistente”.

Carlos César, também presidente do Grupo Parlamentar do PS, não quis comentar a posição do ministro das Finanças da Alemanha do ponto de vista político ou financeiro, mas deixou o seguinte reparo à agência Lusa: “Como se percebe, nem o próprio Wolfgang Schäuble percebeu o que disse e do que falava”.

ZAP / Lusa

3 COMENTÁRIOS

  1. E não há ninguém que responsabilize este homem pelo prejuízo que esta “boca” provocou à nossa economia?
    Pode dizer aquilo que quer sem ser minimamente responsabilizado?
    Deviam-lhe ao menos por um açaime.

RESPONDER

May promete facilitar permanência de cidadãos europeus no Reino Unido

A primeira-ministra britânica prometeu, esta quinta-feira, "facilitar" a estadia dos cidadãos europeus no Reino Unido depois do Brexit, ao mesmo tempo que garantiu que o consenso com a União Europeia nesta matéria está "muito perto". Theresa …

Bruxelas deve considerar despesas dos incêndios como “excecionais”

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, defendeu esta quinta-feira que as despesas públicas resultantes dos devastadores incêndios em Portugal sejam consideradas como "circunstâncias excecionais", sem consequências na avaliação orçamental a fazer por Bruxelas. "Parece-me …

Creme anticelulite tem ingrediente proibido

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) pediu ao Infarmed a retirada do mercado do creme 'Depuralina Celulite', por conter um ingrediente proibido em cosméticos, na União Europeia, desde 2015. De acordo com um …

Benfica recebe o V. Setúbal, FC Porto o Portimonense e Sporting o Famalicão

O sorteio realizado, esta quinta-feira, na Cidade do Futebol, em Oeiras, ditou que os três grandes vão jogar em casa. Benfica e FC Porto jogam com outras duas equipas da I Liga, enquanto que o …

Líder neonazi britânico declara-se homossexual, revela ser judeu e abandona movimento

Um proeminente líder neonazi da Frente Nacional (NF) britânica deixou o movimento depois de se declarar homossexual e revelar a sua herança judaica. O líder fez as revelações sobre o seu passado violento enquanto renunciava …

Costa pediu finalmente desculpas (contrariado e só como cidadão)

"Se me quer ouvir pedir desculpas, eu peço desculpas". Eis como António Costa fez um mea culpa contrariado pelos trágicos incêndios que mataram mais de 100 pessoas, nos últimos meses, num debate parlamentar onde confessou …

Material de Tancos abre guerra entre o Ministério Público e militares

A Polícia Judiciária Militar não informou o Ministério Público nem os procuradores da Unidade Nacional de Contraterrorismo da PJ de que tinha encontrado o material de guerra roubado, em junho passado, em Tancos. Segundo o Diário …

Sócrates "usou" ministros em benefício próprio

A actual ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, e os antigos ministros Mário Lino, António Mendonça e Carlos Fonseca foram "instrumentalizados" por José Sócrates para favorecerem os seus interesses e os Grupos Lena e Espírito …

Benfica alvo de buscas por suspeitas de corrupção passiva e ativa

Elementos da Polícia Judiciária (PJ) estão a fazer buscas em instalações do Benfica, no âmbito do caso dos emails, numa investigação que se centra em suspeitas de corrupção passiva e activa. Fonte oficial do Benfica confirmou …

Ex-Comandante Nacional desviou meios do grande incêndio de Mação

A fita do tempo veio confirmar as suspeitas que o presidente da câmara de Mação, Vasco Estrela, que falava num desvio de meios e equipas no primeiro incêndio que tomou conta do concelho. No início de …