Ébola fora de controle em África. Mais um médico infectado

kent.brantly / Facebook

Equipa de médicos norte-americanos em luta contra o Ébola. À direita, Kent Brantly

Equipa de médicos norte-americanos em luta contra o Ébola. À direita, Kent Brantly.

Um médico norte-americano que faz parte das equipas que se encontram a prestar assistência às vítimas do Ébola na Libéria está infetado pelo vírus.

Kent Brantly, médico da organização cristã norte-americana Samaritan’s Purse, encontra-se hospitalizado e isolado do resto da equipa no hospital EWLA em Monróvia.

“Brantly é casado e tem dois filhos. O Samaritan’s Purse está empenhado em fazer tudo o que seja possível para ajudar Brantley durante esta alturade crise. Pedimos a todos para rezarem por ele e pela família”, refere a organização num comunicado difundido através da internet.

kent.brantly / Facebook

O médico Kent Brantly, 33 anos, com a famíla

O médico Kent Brantly, 33 anos, com a famíla

O médico é diretor do centro de apoio aos casos de Ébola do Samaritan’s Purse na Libéria, onde a organização mantêm o trabalho em coordenação com as autoridades locais e outros grupos internacionais no sentido de conter a epidemia.

Esta semana, também Sheik Umar Khan, o médico que liderava a luta contra o Ébola na Serra Leoa, foi infectado pelo vírus da doença, encontrando-se internado num hospital em Kailahun, epicentro do surto, no leste do país.

A febre hemorrágica que caracteriza a doença regista um elevado número de mortes.

A Libéria, a Serra Leoa e a Guiné Conacri foram os primeiros países afetados pelo novo surto que está também a atingir a Nigéria que registou na semana passada a primeira morte causada pelo Ébola.

No dia 20 de julho, a Organização Mundial de Saúde indicou que se registaram 1.093 casos durante os últimos seis meses, entre os quais se verificou a morte de 660 pessoas – a pior crise de Ébola de sempre.

O vírus pode afetar as vítimas durante vários dias, causando febre com temperaturas elevadas, dores musculares, vómitos, diarreia e, em alguns casos, hemorragias.

De acordo com os investigadores é possível que o Ébola seja transmissível por animais que foram atacados por morcegos.

O vírus transmite-se aos humanos através de fluídos: sangue e transpiração o que significa que uma pessoa pode facilmente ficar doente apenas por tocar no corpo de uma pessoa infetada.

Não existe vacina contra o Ébola e os pacientes devem ser imediatamente isolados para que o contágio seja evitado.

O primeiro caso foi registado em 1976 no Zaire, atual República Democrática do Congo, tendo a doença adotado o nome de um rio do país.

ZAP/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Sondas da missão a Mercúrio vão passar pela Terra (e vão ser visíveis a olho nu)

A missão conjunta europeia e japonesa BepiColombo está a caminho de Mercúrio. Porém, para chegar lá, terá de passar novamente pela Terra. Este evento acontecerá em 10 de abril e as pessoas nas latitudes do sul …

Xiaomi lança máscara elétrica que carrega via USB

A pandemia de Covid-19 tem impulsionado o surgimento de alguns recursos melhorados para fazer face ao combate do novo coronavírus. É o caso da nova máscara de esterilização elétrica da Xiaomi, que carrega via USB. A …

Em paradeiro incerto, ministra da Guiné-Bissau diz correr perigo de vida

Ruth Monteiro, ministra da Justiça e dos Negócios Estrangeiros no Governo da Guiné-Bissau deposto no golpe do dia 27 de fevereiro, está em parte incerta e diz correr perigo de vida. De acordo com o semanário …

Ovelhas e bactérias estão a ajudar a combater o coronavírus

Anticorpos que podem ajudar a combater o SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19, estão a ser testados em ovelhas. Estes podem ser usados para desenvolver testes de diagnóstico. O SARS-CoV-2, o vírus que causa a …

Marcelo sai uma vez por semana, usa máscara e luvas nas compras (e passa a Páscoa em Belém)

O Presidente da República afirmou este sábado que, para se proteger do surto de covid-19, só sai em trabalho uma vez semana, usa máscara nas compras e vai passar a Páscoa confinado no Palácio de …

A procura por sumo de laranja está a disparar (e a culpa é do coronavírus)

A procura por sumo de laranja tem disparado nos últimos tempos, muito devido à pandemia de covid-19. As pessoas querem reforçar o seu sistema imunitário. Já quase ninguém está indiferente à ameaça da pandemia de covid-19, …

Nove pessoas com covid-19 curadas após receberem plasma de doentes recuperados

Pelo menos nove pessoas internadas nos cuidados intensivos em Itália com covid-19 já foram curadas, depois de receberem plasma de pacientes recuperados. De acordo com o jornal italiano Corriere della Sera, os doentes receberam o plasma …

Grace tem seis anos e pode ser a autora mais nova de sempre de um artigo científico

Uma menina de seis anos, que vive na Austrália, pode ser a autora mais nova de sempre a ter um artigo científico publicado numa revista da especialidade. Grace Fulton tem uma enorme paixão por animais e, …

Geco encheu Lisboa com autocolantes (e a polícia de Roma está a pedir ajuda para o encontrar)

A polícia de Roma está a pedir ajuda à Associação Vizinhos de Lisboa para encontrar o graffiter Geco, cujas pinturas e autocolantes se podem ver por toda a capital portuguesa, e que está em investigação …

TikTok "esconde" publicações de pessoas feias e pobres para atrair novos utilizadores

O TikTok deu indicações aos seus moderadores para 'esconder' as publicações de utilizadores feios, pobres ou com deficiências. As suas audiências eram manipuladas para que os seus vídeos fossem vistos por menos pessoas. Antes conhecido como …