EasyJet quer testes antigénio em vez de PCR para que voar não seja “luxo”

Wikimedia

O diretor da easyJet para Portugal defendeu a substituição da exigência de teste PCR para o SARS-CoV-2 por dois testes antigénio, mais baratos, para que a retoma não seja “regresso ao passado, em que voar era um luxo”.

“Não podemos transformar esta retoma num regresso ao passado, em que voar era um luxo só ao alcance de quem tinha dinheiro”, disse à Lusa José Lopes, dando o exemplo de uma família de quatro pessoas que queira voar para Portugal, que vê o custo da viagem acrescido em cerca de 1.000 euros devido à exigência de um teste PCR negativo para a presença de SARS-CoV-2, para poder efetuar os voos de ida e volta.

“Esse custo, é o custo de uma semana num hotel, possivelmente, neste momento. […] Estamos a diminuir, sem dúvida, a capacidade de muitos consumidores por essa Europa fora de poderem fazer férias, principalmente as famílias”, acrescentou o responsável.

José Lopes referiu um estudo levado a cabo por epidemiologistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, que demonstrou que dois testes antigénio, feitos três a cinco dias antes da viagem apresentam o mesmo nível de proteção para a saúde pública e de eficácia na captação de possíveis casos que um teste PCR, “sendo extremamente mais baratos”.

O responsável apontou que esta é, aliás, uma decisão que o Governo português tem adotado para outros países da União Europeia (UE), no âmbito da presidência portuguesa do Conselho da UE, mas que ainda não fez o mesmo “dentro de portas”.

A easyJet considera ainda “importante” que se apliquem em Portugal continental as mesmas regras que foram adotadas na Madeira, onde não é exigida a apresentação de um teste negativo a quem já foi vacinado contra o coronavírus.

“É muito importante nós, como país que depende do turismo, cuja percentagem do PIB que depende do turismo é tão elevada, tomarmos medidas para aproveitar esta vantagem que nós temos relativamente aos outros países”, para que este verão seja ainda “algo positivo para a economia nacional”, sublinhou José Lopes.

Nos meses de abril, maio e junho, a easyJet vai operar globalmente cerca de 15% da sua capacidade normal, embora em Portugal “bastante mais”.

“Neste mês de maio estamos já a operar pouco mais de um terço da nossa capacidade normal e esperamos, para o mês que vem, operar cerca de 58% da nossa capacidade normal”, disse o responsável.

A easyJet vai abrir uma nova base no Algarve, com três aviões e 100 postos de trabalho adicionais.

As primeiras operações com aviões vão ter início em 01 de junho e a inauguração formal será no dia 15.

A easyJet anunciou hoje prejuízos antes de impostos declarados de 747 milhões de euros (645 milhões de libras) no primeiro semestre fiscal encerrado em 31 de março, face a 409 milhões de euros de perdas do mesmo período de 2020.

A companhia aérea de baixo custo britânica disse que os resultados estão “em linha com as expectativas”, tendo em conta as restrições às viagens devido à pandemia de covid-19.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cheias atingem campos no Bangladesh. Pelo menos seis refugiados Rohingya mortos

Pelo menos seis refugiados Rohingya morreram após as cheias inundarem os campos de refugiados em Bangladesh nos últimos dias, destruindo os abrigos de bambu e plástico e deixando pelo menos 5.000 desabrigados, informou o Alto-comissariado …

Defesa de Salgado alega diagnóstico preliminar de Alzheimer do ex-banqueiro

A defesa do antigo presidente do BES, que está a ser julgado por três crimes de abuso de confiança no âmbito da Operação Marquês, pediu ao tribunal uma perícia médica devido ao seu diagnóstico preliminar …

Três norte-americanos emitem carbono suficiente para matar uma pessoa, revela estudo

O estilo de vida de três norte-americanos leva a uma emissão de carbono suficiente para matar uma pessoa, revelou um novo artigo, concluindo ainda que as emissões de uma única usina a carvão podem causar …

Terceira dose da vacina da Pfizer aumenta "fortemente" a proteção contra a variante Delta

Farmacêutica norte-americana pretende submeter um novo pedido de autorização de emergência para a administração da terceira dose ao regulador, depois de já ter visto um pedido anterior ser recusado por falta de evidências científicas. Depois de …

Estabelecimentos abertos até às 02h00. Máscaras na rua acabam em setembro

O primeiro-ministro anunciou, esta quinta-feira, a partir do Palácio Nacional da Ajuda, as novas medidas de desconfinamento decididas no Conselho de Ministros. António Costa começou por referir que, graças às medidas restritivas dos últimos tempos, é …

Surpresa na Liga dos Campeões: Celtic é uma equipa de "terceira divisão"

Críticas à qualidade do plantel do gigante escocês, que nem passou da segunda pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. O Midtjylland fez a festa. Há uns tempos seria uma surpresa mas, nos anos mais recentes, …

Morreu o poeta e tradutor Pedro Tamen, aos 86 anos

O poeta e tradutor, de 86 anos, morreu, esta quinta-feira, em Setúbal, onde estava hospitalizado, disse à agência Lusa fonte próxima da família. Pedro Tamen, que além de poeta também foi tradutor, estreou-se, em 1956, com …

Corrida à Câmara de Lisboa divide CDS. Mesquita Nunes junta-se aos críticos

A escolha de Filipe Anacoreta Correia, em vez de João Gonçalves Pereira, para número dois da lista à Câmara de Lisboa está a gerar uma guerra interna no CDS. A escolha de Filipe Anacoreta Correia para …

Tragédia Hillsborough: morreu uma vítima, depois de 32 anos em estado vegetativo

Andrew Devine faleceu aos 55 anos. É oficialmente a 97.ª pessoa a morrer por causa do desastre em 1989, em Sheffield. De 15 de abril de 1989 até 27 de julho de 2021 passaram mais de …

Trabalhadores da Google só regressam aos escritórios em outubro e todos vacinados

A maioria dos trabalhadores da Google só regressará aos escritórios em meados de outubro, depois de ser totalmente vacinada, numa tentativa de combater a disseminação da variante Delta do novo coronavírus SARS-COV-2, anunciou esta quarta-feira …