Eanes diz que uma democraciazinha sossegada não é uma democracia

Tiago Petinga / Lusa

O antigo presidente da República, António Ramalho Eanes

O antigo presidente da República, António Ramalho Eanes

O ex-Presidente da República António Ramalho Eanes afirmou neste sábado que a sociedade “está um pouco crispada artificialmente”, mas salientou que a “democraciazinha muito sossegada” que alguns quererão não é uma verdadeira democracia.

“A sociedade está um pouco crispada artificialmente. É necessário olhar para o que é a democracia. É uma regime de crise permanente, de ideias, interesses e valores”, disse o antigo chefe de Estado à margem da dupla cerimónia de homenagem de que foi alvo em Castelo Branco e Alcains.

“O grande mérito da democracia é que essa crise é dinâmica, cria impulsos de modernização, estímulos e liberdade”, acrescentou Eanes.

“Por vezes tenho a impressão que alguns portugueses parece que queriam uma democraciazinha muito sossegada. Isso não é democracia”, sustentou Eanes.

Para o antigo Presidente da República, a democracia é o jogo do confronto, da discussão, da defesa e do ataque.

“É a sociedade em movimento, a expressar aquilo que são as suas forças. O que me custa e que não gosto é que haja uma certa crispação na vida politica portuguesa”, concluiu.

Eanes assinalou ainda que há uma certa tendência dos portugueses para se queixarem dos políticos e, “com alguma razão”.

Contudo, adiantou que também os portugueses têm que entender que devem ter uma relação diferente com os políticos, para que estes possam ter uma atuação diferente.

“Uma atuação só através do voto de quatro em quatro anos não é suficiente. Isso produz uma democracia eleitoral, mas nós não queremos isso”, defende Eanes.

“Queremos uma democracia que seja de participação, de deliberação e de libertação. E, isso só se faz com a participação efetiva de todos na vida politica”, concluiu.

António Ramalho Eanes nasceu em Alcains, a 25 de Janeiro de 1935.

Oficial militar e ex-político português, o então General Eanes foi o 16.º Presidente de Portugal, entre 14 de julho de 1976 a 30 de setembro de 1982, sucedendo a Costa Comes e antecedendo Mário Soares.

Em 1975, na altura com a patente de Tenente-Coronel, dirigiu as operações militares do Golpe de 25 de Novembro contra a facção mais radical da esquerda política do MFA.

Venceu as eleições presidenciais de 1976 com 61% dos votos, batendo Otelo Saraiva de Carvalho e Pinheiro de Azevedo. Em 1980 foi reeleito com 56% dos votos, vencendo o candidato apoiado por PSD, CDS e PPM, general Soares Carneiro.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Oh Sr. General, lembra-se da democraciazinha que originou o PRD? E o que foi feito do PRD poucochinho depois? A Srª sua Exma Esposa empenhou-se… Como sabe a democracia deve ser intestina, camarada! Custa-lhe discriminar a estratificação de grupos de eleitores dispersada nas “consciências” do voto por valores de senso comum? A quem pretende apontar? A mensagem implícita não chega a todos meu caro general! Sabe que a democracia no seu tempo também teve umas forças “muito democráticas” ditas “populares”, dedicadas a crimes de sangue e assaltos… E em política, ou actos de mera cidadania, há silêncios demasiado longos, fora de contratempo que não sendo ruído, deitam por terra as notas seguintes… A cada vez, por melhor que soem!

  2. A História reserva lugares a personalidades por vezes incompreendidas no seu tempo. Mais que as simpatias, que esta personalidade não gerava amiúde, o exemplo que deixou, humano e complexo, obriga-me e a outros como eu que nunca o aceitaram no calor dos acontecimentos, a respeitá-lo e ouvi-lo hoje, pela forma como entende e o afastamento com que observa os factos “acessórios”, prendendo-se com a essência relevante. Sobre os erros e maus entendimentos do seu percurso acredito que foram fruto de uma visão honesta e empenhada. É uma personalidade respeitável e a ouvir! Mesmo que não se simpatize….

RESPONDER

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …

Menino de 5 anos convidou todos os colegas do infantário para assistir à sua adoção

Um menino de cinco anos de Michigan, nos Estados Unidos, convidou a sua turma do infantário para testemunhar à sua adoção legal. A criança, identificada como Michael, foi adotada formalmente pela sua nova família na passada …

TDT vai mudar de frequência (outra vez)

A frequência da Televisão Digital Terrestre (TDT) está a ser alterada de forma faseada, o que significa que os portugueses que usem este serviço gratuito de televisão têm de sintonizar novamente os seus recetores e/ou …

Ruas de Águeda entre as "mais bonitas do mundo" para a CNN

As ruas do centro de Águeda, no distrito de Aveiro, decoradas com guarda-chuvas estão entre as 21 mais bonitas de mundo para a emissora norte-americana CNN. A distinção é avançada pelo jornal Público, que dá …

Hospitais vão poder pagar mais a médicos para garantir urgências no Natal

Os hospitais vão poder contratar médicos prestadores de serviço, vulgo tarefeiros, por valores superiores aos de referência durante o Natal e o Ano Novo. De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Noel Carrilho, …

Jovem que abandonou bebé no lixo esteve 13 anos institucionalizada em Cabo Verde

A jovem que abandonou o filho recém-nascido no lixo, em Lisboa, esteve institucionalizada durante 13 anos em Cabo Verde. A sua mãe está agora a lutar pela guarda da criança. Numa entrevista ao programa Sexta às …

Último debate. Boris defendeu o Brexit e Corbyn falou da Saúde (pelo menos 15 vezes cada um)

No debate televisivo, transmitido pela BBC, o último antes das eleições da próxima quinta-feira, Boris Johnson defendeu que é o melhor preparado para concretizar o Brexit e terminar com o impasse no processo, prometendo ainda …