Dois meses depois, Bob Dylan agradece prémio Nobel da Literatura

Pete Souza / White House

Bob Dylan, Nobel da Literatura 2016

Bob Dylan, Nobel da Literatura 2016

A Fundação Nobel anunciou esta segunda-feira ter recebido o discurso de agradecimento do músico norte-americano Bob Dylan, dois meses depois de ter sido distinguido com o prémio da Literatura.

Dylan tinha já informado a Academia Sueca de que não estará na cerimónia de entrega dos prémios. “O laureado da Literatura do ano, Bob Dylan, não vai participar na semana Nobel, mas enviou um discurso que será lido durante a cerimónia” de entrega dos prémios, no dia 10 deste mês, indicou a Fundação em comunicado.

Desde que a Academia Sueca decidiu atribuir o prémio ao músico, Bob Dylan provou ser um laureado caprichoso. Não recusou o prémio, mas no dia do anúncio da atribuição do Nobel, a 13 de outubro, deu um concerto em Las Vegas sem dizer uma palavra sobre o assunto.

Aos 75 anos, Bob Dylan foi o primeiro cantor a receber o prestigiado prémio, uma decisão que surpreendeu os meios culturais que apostavam numa escolha mais convencional. Dylan foi galardoado com o Nobel da Literatura por criar “novas expressões poéticas dentro da grande tradição da canção norte-americana”.

Depois de tentar entrar em contato com o músico sem sucesso durante vários dias, a Academia Sueca finalmente desistiu, enquanto um dos seus membros, o escritor Per Wästberg, chamou Dylan de “rude” e “arrogante” – uma posição da qual a instituição se desmarcou.

No final de outubro, enfim, ao ser questionado sobre a sua participação na cerimónia da entrega dos prémios e no tradicional banquete, Dylan afirmou ao jornal britânico Daily Mail: “Seguramente. Desde que seja possível“.

Numa conversa por telefone com Sara Danius, secretária permanente da Academia, Dylan finalmente aceitou e agradeceu o Prémio Nobel, que o deixou “sem palavras”. No entanto, numa carta enviada à Academia Sueca a 16 de novembro, o músico mudou de ideias, por ter “outros compromissos”.

Na cerimónia de entrega de prémios, a norte-americana Patti Smith, admiradora de Bob Dylan, vai interpretar uma das suas canções “A Hard Rain’s A-Gonna Fall“.

De acordo com a Academia Sueca, há “fortes possibilidades de que o laureado venha a Estocolmo no próximo ano”, durante o primeiro semestre, e aproveite para fazer o discurso de aceitação do prémio.

Embora não seja obrigatório que o premiado esteja na cerimónia de entrega do prémio, a Academia Sueca prevê a necessidade de o vencedor dar uma palestra para ter acesso às oito mil coroas suecas (cerca de 800 mil euros), segundo a Agência EFE.

ZAP / Lusa / ABr

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Vários artigos sob Bob Dylan publicados em Gunderedo Angop. É fácila a sua leitura +ara interessados no assunto.
    Muchas gratias!.
    By Gunderedo

RESPONDER

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …