Peste suína na China pode ter levado à disseminação do SARS-CoV-2

A peste suína africana levou ao abate em massa de porcos na China e fez com que as pessoas começassem a consumir uma maior quantidade de outras carnes. Isto, segundo sustenta um novo estudo, pode ter aumentado o contacto com outros vírus e, consequentemente, levado à transmissão do coronavírus dos animais para os humanos.

De acordo com o novo artigo, a peste suína africana (PSA), que atingiu a China pela primeira vez em 2018, perturbou o fornecimento de carne suína em 2019, aumentando o potencial de contacto entre vírus e seres humanos, à medida que as pessoas procuravam carnes alternativas.

A carne suína é a principal fonte de proteína na dieta chinesa e o país produz metade dos porcos de todo o mundo – o que equivale a cerca de 55 milhões de toneladas de carne suína por ano, sendo que esta indústria na China vale mais de 128 mil milhões de dólares (cerca de 108 mil milhões de euros).

A PSA é uma doença suína intratável e incurável, e disseminou-se pela maior parte da China durante o quarto trimestre de 2019, fazendo com que todos os animais infetados fossem abatidos.

A queda gigantesca na disponibilidade de carne suína e, mais tarde, o aumento do preço de comercialização, aumentaram a demanda por fontes alternativas de carne, que foram transportadas para todo o país.

Fontes essas que incluíam animais selvagens, o que aumentou o potencial contacto entre os humanos e o vírus responsável pela covid-19, sugere uma equipa de investigadores da China e do Reino Unido numa análise que ainda vai ser revista por pares.

“Se entrar mais vida selvagem na cadeia alimentar humana, seja através da caça ou da ida ao mercado para comprar diferentes fontes de carne… Se isso aumentar, pode aumentar a oportunidade de contacto [com vírus prejudiciais à saúde humana]”, disse David Robertson, autor do estudo e professor de genómica viral e bioinformática da Universidade de Glasgow, no Reino Unido, citado pelo jornal britânico The Guardian.

A chave para evitar outra futura pandemia zoonótica é descobrir como é que a pandemia de covid-19 surgiu. Uma equipa de investigadores da Organização Mundial de Saúde ainda está a analisar a situação e a tentar descobrir a origem do SARS-CoV-2, mas muitos suspeitam que este terá sido transmitido dos morcegos para os humanos.

Os primeiros casos de covid-19 foram detetados em Wuhan, na China, mas é possível que a doença se tenha originado noutro lugar. Em janeiro de 2020 foi divulgada a sequência genética do vírus e, desde então, cientistas mostraram que a sua ancestralidade poderá estar ligada aos morcegos-ferradura da província chinesa de Yunnan.

De uma amostra de 41 casos confirmados de covid-19, 70% dos infetados eram donos de barracas, funcionários ou clientes regulares do mercado de Huanan, que vendia não só frutos do mar, mas também animais vivos, muitas vezes capturados ilegalmente na natureza e abatidos à frente dos clientes. No entanto, o primeiro caso confirmado não tinha conexão aparente com o mercado.

O estudo em pré-publicação, que sugere que a PSA foi a causa de transmissão do Sars-CoV-2 para os humanos, apresenta uma explicação provável para o que aconteceu, disse Robertson, observando que a PSA poderia ter causado uma escassez de cerca de 40 a 60% da população total de suínos, afetando a indústria de carne do país.

“E isso poderá explicar o porquê de não haver conexão direta [com o mercado], e o porquê de ser difícil encontrá-la”, disse ainda, explicando que “pode demorar muitos anos para desvendar as rotas”.

“[Embora] seja improvável que algum dia se descubra exatamente o que aconteceu, parece provável que encontraremos um vírus próximo ao Sars-CoV-2 num morcego, ou talvez noutra espécie”, acrescentou.

O estudo, que ainda não foi revisto por pares, está disponível desde 24 de fevereiro na plataforma de pré-publicação Preprints.

Sofia Teixeira Santos Sofia Teixeira Santos, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ok. Entao estamos no tempo certo de mudarmos algumas coisas, comecando por criar Organizacoes mundiais para controlo e criacao de leis e regras para todos.
    Seria mais indicado e o mais sensato e todos os povos apoiariam. Mas a ganancia e poder e egos muito grandes nao deixam…

RESPONDER

Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página. "Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que …

NASA escolheu SpaceX de Elon Musk para a próxima missão tripulada à Lua

Elon Musk fecha contrato de 2,9 mil milhões de dólares para levar o Homem novamente à Lua. O contrato é a mais importante vitória da SpaceX e reforça a posição da empresa como parceira …

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …

"Longa vida à monarquia." Realeza britânica tende a viver mais três décadas do que a população geral

As diferenças na longevidade de alguns membros da família real em comparação com a população em geral são extremamente grandes, mas não incomuns. O príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II e o consorte mais antigo …

Abominável (e falso) Homem das Neves. Líder russo usou Yeti para atrair turistas para a Sibéria

Um dos líderes regionais mais antigos de Vladimir Putin confessou ter encenado avistamentos falsos de Yetis numa tentativa de encorajar o turismo na Sibéria. Aman Tuleev, um dos líderes regionais de longa data do Presidente russo …

Irão já está a enriquecer urânio a 60%

O Irão avisou e já está a cumprir. Menos de uma semana depois de ter acusado Israel de um ataque contra a sua principal central nuclear, o país diz estar a enriquecer urânio com uma …

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …

Maldivas ponderam oferecer vacinas aos turistas

As Maldivas estão a ponderar dar aos turistas a vacina contra covid-19 quando chegarem para férias, de modo a incentivar o turismo. As Maldivas estão prontas para enfrentar a concorrência acessa assim que o turismo reabrir …

SOS Racismo diz que SEF atentava contra direitos dos imigrantes e aplaude extinção

O Governo decidiu extinguir o SEF e substituí-lo pelo novo Serviço de Estrangeiros e Asilo, com diferentes moldes de funcionamento. A associação SOS Racismo congratulou-se este sábado com a extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras …

Vem aí a Transporter, a van elétrica (e totalmente autónoma) para serviços de entregas

A Mobileye, uma subsidiária da Intel, fechou uma parceria com a startup Udelv para lançar um serviço de entregas em grande escala e com veículos totalmente autónomos já em 2023. A Mobileye, uma subsidiária da Intel …