Muito mais do que só um divórcio milionário. “Perseguições a mulheres” e má fama ameaçam legado de Bill Gates

World Economic Forum / Flickr

Melinda and Bill Gates

O mediático e multimilionário divórcio de Bill Gates é muito mais do que apenas a separação de um casal ao cabo de 27 anos de vida em comum. A ruptura com Melinda está a colocar o filantropo em xeque. Isto porque trouxe à tona dados que podem denegrir a sua imagem e até afectar a sua Fundação.

Entre os rumores que terão motivado o pedido de divórcio de Melinda Gates, surge a notícia de que Bill Gates foi investigado na Microsoft devido a suspeitas de assédio sexual.

Um porta-voz da empresa confirmou à Associated Press que a “Microsoft recebeu uma preocupação, na segunda metade de 2019, de que Bill Gates procurou iniciar um relacionamento íntimo com uma funcionária da empresa no ano 2000″.



“Um comité da direcção analisou a preocupação, ajudado por uma firma de advogados externa, para conduzir uma investigação completa. Ao longo da investigação, a Microsoft forneceu apoio extensivo à funcionária que levantou a preocupação”, aponta ainda aquela fonte.

Foi pouco depois disso que Bill Gates deixou o cargo de presidente do conselho de administração da Microsoft em 2008. Em Março de 2020, acabou por se afastar definitivamente da empresa, argumentando que queria dedicar-se mais à sua Fundação.

Mas, mesmo antes de Março de 2020, os directores da Microsoft já teriam concluído que não seria recomendável que ele continuasse à frente da empresa que fundou em 1975, assegura a CNN.

Isto porque Bill Gates teria uma “reputação de conduta questionável em ambientes relacionados com o trabalho”, segundo revela o The New York Times.

Bill Gates “perseguiu mulheres que trabalhavam para ele”

O jornal assegura que, “em pelo menos algumas ocasiões”, Bill Gates “perseguiu mulheres que trabalhavam para ele” na Microsoft e na sua Fundação, citando testemunhos de “pessoas com conhecimento directo das suas aberturas” para com essas colaboradoras.

Além disso, “funcionários actuais e ex-funcionários” alegam que Bill Gates “tinha um padrão de cortejar as mulheres no local de trabalho”, destaca o mesmo NYT.

Ao longo dos anos, o fundador da Microsoft terá estado envolvido em alegados casos de assédio a funcionárias.

Uma dessas situações terá ocorrido em 2006, após participar numa apresentação de uma trabalhadora da Microsoft. Ele era, na altura, o presidente da empresa, e terá enviado um email a essa funcionária a convidá-la para jantar.

“Se isto te deixa desconfortável, finge que nunca aconteceu“, terá escrito Bill Gates na mensagem, conforme cita o NYT.

Mas haverá outros relatos de mulheres que falam de avanços semelhantes de Bill Gates.

O jornal refere ainda que seis actuais e ex-funcionários da Microsoft alegam que Bill Gates “era conhecido por fazer abordagens desajeitadas a mulheres dentro e fora do escritório”.

“O seu comportamento alimentou conversas generalizadas entre os funcionários sobre a sua vida pessoal”, constata o NYT.

Alguns destes funcionários notam que Bill Gates não parecia ter um comportamento “predatório” e que “não pressionou as mulheres a submeterem-se aos seus avanços em prol das suas carreiras”. Mas esse tipo de incidentes causavam “um ambiente de trabalho desconfortável”, referem fontes da empresa ao NYT.

Este tipo de postura entra em choque com o empenho de Melinda Gates na promoção do empoderamento feminino . Ela chegou a falar do facto de muitas mulheres ainda enfrentarem “assédio sexual generalizado e discriminação” no trabalho num artigo de opinião na revista Time.

O NYT aponta ainda que Bill Gates faria questão de que a sua voz fosse “dominante” nas reuniões da Fundação que tem com a ainda esposa, chegando até a ser “indiferente” para com Melinda, o que deixaria alguns dos funcionários presentes desconfortáveis.

“Houve um caso há quase 20 anos”

Uma porta-voz de Bill Gates, Bridgitt Arnold, assegura ao NYT que “a alegação de maus-tratos a funcionários é falsa“, lamentando que “é extremamente desapontante que tenham sido publicadas tantas inverdades” sobre o divórcio.

“Os rumores e especulações em torno do divórcio de Gates estão a tornar-se cada vez mais absurdos, e é uma pena que pessoas que têm pouco ou nenhum conhecimento da situação sejam caracterizadas como ‘fontes’”, acrescenta Bridgitt Arnold.

Mas a porta-voz de Bill Gates confirma que “houve um caso há quase 20 anos que acabou amigavelmente”. “A decisão de Bill de fazer a transição para fora do conselho não estava de forma alguma relacionada com este assunto. Na verdade, ele já tinha manifestado interesse em dedicar mais tempo à sua filantropia”, salienta ainda.

Amizade “tóxica” com Bill Epstein

A azedar a relação entre Bill Gates e Melinda terão estado também divergências quanto à forma como lidar com as denúncias de assédio sexual contra o gerente financeiro do casal, Michael Larson. O fundador da Microsoft quis abafar o caso após um acordo com as vítimas enquanto que Melinda queria a situação investigada.

Além disso, Melinda não terá gostado do facto de Bill Gates manter uma relação de amizade com Jeffrey Epstein, mesmo após ele ter sido acusado de pedofilia e de traficar menores para prostituição.

Epstein morreu na prisão, em 2019, depois de ter sido condenado por alguns destes crimes.

Antes de Epstein ter sido detido, Bill Gates terá mantido relações próximas com ele, nomeadamente indo jantar a sua casa, onde o primeiro costumava estar rodeado de raparigas, algumas menores.

E há rumores de que Bill Gates terá mesmo pedido conselhos a Epstein de como poderia acabar com o seu casamento “tóxico”.

“Bill só se encontrava com Epstein para discutir filantropia“, garante contudo a porta-voz do fundador da Microsoft.

O NYT assegura que logo depois de a proximidade entre Bill Gates e Epstein se ter tornado pública em 2019, Melinda contratou advogados de divórcio.

O processo pode acabar por ter implicações sociais relevantes, nomeadamente na estrutura da Fundação Bill e Melinda Gates que, desde 2000, já investiu quase 55 mil milhões de dólares em projectos em 135 países.

Entre 1998 e 2018, Bill Gates e Melinda contribuíram com mais de 36 mil milhões de dólares para a Fundação que também é financiada por bilionários como Warren Buffett, entre outros doadores.

Falta saber se a nova imagem que se traça do filantropo e visionário da tecnologia vai ter repercussões negativas para a Fundação.

Enquanto isso, espera-se que o acordo de divórcio supere o recorde de 35 mil milhões de dólares que Jeff Bezos pagou a MacKenzie Scott quando se separaram em 2019.

Susana Valente, ZAP //

PARTILHAR

19 COMENTÁRIOS

  1. Pensei que o Bill Gates era médico. Nos últimos tempos só se ouve Bill a mandar toda a gente injectar essa ‘vacina’ milagrosa. Estava convencido que ele era expert na matéria. Quem sabe ele ainda terá alguma participação nessas farmacêuticas.

    • É como o Musk. Não percebe patavina de astronomia ou aero-espacial mas vai dizendo que estamos em Marte em 2024… enfim. ad crumenam, ad Verecundiam … falácias! Mais contradições.

  2. “abordagens desajeitadas” e assédio sexual são coisas muito diferentes que não devem ser confundidas. Um é um crime grave… o outro é apenas notícia de tablóide quando um dos intervenientes calha ser o Bill Gates.

  3. Caro ZAP. Penso que há aqui algum engano nos zeros à direita. Penso que o que está em causa não serão 35 milhões de dólares mas antes 35 mil milhões de dólares. Decididamente não estamos aqui a falar de “trocos”.

  4. Este tipo de noticias visa fazer dos HOMENS autênticas Amélias. Homem que é HOMEM gosta de mulheres, lançar a escada sem ultrapassar o risco a não ser obviamente que elas mordam o isco e também queiram, está obviamente na sua natureza. O ser casado não significa ser capado pelo contrário como diz o poema:

    Xácara das Mulheres Amadas
    Quem muitas mulheres tiver,
    em vez de uma amada esposa,
    mais se afirma e se repousa
    pera amar sua mulher;
    Quem isto não entender…
    em cousas d’amor não ousa,
    em cousas d’amor não quer!

    Quantas mais, mais se descansa,
    mais a gente serve a todas;
    quantas mais forem as bodas,
    quantos mais os pares da dança,
    menos a dança nos cansa
    O gosto d’andar nas rodas.

    Que quantas mais, mais detido
    a cada uma per si;
    nem cansa tanto o que vi,
    nem fica o gosto partido;
    ao contrário, é acrescido
    a cada uma per si!

    No paladar de mudar
    mais se sente o gosto agudo:
    que amar nada ou amar tudo
    é estar pronto a muito amar;
    o enjoo vem de não estar
    a par do nada e do tudo.

    Mais facilmente se chega
    pera muitas que pera uma;
    e a razão é porque, em suma,
    se esta razão me não cega,
    quem quer que muitas adrega
    é como tendo…nenhuma!

    Com muitas, descanso vem,
    faz o desejo acrescido:
    que é o mais apetecido
    aquilo que se não tem;
    e o apetite é o bem;
    e em saciá-lo é perdido.
    Também a mulher que tem
    seu marido repartido
    é mais gostosa do bem
    que advém de seu marido!

    Tão gostosa e recolhida,
    tão pronta e tão conformada,
    quanto o gosto é não ter nada;
    porque o gosto é ser servida
    e não o estar contentada.
    O gosto é coisa corrente,
    e quem o tem já não sente
    o gosto dessa corrida,
    que tê-lo, é cousa … jazente…
    que tê-lo , é cousa… perdida!

    Ora, pois, nesta jornada
    não vi nada mais de amar
    que ter muito por chegar
    e cousa alguma chegada;
    não vi nada mais de ter…
    que ter muito que perder…
    e cousa alguma ganhada!

    Mário Saa, in ‘Cancioneiro do I Salão dos Independentes’

  5. “Enquanto isso, espera-se que o acordo de divórcio supere o recorde de 35 milhões de dólares que Jeff Bezos pagou a MacKenzie Scott quando se separaram em 2019.”

    Já tinha por aqui deixado um comentário mas aparentemente o ZAP esqueceu-se de o publicar.
    Os valores em causa não serão de 35 milhões de dólares que são obviamente “trocos” neste campeonato. São 35 mil milhões de dólares.

  6. Ok, é sabido – por muitos – que Bill Gates incomoda muito os evangélicos negacionistas. A notoriedade de Gates neste assunto “vacina”, advém do facto de ter sido a primeira figura, com reputação planetária, a avisar que os vírus podem ser tanto ou mais catastróficos que as guerras, coisa que não estava na ordem-do-dia científico. Muito antes, modestamente, tenho a opinião que os vírus, serão, na actualidade e no futuro, os “melhores inimigos” do Homem. Para o bem e para o mal. Ignoro se Gates tem ou não interesses na biotecnologia química, é publico que a Fundação Gates doou um milhão de dólares para a investigação da Moderna.

  7. O pá mais um que faz assédio sexual porque é multimilionário, então o homem não pode dizer nada a nenhuma mulher, tal e qual como dizem acima no texto “Se isto te deixa desconfortável, finge que nunca aconteceu“, terá escrito Bill Gates na mensagem, conforme cita o NYT.” ela só vai se quer como ele é milionário é assédio, se fosse eu um teso dizia logo “aquele parvalhão convidou-me para jantar, nem lhe dei resposta” e acabava aqui mas com dinheiro por trás… há eu também para estar casado tive que fazer assédio sexual para com a minha mulher, só que ela hoje em dia está para me processar por ser um teso,, há há há algumas mulheres deviam ter vergonha de chamar a atenção dos homens só para os destruir em proveito delas.

    • piranha – tem toda a razão! Irá ver que a partir de agora aparecerão um grupo elevado de senhoras sérias, umas que fizeram sexo com ele com todo o prazer e possivelmente outras que ele nunca viu nem conheceu, mas que serão também umas sérias candidatas aos milhões do homem. Não sou a favor do abuso sexual mas também não sou a favor destas meninas que andam a todo o custo à procura de se sexo com ricalhaços para depois, por vezes passado anos, se irem queixar deles, se fosse justiça feita a sério seriam elas as condenadas e acabariam de vez com estes tipo de oportunistas descaradas e sem o mínimo de pudor.

    • Até o tablóide NYT o reconhece: BilL Gates nunca abusou da sua posição de dono das suas empresas, só se deitaram com ele aquelas que ou quiseram prová-lo ou entenderam que lhes poderia trazer lucros futuros. Que o Bill tenha lançado a rede, seguramente que sou culpado e como o Bill aceitei, desportivamente, a recusa, isto é, não tinha, que se saiba, um comportamento predador. O assédio é uma treta, uma fraude que a partir do trivial, pretende esconder a verdadeira realidade, isto é, aquilo a que chamo de “exigência e pagamento de imposto corporal”. Traduzindo, ou te deitas comigo, ou diz adeus aos teus sonhos de carreira, posso fechar ou abrir a porta. Ou pagas ou…
      Isto acontece por todo o lado, mulheres, principalmente, tiveram que pagar o imposto corporal, não por sonhos de carreira, mas para não perder o sustento, próprio e dos seus. Esta realidade tornou-se mais mediática porque as vítimas mais destacadas são estrelas de cinema ou do entretenimento. Já me interroguei, muitas vezes, porque é que as actrizes e cantoras, por exemplo, são quase sempre bonitas? Talento e beleza são consanguíneos? A propósito do movimento “Me too”, uma das mais belas mulheres que conheço, fez uma afirmação muito interessante: “nunca tive problemas porque era casada com um homem muito poderosa na indústria”. Esta citação é textual e muito perturbadora, a Nicole Kidman deixou claro que Tom Cruise a salvou de ter que pagar o imposto ou desistir dos seus sonhos. Ninguém é obrigado a pagar, fazê-lo ou não, tem consequências. Neste caso, do abuso de poder, pode ser que os predadores se tornem mais cautelosos, mas não vai deixar de existir, é da natureza humana, a bondade e a maldade são as duas faces da moeda.

  8. “…de que Bill Gates procurou iniciar um relacionamento íntimo com uma funcionária da empresa no ano 2000”
    Ui… e passados 20 anos é que lembram disto?
    “Procurar iniciar um relacionamento íntimo” será exactamente o quê?!

RESPONDER

Paquistão. Quem não se vacinar pode ficar sem acesso ao telemóvel

O governo regional de Punjab, no Paquistão, decidiu que os cidadãos que não se vacinarem contra a covid-19 "ao fim de um certo tempo" podem ver o cartão SIM do seu telemóvel bloqueado. "Estamos a fazer …

Seleção Nacional testa negativo na véspera da estreia no Europeu

Depois do susto de João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, a seleção nacional respira de alívio na véspera da estreia no Europeu, depois de ter testado negativo à covid-19. Esta segunda-feira de manhã, a …

Associação quer que os testes em eventos culturais sejam gratuitos

A Associação Espetáculo - Agentes e Produtores Portugueses defendeu que os testes de diagnóstico à covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais. A Associação Espetáculo – Agentes e Produtores Portugueses defendeu, este domingo, que os testes …

Advogados repudiam declarações de Cabrita sobre agendamentos do SEF

Um grupo de advogados repudiou as declarações do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que atribuem a um escritório de advogados a responsabilidade pelo mau funcionamento do sistema de agendamentos para atribuição de vistos de …

Fundo Azul só aplicou um quarto do orçamento desde 2016

O Fundo Azul tem tido um orçamento anual de 13 milhões de euros nos últimos cinco anos, mas não tem gasto três quartos desde 2016. Em cinco anos, o Fundo Azul entregou apenas 17 milhões de …

Polónia 1-2 Eslováquia | Paulo Sousa surpreendido no arranque

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, entrou hoje da pior forma no Euro2020, ao perder por 2-1 com a Eslováquia, em encontro do Grupo E, disputado em São Petersburgo, na Rússia. O guarda-redes Wojciech …

Agostinho Branquinho nega tráfico de influências na construção de hospital em Valongo

O antigo deputado Agostinho Branquinho negou esta segunda-feira qualquer envolvimento ou tráfico de influências junto da Câmara de Valongo, no processo de licenciamento e construção do Hospital de São Martinho, naquele concelho do distrito do …

Estádio Sp. Braga

17 anos depois, Câmaras ainda devem 55 milhões dos estádios do Euro 2004 (só 2 já pagaram tudo)

Apenas duas Câmaras municipais já não têm dívidas no âmbito da construção de estádios para o Euro 2004. Ao cabo de 17 anos, as autarquias ainda têm cerca de 55 milhões de euros para pagar …

PSD quer aumentar penas para corrupção por políticos em funções e evitar megaprocessos

O PSD quer agravar as penas de prisão para crimes de corrupção, sobretudo quando cometidas por políticos, mas admite a dispensa ou atenuação da pena em caso de colaboração, e apresenta propostas para evitar os …

Petição por manuais gratuitos para todos os alunos entregue esta segunda-feira no Parlamento

Uma petição pública pelo alargamento da gratuitidade dos manuais escolares a todos os alunos do ensino obrigatório, passando a incluir o setor privado, é entregue esta segunda-feira no parlamento para ser discutida em plenário. Dezenas de …