Divisão do poder com os talibãs incluído nos planos de Biden para o Afeganistão

jlhervàs / Flickr

O novo Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

A presença militar dos Estados Unidos (EUA) no Afeganistão completa 20 anos em outubro, tendo o atual Governo de Joe Biden herdado um acordo de paz celebrado com os talibãs, que poderá levar à retirada dos 2.500 soldados norte-americanos do Afeganistão até maio.

“Os EUA não descartaram nenhuma opção. Estamos a considerar a retirada total das nossas forças até 1 de maio, enquanto ponderamos outras opções”, referiu recentemente o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, numa carta endereçada ao Presidente afegão, Ashraf Ghani, divulgada no canal afegão Tolo News e citada pelo Expresso.

“Preocupa-me que a situação ao nível da segurança piore e que os talibãs possam obter ganhos territoriais rápidos”, acrescentou Blinken, sublinhando: “Deixo isto claro para que entenda a urgência do meu tom”.

Juntamente com a carta, seguiu um esboço de acordo de paz elaborado pelos norte-americanos e entregue em Cabul na semana passada pelo Representante Especial dos EUA, Zalmay Khalilzad, nascido no Afeganistão, visando “acelerar as negociações de paz no Afeganistão entre a República Islâmica e os talibãs”.

“Ao partilharmos estes documentos, não tencionamos ditar os termos às partes”, alertou Blinken. O primeiro vice-presidente afegão, Amrullah Saleh, disse na segunda-feira que
“jamais aceitaremos uma paz coagida e imposta”. Já os talibãs afirmaram, através do porta-voz Mohammad Naeem: “Está a ser discutido. Depois, tomaremos uma posição”.

Na carta, Blinken apontou os objetivos de curto prazo: um encontro entre os ministros dos Negócios Estrangeiros da Rússia, China, Paquistão, Irão, Índia e EUA, organizado pelas Nações Unidas – para discutir uma abordagem única -, e a partilha de propostas entre Zalmay Khalilzad, o Presidente afegão e os talibãs, para acelerar o cessar-fogo.

Além disso, destacou a concretização do acordo de paz e uma proposta de redução da violência durante 90 dias, impedindo a tradicional ‘ofensiva da primavera’ dos talibãs.

Biden fará primeiro discurso à nação na quinta-feira

Joe Biden fará o seu primeiro discurso à nação em horário nobre na quinta-feira, por ocasião do primeiro aniversário do confinamento para combater a pandemia de covid-19, informou a Casa Branca, citada pela agência Lusa.

Mark Lennihan / EPA

Sandra Lindsay, uma enfermeira de Nova Iorque, foi a primeira a receber a vacina nos EUA

“O Presidente falará dos sacrifícios que os americanos fizeram no ano passado e das grandes perdas que as comunidades e famílias sofreram”, disse na segunda-feira a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki. “O Presidente falará do futuro, destacando o papel que os americanos desempenharão na derrota do vírus e no regresso do país à normalidade”.

Biden fará este discurso depois de, previsivelmente, um pacote de estímulo económico no valor de 1,9 biliões de dólares (cerca de 1,6 biliões de euros) ter sido aprovado na Câmara dos Representantes, na terça-feira passada, num esforço para conter a crise económica provocada pela crise sanitária.

Ainda não se sabe se o Presidente fará o seu discurso numa sessão conjunta do Congresso, como acontece com o discurso do Estado da União.

Desde a sua posse, em 20 de janeiro, a prioridade de Biden tem sido o combate à covid-19, com os EUA a permanecerem como o país mais afetado em todo o mundo, com mais de 29 milhões de casos e mais de 525 mil mortes.

Ao chegar à Casa Branca, Biden impôs um mandato federal para o uso obrigatório de máscara em instituições federais e nos transportes públicos e prometeu que haverá vacinas suficientes para todos os adultos residentes nos EUA até final de maio.

Esta gestão da pandemia contrasta com a do seu antecessor no cargo, Donald Trump, que reconheceu ter subestimado deliberadamente a gravidade da covid-19 nos primeiros meses da pandemia, para não criar pânico na população.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.593.872 mortos no mundo, resultantes de mais de 116,7 milhões de casos de infeção, segundo a agência AFP. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Taísa Pagno Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Pandemia fez duplicar ataques informáticos em Portugal

Os ataques informáticos contra entidades públicas e empresas quase duplicaram em 2020: registaram-se 1.418 incidentes graves, um aumento de 90%. O "Relatório Cibersegurança - Riscos e Conflitos 2021" do Observatório do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS), …

Áustria deixará de administrar a vacina da AstraZeneca

A Áustria deixará de usar a vacina da AstraZeneca devido a problemas de entrega e à relutância da população à vacina, após decisões semelhantes tomadas pela Noruega e Dinamarca. "Provavelmente, continuaremos a administrar as primeiras doses …

Portugal com duas mortes e 386 novos casos de covid-19

Portugal registou esta terça-feira 386 novos casos de infeção por covid-19 e mais duas mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.  De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

Audição a Nuno Vasconcellos por confirmar. Advogado avisou que a rede não é boa

A audição de Nuno Vasconcellos na comissão de inquérito ao Novo Banco, agendada para a próxima quinta-feira, ainda está por confirmar. No site do Parlamento, o agendamento previsto para a audição de Nuno Vasconcellos, antigo presidente …

Portugal com maior queda do PIB na União Europeia no primeiro trimestre

A economia da zona euro recuou 1,8% e a da União Europeia 1,7% no primeiro trimestre do ano, face ao período homólogo, com Portugal a apresentar a maior quebra, de 5,4%. De acordo com uma estimativa …

Corrida dos portugueses ao novo estatuto de imigrante entope consulados do Reino Unido

Mais de 380 mil portugueses já se candidataram ao novo estatuto de imigrante no Reino Unido, mas os postos consulares não estão a conseguir dar resposta a esta corrida. Segundo o jornal Público, os atrasos dos …

Autoridade Tributária demora, em média, 20,7 dias a pagar reembolso de IRS

Até ao momento, foram reembolsados 1.180.738 contribuintes, num valor total de 1.125 milhões de euros, de acordo com dados do Ministério das Finanças. O ECO avança que a Autoridade Tributária e Aduaneira já devolveu 1.125 milhões …

Médicos de família admitem que recuperados podem passar a grupo de risco

A área das sequelas da infeção pelo vírus SARS-CoV-2 "é uma zona muito cinzenta", sobre a qual Portugal “não tem ainda orientações totalmente definidas”. Nuno Jacinto, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), …

Muito mais do que só um divórcio milionário. "Perseguições a mulheres" e má fama ameaçam legado de Bill Gates

O mediático e multimilionário divórcio de Bill Gates é muito mais do que apenas a separação de um casal ao cabo de 27 anos de vida em comum. A ruptura com Melinda está a colocar …

Marcelo na Guiné Bissau

Banho de multidão e "pedras" do PAIGC e de Ana Gomes. Marcelo em visita histórica à Guiné Bissau

Marcelo Rebelo de Sousa está na Guiné-Bissau na primeira visita de um chefe de Estado português ao país em mais de 30 anos. A população recebeu Marcelo em delírio, mas a visita está a causar …