Diretor artístico do Teatro São Carlos demite-se

Janko Hoener / Wikimedia

Teatro Nacional de São Carlos

O diretor artístico do Teatro Nacional de São Carlos (TNSC), Patrick Dickie, apresentou esta terça-feira a sua demissão à ministra da Cultura.

“O diretor artístico do Teatro Nacional de São Carlos, Patrick Dickie, informou esta tarde S. Exa. a ministra da Cultura que, por razões pessoais, não tem condições para equacionar a continuidade naquelas funções”, refere o TNSC, em comunicado, citado pela Renascença.

O mandato de Patrick Dickie termina a 31 de agosto, “pelo que será efetivamente essa a data em que cessa o exercício das suas funções como diretor artístico”, adianta a nota.

Patrick Dickie sublinha que tem sido “uma honra desempenhar estas funções e trabalhar com todos os colaboradores do TNSC, em particular os extraordinários artistas da Orquestra Sinfónica Portuguesa e o Coro do Teatro Nacional de São Carlos”.

É a segunda demissão depois do presidente da Opart, organismo que gere o Teatro Nacional de São Carlos, a Companhia Nacional de Bailado e a Orquestra Sinfónica Portuguesa. Carlos Vargas demitiu-se na segunda-feira.

O Ministério da Cultura agendou para esta terça-feira uma reunião com o sindicato CENA-STE e com os trabalhadores, mesmo com entidade patronal ausente, “para encontrar soluções para vários problemas identificados” no Opart.

Em comunicado, a tutela referiu que a secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira, propôs aos representantes sindicais uma nova reunião “com o objetivo de continuar os trabalhos em curso relativos ao Opart”.

Os trabalhadores do Organismo de Produção Artística (Opart) iniciaram, no passado dia 7, uma série de greves contra os recuos na negociação do novo regulamento interno de pessoal e os sucessivos adiamentos do compromisso que garantiria a equiparação de salários entre os técnicos de São Carlos e os da CNB – duas estruturas tuteladas pelo Opart, empresa pública na dependência do Ministério da Cultura.

Os técnicos da CNB, na categoria profissional mais baixa, ganham mais 180 euros do que os colegas, uma situação que se mantém desde setembro de 2017, quando ambas adotaram as 35 horas semanais.

No fim-de-semana, numa nota enviada à Lusa, o Ministério da Cultura explicou que “não pode aceitar” os aumentos salariais reivindicados para alguns trabalhadores, porque “seria uma injustiça para todos os restantes trabalhadores do Opart” e para “todos os trabalhadores do Estado”.

Neste processo negocial, e “nos próximos dias”, o Ministério da Cultura anunciará a constituição de um novo Conselho de Administração do Opart. Os trabalhadores reuniram-se em plenário na sexta-feira e decidiram manter a greve, tendo marcado novo plenário para esta quarta-feira, para “decidirem novas formas de luta”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vídeo de criança vítima de bullying gera onda de apoio global

Internautas de todo o mundo, inclusive celebridades, uniram-se para dar apoio ao menino australiano, de nove anos, que sofre de bullying por causa da sua aparência. De acordo com a BBC, Yarraka Bayles partilhou o vídeo …

Descoberta nova quasipartícula: o π-ton

Foi descoberta uma nova quasipartícula no Instituto de Tecnologia de Viena. Os cientistas batizaram-na de π-ton, uma quasipartícula que contém dois eletrões e duas lacunas. Existem diferentes tipos de partículas. Um deles, as quasipartículas, são excitações …

É oficial. Friends está de volta para um episódio especial

As preces dos fãs foram finalmente ouvidas. O elenco de Friends vai reunir-se para um episódio especial exclusivo na HBO Max. Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Matthew Perry e David Schwimmer voltarão ao …

Dieta ocidental está a deixar as pessoas menos inteligentes

Uma dieta pouco saudável, à base de hambúrgueres e doces está literalmente a deixar as pessoas menos inteligentes apenas no espaço de uma semana. Esta foi a conclusão de um estudo de investigadores da Universidade …

Pedro Proença: Sociedade deve atuar no combate ao racismo

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) disse, esta sexta-feira, que a sociedade portuguesa deve atuar no combate ao racismo, violência, xenofobia e intolerância. A Liga vai lançar, durante este fim-de-semana, uma campanha com …

Na última década, Coreia do Norte gastou mais de meio milhão de dólares em cavalos russos

A Coreia do Norte gastou recentemente dezenas de milhares de dólares na aquisição de 12 cavalos provenientes da Rússia, de acordo com os dados alfandegários. A Coreia do Norte gastou quase meio milhão de dólares (584.302 …

O caranguejo "supervilão" do Canadá vai ser transformado em plástico biodegradável

Uma equipa de cientistas no Canadá desenvolveu um plano para transformar uma espécie invasora de crustáceo - conhecida como como caranguejo supervilão - em copos e talheres  de "plástico", usando as suas carapaças para criar …

Covid-19. Tripulante de navio japonês pode ser o primeiro português infetado

Um português que é tripulante do navio Princess Cruises, atracado no porto de Yokohama, no Japão, pode ter sido diagnosticado "positivo" com o novo coronavírus. Contactada pela agência Lusa, a diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, afirma …

Harry e Meghan vão deixar de poder usar a marca Sussex Royal

O duque e a duquesa de Sussex vão deixar de poder usar a marca Sussex Royal, anunciou, esta sexta-feira, um porta-voz da casa real. "Estando o duque e a duquesa focados nos seus planos de estabelecer …

Messi marca quatro e embala Barcelona para o topo da La Liga

Um póquer de Lionel Messi embalou o FC Barcelona, este sábado, para a liderança da Liga espanhola, com uma "mão cheia" de golos na receção ao Eibar (5-0). Os catalães subiram ao topo de La Liga …