/

Director de comunicação do FC Porto detido por violência doméstica

1

José Coelho / LUSA

Francisco J. Marques, diretor de Comunicação do FC Porto, durante a apresentação do livro “O Polvo Encarnado”

O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, foi detido por violência doméstica sobre a ex-companheira. Já terá sido ouvido, em interrogatório judicial, e terá saído em liberdade.

Francisco J. Marques terá sido detido no seguimento de um mandado judicial, no âmbito de uma investigação iniciada no final do mês de Janeiro, após uma queixa da sua ex-companheira, conforme relata o Jornal de Notícias (JN).

Este jornal nota que o director de comunicação do FC Porto já foi “ouvido em primeiro interrogatório judicial” e que já foi libertado.

O Record reforça que Francisco J. Marques saiu em liberdade sem qualquer medida que limite as suas funções no FC Porto. Mas o dirigente portista estará impedido de contactar a ex-companheira.

Não é a primeira vez que Francisco J. Marques tem problemas com a justiça, tendo sido condenado, em Junho de 2019, no caso da divulgação dos emails do Benfica, a pagar uma indemnização de cerca de dois milhões de euros. O processo está em recurso.

O responsável da comunicação dos dragões também foi condenado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol a 22 dias de suspensão devido a declarações que fez no Porto Canal.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.