Fóssil de dinossauro bico de pato encontrado no continente “errado”

Restos fossilizados de um dinossauro herbívoro, comum a uma das duas grandes massas de terra, foram inesperadamente desenterrados em rochas pertencentes à outra, levando os paleontólogos a se perguntarem como o animal conseguiu dar esse salto.

Estava completamente fora do lugar, seria como encontrar um canguru na Escócia”, disse o paleontólogo Nicholas Longrich da Universidade de Bath, que conduziu o estudo sobre a recente descoberta publicado na Science Direct este mês.

O animal fora do lugar era, na verdade, um dinossauro bico de pato, conhecido como hadrossaurídeo. Há cerca de 66 milhões de anos, quando o período Cretáceo se aproximava do fim, os hadrossauros estavam entre os dinossauros herbívoros mais comuns.



Estavam muito presentes no super continente Laurásia – uma massa que mais tarde se dividiu para e se transformou nos atuais continentes da América do Norte, Europa e grande parte da Ásia.

Do outro lado do oceano, uma massa de terra separada conhecida como Gondwana era dominada por uma diversidade de saurópodes de pescoço longo e pesado. Os restos desses gigantes são comummente encontrados em lugares como África, Índia, Austrália e América do Sul.

Misturar os dois grupos de dinossauros parece bastante improvável devido às grandes extensões de água entre os continentes. Contudo, o mais novo membro da família hadrossaurídeo pode ser uma exceção.

Com base num pouco mais do que alguns pedaços de mandíbula e um punhado de dentes arrancados de uma mina de fosfato em Marrocos, a descoberta é uma evidência de que pelo menos um desses animais conseguiu ir mais longe do que se achava ser possível.

“Esses dinossauros evoluíram muito depois da deriva continental dividir os continentes, e não temos evidências de pontes terrestres. A geologia diz-nos que o atual continente africano estava isolada por oceanos. Nesse caso, a única maneira de chegar até lá seria através da água”.

A ideia não é tão rebuscada quanto pode parecer à primeira vista. Os hadrossauros sentiam-se em casa perto de ambientes aquáticos. Alguns mediam até 15 metros de comprimento, e tinham caudas grandes e pernas fortes, capazes de torná-los nadadores bastante competentes.

Porém, com um comprimento inferior a 3 metros, este hadrossauro pode ter tido um pouco mais de dificuldade em fazer uma maratona que poderia incluir nadar centenas de quilómetros, diz o LiveScience.

“Travessias oceânicas explicam como lémures e hipopótamos chegaram a Madagascar, ou como macacos e roedores atravessaram de África para a América do Sul”, diz Longrich, por isso este pequeno dinossauro também pode ser um desses exemplos.

Os cientistas apelidaram o hadrossauro de Ajnabia odysseus.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Entre "bomba atómica" e "cozinhado" de última hora, Marcelo recebeu Rangel (para irritação de Rio)

O Presidente da República recebeu Paulo Rangel numa altura em que tenta ainda "cozinhar" um entendimento de última hora para aprovação do Orçamento de Estado para 2022, de modo a evitar a "bomba atómica" da …

Sarabia (2E) do Sporting disputa a bola com Ricielli (2D) do Famalicão durante jogo da Taça da Liga

Sporting 2-1 Famalicão | Leões roubaram a bola e não deram hipóteses

O Sporting venceu o Famalicão 2-1, em jogo do grupo B da Taça da Liga, no qual, apesar da diferença mínima, não deu hipóteses ao adversário e controlou-o desde o primeiro ao último minuto. Finalmente Rúben …

Cidade australiana está a dar terrenos de graça para atrair novos moradores

Uma cidade em Queensland, na Austrália, está a doar terrenos numa tentativa de aumentar a sua população de apenas 800 pessoas. Em declarações ao site news.com.au, as autoridades da cidade australiana de Quilpie explicaram que estão …

Princesa Mako e o marido Komuro Kei

Entre escândalos na imprensa e stress pós-traumático, nada deteve o amor da Princesa Mako pelo plebeu Kei Komuro

A monarca japonesa vai abandonar a vida real e viver nos EUA com o marido, um advogado plebeu que conheceu em 2012 na Universidade. A imprensa tem escrutinado a vida de Komuro Kei, que consideram …

Depressão: o relato de Vanessa Fernandes

Escrava do seu sucesso, a vencedora de uma medalha nos Jogos Olímpicos confessa que teria ficado destruída, caso não tivesse pedido ajuda. A ideia era sempre "ganhar e ser a melhor" mas, nos bastidores, Vanessa Fernandes …

Squid Game. Coreia do Norte ataca Coreia do Sul com base no novo sucesso da Netflix

A série "Squid Game", que é a mais vista de sempre na Netflix, tornou-se tão popular que nem a Coreia do Norte ficou indiferente — mas por maus motivos. Enquanto a série sul-coreana tem conquistado espectadores …

O jogador do Santa Clara, Chindris, festeja um golo contra o FC Porto

Santa Clara 3-1 FC Porto | Eficácia atira dragões para fora da Taça da Liga

O Santa Clara recebeu e venceu hoje o FC Porto por 3-1, atirando os portistas para fora da Taça da Liga, num jogo em que a eficácia açoriana fez a diferença. Os golos do triunfo açoriano …

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Albuquerque mostrou-se disponível para negociar o OE, mas Rio diz que "a Madeira não está à venda"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, manifestou hoje disponibilidade para conversar com o Governo sobre o OE, mas Rui Rio garantiu que os deputados madeirenses não vão contrariar o partido. “Se for para …

Golpe de Estado no Sudão. Confrontos nas ruas causam sete mortos e 140 feridos

Milhares de sudaneses têm saído às ruas para protestarem a tomada do poder pelos militares. A comunidade internacional tem sido unânime na condenação ao golpe de Estado. Na sequência do golpe de Estado de segunda-feira, os …

Amnistia Internacional pede que EUA retirem acusações a Assange e a Londres que evite extraditá-lo

A Amnistia Internacional (AI) pediu aos Estados Unidos que retirem as acusações contra o fundador da Wikileaks, Julian Assange, e ao Reino Unido que evite extraditá-lo, pedido feito hoje antes do início, quarta-feira, de nova …