Acabou-se a picada diária para 15 mil diabéticos

(dr) Freestyle Libre / Abbott Diabetes Care Inc.

Menores com diabetes tipo 1 vão ter acesso de forma gratuita a bombas de insulina dentro de dois anos, segundo informação oficial do Ministério da Saúde.

O tratamento da diabetes tipo 1 pretende assegurar a cobertura até final de 2019 de toda a população em idade pediátrica, até aos 18 anos, de acordo com uma informação dada à Lusa por fonte oficial do Ministério.

O alargamento do acesso a bombas de insulina vai ser feito por três fases: até final deste ano todas as crianças até 10 anos terão cobertura assegurada e até fim de 2018 o mesmo acontece para todas as crianças até 14 anos.

Até final de 2019 será alargada a cobertura às bombas de insulina a toda a população pediátrica, até aos 18 anos.

Fonte oficial do Ministério explicou à Lusa que este faseamento deve-se sobretudo à necessidade de dotar esta população e as famílias de capacidade e formação para utilização das bombas de insulina.

O Ministério da Saúde adianta ainda que, a par deste alargamento, foi realizado um processo de compra centralizado de bombas de insulina que permitiu uma poupança de 600 mil euros, constituindo uma redução de 45% face ao preço base.

O fim da picada diária para 15 mil doentes

No mesmo dia em que Ministério da Saúde anuncia que todos os diabéticos, até aos 18 anos, vão ter acesso gratuito a bombas de insulina, o Governo promete comparticipar em 85% o dispositivo médico FreeStyle Libre, um medidor de glicose que promete libertar os diabéticos do tipo 1 das picadas diárias.

Segundo o Diário de Notícias, em comunicado, o Infarmed adiantou que “o acordo estabelecido com a empresa Abbott prevê o tratamento de cerca de 15 mil diabéticos tipo I durante o primeiro ano”.

De acordo com a Autoridade Nacional do Medicamento, “todas as crianças com mais de quatro anos serão beneficiadas com este dispositivo“. Uma medida de “extrema importância”, refere Paula Klose, presidente da Associação dos Jovens Diabéticos de Portugal (AJDP): “É uma notícia fantástica. Este aparelho permite uma melhoria significativa no controlo da diabetes, o que leva a uma maior qualidade de vida”.

O dispositivo tinha um custo inicial de 170 euros e depois mensal de 120, por isso só estaria à disposição de algumas pessoas. Agora, com uma ajuda do Governo no valor de 85%, o dispositivo ficará com um valor inicial de 25,5€ e mensal de 18€.

Também a comunidade médica aguardava com expectativa que o Infarmed concluísse as negociações para o financiamento do aparelho. “Fazer o controlo do açúcar sem ser preciso picar o dedo é realmente uma evolução extraordinária. É caro para as pessoas, mas para o Serviço Nacional de Saúde compensa, uma vez que estas pessoas consumiam muitas tiras de glicemia. Não é nenhum preço exorbitante”, afirma Rui Duarte, presidente da Sociedade Portuguesa de Diabetologia.

Segundo o Infarmed, este sistema “garante um maior controlo das hipoglicémias (baixas de açúcar no sangue) e pode disponibilizar uma imagem da glicemia do doente correspondente ao período de 24 horas”. Há um sensor que é aplicado “na parte posterior do braço e armazena os dados de glicose continuamente durante até 14 dias”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Bombas de insulina só para alguns, os outros são filho de quem, isto é justiça social num estado que se diz de direito em democracia. Povo é necessário por a mão na consciência e e reflectir da injustas barbaridades que se pratica neste pais. Um exemplo: ser solidário e devemos ajudar o nosso próxmoi com chamadas telefónicas de 0.60€+iva, será que o iva faz parte da solidariedade ou é para o governo por ao bolso, solidariedade por um lado , aproveitamento por outro.

RESPONDER

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …