Dia da Bastilha marcado por confrontos com Coletes Amarelos e um “homem voador”

Christophe Petit Tesson / EPA

A chanceler alemã, Angela Merkel, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, no Dia da Bastilha

As cerimónias de celebração do Dia da Bastilha, feriado nacional em França, ficaram marcadas por desacatos e violência nas ruas de Paris.

Segundo as autoridades francesas, a maioria dos 175 detidos foi presa por participar numa manifestação não autorizada, mas também houve detenções por atos violentos contra as autoridades, destruição de bens públicos e posse de armas.

Segundo a televisão CNews, dois dos detidos são o lusodescendente Jérôme Rodrigues, Éric Drouet e Maxime Nicole, destacadas figuras do movimento “coletes amarelos”, que há meses contestam nas ruas as políticas de Emmanuel Macron.

A situação foi especialmente tensa no início da parada militar, na avenida dos Campos Elísios, quando os manifestantes apuparam o Presidente francês e, no final, entoaram cânticos contra o capitalismo e contra o lançamento de gás lacrimogéneo.

“Quem tentou impedir o desfile devia ter vergonha. Hoje é um dia em que a nação se une e julgo que o país deve ser respeitado”, afirmou o ministro do interior francês, Christophe Castaner, aos jornalistas.

Segundo o correspondente do Expresso em Paris, a violência regressou à famosa avenida parisiense, onde foram erigidas barricadas e incêndios, lançadas pedras e gás lacrimogéneo e destruídas algumas montras de lojas de luxo.

Depois de passar as tropas em revista na célebre avenida parisiense, acompanhado pelo Chefe do Estado Maior, Macron dirigiu-se à tribuna presidencial na praça da Concórdia, onde o esperavam muitos dirigentes europeus, entre os quais a chanceler alemã, Ângela Merkel, e o Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa.

Cooperação militar europeia

A celebração realizou-se este ano sob o signo da cooperação militar europeia. O desfile contou com 67 aviões da Força Aérea francesa, 4.300 tropas a pé, 196 veículos militares, 237 tropas a cavalo e 40 helicópteros. Tal como todos os anos, desde 1980, o desfile começou no Arco do Triunfo e terminou na Praça da Concórdia.

As Forças Armadas portuguesas participaram no desfile com 15 fuzileiros da Marinha, sete paraquedistas do Exército e uma aeronave C-295 da Força Aérea.

Bandeiras dos dez países da Iniciativa Europeia de Intervenção, um pacto militar conjunto criado no ano passado que conta com França, Portugal, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Estónia, Finlândia, Holanda e Reino Unido, foram colocadas na parada militar deste domingo.

“Nunca desde o final da II Guerra Mundial a Europa foi tão necessária. A construção de uma Europa de defesa, em ligação com a Aliança Atlântica, que celebra 70 anos, é uma prioridade para a França”, disse o Presidente Macron, citado pelo Público.

“Um dos desafios que a Iniciativa Europeia de Intervenção quer enfrentar, bem como outros projetos europeus, é o fortalecimento da nossa capacidade de agir coletivamente”, disse ainda o chefe de Estado francês.

Porém, segundo o jornal, houve uma ausência notada. A primeira-ministra britânica, Theresa May, que deixa o cargo no próximo dia 23, não esteve presente na cerimónia e foi representada pelo vice-primeiro-ministro, David Lidington.

Cerimónias tiveram “homem voador” e robôs

Robôs, um “homem voador”, um exoesqueleto e uma demonstração futurista de uma plataforma voadora foram algumas das inovações exibidas nas ruas de Paris.

O campeão mundial de jet ski francês, Franky Zapata, voou com uma espingarda na mão várias dezenas de metros acima dos Campos Elíseos no “Flyboard Air”, uma máquina de sua invenção.

Esta plataforma voadora, impulsionada por cinco motores a jato, tem interesse para as forças especiais francesas, que a consideram ter “potencial para ser utilizada em operações especiais em áreas urbanas”.

Durante uma demonstração das forças especiais, em 2018, o “Flyboard Air” foi usado como uma plataforma para um francoatirador posicionado em apoio a grupos de comando para o assalto de barcos no Sena.

De acordo com o Diário de Notícias, também marcaram presença nestas cerimónias um robô multitarefas Stamina, que funciona sem recorrer ao sistema GPS, o robô Colossus usado pelos bombeiros no incêndio de Notre-Dame ou o minidrone Black Hornet, dotado de uma câmara de alta resolução.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma nova denúncia contra Harvey Weinstein

O produtor de cinema Harvey Weinstein, que enfrenta dois processos por agressão sexual em Nova Iorque, terá uma nova audiência na próxima segunda-feira para ser informado de uma nova denúncia apresentada, informou na quinta-feira o …

Venezuela. Maduro ordena construção de novo satélite de telecomunicações

Nicolás Maduro anunciou que a Venezuela vai ter um novo satélite de telecomunicações, que vão ser feitos investimentos para ativar as redes 4G e 5G nas operadoras estatais e para levar fibra ótica aos venezuelanos. "Ordeno …

Departamento de Justiça dos EUA enviou email com link para site supremacista e antissemita

Uma divisão do Departamento de Justiça norte-americano enviou um email para juízes de imigração com um link para um blogue supremacista branco, repleto de referências antissemitas. A mensagem, enviada pelo gabinete executivo de avaliação de imigração …

Indonésia tenta parar violência na Papua com envio de tropas e corte da Internet

O corte do acesso à Internet na Papua e territórios adjacentes e o envio de pouco mais de um milhar de efetivos do exército são a resposta do Governo indonésio à onda de distúrbios que …

Itália tem até terça-feira para formar novo Governo

O Presidente de Itália disse esta quinta-feira, após consultas com os partidos, que há uma maioria parlamentar disposta a formar um novo Governo, pelo que vai permitir estas negociações e convocará novamente os partidos na …

Câmara de Cascais paga multa de 200 mil euros por construção ilegal na praia

A Câmara Municipal de Cascais foi condenada a pagar 200 mil euros pela construção ilegal de um acesso em betão à praia do Abano. A construção que data a 17 de junho de 2009 foi conduzida …

Ocean Viking vai desembarcar em Malta. Reservas de mantimentos estão a chegar ao fim

As reservas de mantimentos para os 356 ocupantes do navio Ocean Viking só são suficientes para quatro dias, alertou esta sexta-feira a organização Médicos Sem Fronteiras frisando que o navio está há 19 dias no …

"Não se cumpre a lei". Veterinários acusam autoridades de não recolherem animais abandonados

O bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Jorge Cid, acusou ontem as autoridades de não estarem a cumprir a lei que obriga a recolher os animais abandonados. Em setembro de 2018, passou a ser aplicada no …

"A Leonor é transexual. Ela existe. É a minha filha." Pais ao lado do Governo e contra a direita

A polémica em torno da Lei de Identidade de Género continua, com as críticas da Direita e com uma petição contra a legislação que já vai em mais de 27 mil assinaturas. Associações de pais …

Médicos de fertilidade usaram o seu próprio esperma em centenas de pacientes

Uma longa reportagem do The New York Times dá conta de vários casos de mulheres que recorreram a médicos especialistas em fertilidade à procura de esperma anónimo e acabaram por receber o esperma do próprio …