Desvendado o mistério da estranha criatura que o Harvey lançou a uma praia do Texas

Depois da passagem do furacão Harvey nos Estados Unidos, uma misteriosa criatura, de dentes afiados e sem olhos, apareceu numa praia do Texas. Felizmente, especialistas já desvendaram o mistério.

O animal sem olhos e com dentes afiados foi encontrado por Preeti Desai, que trabalha para uma sociedade de conservação de pássaros, numa praia do Texas, nos EUA. A americana fotografou a estranha criatura e pediu ajuda no Twitter para tentar identificá-la.

À BBC, Desai diz que encontrou o corpo do animal enquanto averiguava os danos provocados pelo furacão Harvey. “Foi completamente inesperado, não é algo que normalmente se encontre numa praia”, disse. “A minha primeira reação foi apenas curiosidade, queria saber o que era”.

Desai explica que publicou as fotografias no Twitter porque muitos cientistas usam esta rede social. “Sigo muitos especialistas e investigadores. Há uma comunidade enorme de pessoas que nos é muito útil, especialmente quando é preciso encontrar respostas e identificar animais e plantas”, conta.

https://twitter.com/preetalina/status/905578912348024834

Foi então que um amigo a colocou em contacto com o biólogo e especialista em enguias Kenneth Tighe, que acredita que se trate de uma enguia do tipo Aplatophis chauliodus, da família Ophichthidae, que pertence à ordem dos anguilliformes (enguias e moreias).

Os Aplatophis chauliodus, que também já foram vistos na costa do nordeste brasileiro, vivem geralmente na costa atlântica do sul dos EUA, Caraíbas e no norte da América do Sul, a uma profundidade de 30 a 90 metros. Passam a maior parte do tempo escondidos em buracos no fundo do mar.

Porém, Tighe não tem 100% certeza e diz que também pode ser um exemplar de outras duas espécies de enguia que também são comuns na costa do Texas e que têm dentes grandes parecidos com presas.

https://twitter.com/preetalina/status/908012921887887360

O furacão Harvey, que provocou ventos fortes e cheias neste estado norte-americano, pode explicar porque é que o animal apareceu nesta praia.

Por isso, Desai voltou ao Twitter para tranquilizar os seus seguidores. “Malta, esta coisa afinal não é assustadora, nem colossal e não é um monstro. É apenas uma criatura marinha que estava a tentar viver a sua vida”.

 

A norte-americana afirma que deixou o animal na praia, tal como o encontrou, para deixar a “natureza seguir o seu caminho”.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Novas demissões na Agência de Informações Financeiras do Vaticano

Um membro da entidade de regulação financeira do Estado do Vaticano, Marc Odendall, demitiu-se na sequência de buscas realizadas pela polícia e que originaram na suspensão do organismo do sistema de comunicações global. Marc Odendall, banqueiro …

Governo e Liga de clubes discutem redução do IVA para espetáculos desportivos

Secretário de Estado do Desporto afirma querer ouvir as reivindicações do organismo, mas sem se comprometer. O secretário de Estado da Juventude e do Desporto anunciou ontem que vai reunir-se com representantes da Liga Portuguesa de …

Tufão obriga a retirada de cerca de cinco mil pessoas do norte das Filipinas

Cerca de cinco mil pessoas foram retiradas do norte das Filipinas devido à aproximação do tufão Kalamaegi, que deverá tocar terra na província de Cagayan nas próximas horas, disseram esta terça-feira as autoridades locais. "Estamos preparados …

Acabaram-se as trotinetas no Algarve. Duraram 10 meses

A vereadora considera, no entanto, que a experiência foi “positiva”, já que permitiu recolher dados de mobilidade, nomeadamente, da utilização destas soluções em pequenos trajetos, ao mesmo tempo que colocou a questão na agenda pública. Sophie …

EasyJet diz que será a primeira a alcançar a neutralidade carbónica na aviação

A companhia aérea britânica easyJet afirmou esta terça-feira que será a primeira no mundo a alcançar a neutralidade carbónica através das compensações. Num comunicado publicado no seu site oficial, a companhia low cost anuncia ainda um …

Número de pré-avisos de greve até outubro é o mais alto dos últimos quatro anos

O número de pré-avisos de greve até outubro foi o mais alto dos últimos quatro anos, totalizando 781, segundo dados da Direção Geral do Emprego e das Relações do Trabalho (DGERT). Entre janeiro e outubro deste …

Na Índia, já há "bares de oxigénio" para quem quiser respirar ar puro

A Índia é um dos países mais contaminado do mundo. Desde o final de outubro, a poluição alcançou um nível crítico devido à queimada de restolhos nos campos. Agora, há uma solução arrojada para que os …

Depois do Papão Harrison, o novo exame foi "duro" (e muitos jovens médicos já pensam em emigrar)

Foram quatro horas de exame, com 150 perguntas, na temida Prova Nacional de Acesso para a Formação Especializada em Medicina e muitos dos jovens médicos não conseguiram concluí-la. Os que temem não conseguir aceder à …

Situação trágica. "Veneza está a desaparecer"

A situação em Veneza é trágica, com 85% da cidade italiana inundada depois das piores cheias dos últimos anos. Mas estas inundações são apenas um alerta para o que pode vir a seguir, já que …

Documentos internos do governo chinês revelam plano "sem piedade" contra muçulmanos

O jornal norte-americano New York Times recebeu 403 páginas de documentos internos do governo chinês relacionados com a limpeza étnica na província de Xinjiang. Nesta província, foram criados mais de 500 campos de concentração onde uigures, …