Desflorestação na Amazónia caiu 82% em dez anos

Este foi um dos dados obtidos pelo Projeto de Monitorização do Desmatamento na Amazónia Legal (Prodes), numa pesquisa feita pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.

De acordo com o estudo, de 2004 a 2014, a taxa anual de desflorestação da Amazónia, que abrange os estados do Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, caiu de 27.772 km² para 5.012 km².

O levantamento foi feito com base em mais de 200 imagens de satélite e mostrou ainda que, de agosto de 2013 a julho de 2014, houve uma queda de 15% na desflorestação da região em relação ao período anterior, o que equivale a 5.891 km². Este é o segundo menor índice da série histórica iniciada em 1988.

De acordo com a Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, os resultados devem-se às políticas públicas de combate à desflorestação que têm sido desenvolvidas pelo governo e a expectativa é a de continuar esta redução, aumentando a parceria com os estados.

“Tem sido feito um esforço muito grande no combate à ilegalidade, assim como um esforço de grandes políticas públicas de regularização e destinação de terras”.

“Há também o esforço da regularização dos assentamentos rurais e acho que existe também uma maior consciencialização. Agora temos de evoluir para que os estados estejam envolvidos”, afirmou a ministra, citada pela Sputnik.

O Ministro da Ciência e Tecnologia, Aldo Rebelo, está satisfeito com os números e diz que estes dados só mostram o êxito da política ambiental que está a ser aplicada no Brasil.

Relembra ainda a conversa que teve, durante uma visita ao Museu Espacial da Rússia, com um astronauta sobre o que ele via do espaço.

“Como é que vê a Rússia? Ele disse que tem uma área muito grande e escura que é desabitada. Como é que você vê a Europa? Ele disse que com muitos pontos de luz que correspondem ao grande número de cidades. E como você vê os Estados Unidos? Ele disse que com muitas linhas de luz, que correspondem ao grande número de rodovias. E como você vê o Brasil? Ele disse: com muita mata e muito rio. É o que nós vemos lá do espaço na região da Amazónia”.

Segundo Aldo Rebelo, o estado do Amazonas, com 1,6 milhão m², tem um território 3 vezes maior do que, por exemplo, a França, e ainda possui entre 98% e 99% de vegetação nativa, o que reflete o quanto foi preservado.

“Toda a área ocupada da Amazónia para agricultura, pecuária, cidades, infraestrutura, estradas, hidroelétricas, varia entre 1% e 2 % do total da área do estado do Amazonas. Então, de facto, é ainda, uma área de grande preservação”.

De acordo com o Prodes, os estados que mais reduziram as taxas de desflorestação na Amazónia foram o Maranhão (36%), Tocantins (32%) e Rondônia (27%).

Por outro lado, foram verificados aumentos no Acre (40%), no Amapá (35%) e em Roraima (29%).

ZAP / Sputnik

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Presidenciais. Grandes vencedores e (poucos) derrotados

Num ato eleitoral marcado pela pandemia de covid-19, que chegou a trazer incerteza aos prognósticos precoces que há meses se alinhavavam, Marcelo Rebelo de Sousa, reeleito à primeira volta, é o grande vencedor da noite. …

A inclinação de Saturno é provocada pelas suas luas (e vai aumentar)

Uma equipa de cientistas concluiu que a influência dos satélites de Saturno pode explicar a inclinação do eixo de rotação do planeta. Dois cientistas do CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique) e da Universidade Sorbonne, …

Marcelo. O que os portugueses querem (e o que não querem)

Num discurso de vitória após as eleições presidenciais deste domingo, Marcelo Rebelo de Sousa assumiu uma postura de estado e começou por recordar as vítimas da pandemia de Covid-19 no seu pior dia de sempre …

Entre o "contributo singular" de João Ferreira e a "onda liberal" de Mayan, Marisa Matias assume derrota

Marisa Matias foi uma das grandes derrotadas da noite de eleições presidenciais, ficando-se pelo quinto lugar, atrás de João Ferreira, o candidato do PCP. Já Tiago Mayan Gonçalves ficou no sexto lugar, à frente de …

Ana Gomes aponta o dedo a Costa e à esquerda e diz que travou Ventura sozinha

Ana Gomes considera que a sua candidatura conseguiu travar "a progressão da extrema direita" quando os partidos de esquerda se preocuparam apenas com as suas "agendas políticas". No rescaldo da reeleição de Marcelo Rebelo de …

De diferentes cidades, mas com o mesmo nome. Quatro estranhos chamados Paul O'Sullivan formaram uma banda

A banda Paul O'Sullivan apresenta Paul O'Sullivan no baixo, guitarra, bateria e voz. Porém, não é uma banda de um homem só. Cada membro é um músico diferente com o mesmo nome: Paul O'Sullivan. "Uma noite, …

Ventura celebrou "noite histórica", demitiu-se do Chega e avisou o PSD

André Ventura começou por assinalar a "noite histórica" face aos resultados que obteve nas eleições presidenciais 2021. Mas como ficou em 3º lugar, atrás de Ana Gomes, anunciou a demissão do Chega. "Fiquei aquém dos 15% …

Região italiana da Lombardia esteve confinada durante uma semana por engano

A Lombardia, coração económico do norte de Itália, foi confinada e classificada como zona vermelha por engano durante uma semana, devido a estatísticas erradas sobre covid-19, e só ontem um decreto governamental retificou a situação. Devido …

Rio destaca "esmagamento da esquerda" e pede a Marcelo para ser "um bocadinho mais exigente"

"A marca mais forte" destas eleições presidenciais é "a derrota do PS". A análise é de Rui Rio, presidente do PSD, que fala do "esmagamento da esquerda" e da "vitória do candidato do centro", apelando …

Há uma nova explicação para o facto de bebés amamentados terem sistemas imunitários mais saudáveis

Um novo estudo realizado por investigadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, descobriu que o leite materno promove o crescimento de importantes células imunitárias que ajudam a controlar eventuais inflamações. De acordo com o site …