O “deserto” mais remoto do mundo está no oceano

O corpo de água mais remoto do mundo, localizado na metade sul do oceano Pacífico, é considerado pelos cientistas como um deserto, uma vez que abriga a menor e menos variedade fauna marinha de todo o planeta.

Agora, segundo escrevem o Science Alert e o Science Daily, os cientistas acabam de descobrir o quão “morto” está este “deserto” e quem são os seus poucos habitantes.

Em causa está uma área em torno do chamado pólo oceânico de inacessibilidade – também conhecido como ponto Nemo que corresponde ao ponto mais distante de qualquer costa. Este ponto é também precisamente o centro do chamado giro do Pacífico Sul, uma corrente circular que abrange 10% da superfície oceânica total do planeta.

A zona, que “mora” entre o Chile e a Nova Zelândia, foi explorada por cientistas do Instituto Max Planck, na Alemanha, durante seis semanas. Durante este período de tempo, a equipa viajou cerca de 7.000 quilómetros e recolheu amostras de água a profundidades compreendidas entre os 20 e os 5.000 metros. Posteriormente, estas amostras foram analisadas a bordo de um navio a fim de encontrar material orgânico.

“Para a nossa surpresa, encontramos cerca de um terço de células a menos nas águas superficiais do Pacífico Sul, em comparação com os giros oceânicos do [oceano] Atlântico”, disse Bernhard Fuchs, cientista que fez parte da expedição, citado em comunicado.

“Foi, provavelmente, o menor número de células já medido em águas superficiais do oceano”, acrescentou o especialista. A equipa concluiu que as regiões árticas alojam mais formas de vida do que este “deserto” localizado no Pacífico.

Quanto aos habitantes destas água, os cientistas apontaram que se tratam apenas de microrganismos especialmente adaptados para sobreviver num ambiente onde escasseiam nutrientes da costa e onde existem elevados níveis de radiação ultravioleta.

Ainda de acordo com a investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica especializada Environmental Microbiology, outra das descobertas surpreendentes foi um número inesperado de micróbios conhecidos como AEGEAN-169 na superfície do oceano. Nas palavras dos cientistas, estes organismos são especialmente resistentes, sendo, até então, encontrados apenas em águas profundas.

Tal como explicou Greta Reintjes, outra cientista que participou na expedição, este “interessante potencial adaptação” indica que a distribuição de microrganismos difere significativamente em diferentes profundidades nestas águas.

Os especialista frisaram por fim que os resultados poderiam lançar luz sobre como seria a vida noutros planetas com habitats extremos como este, que, para além de ter as águas mais claras de todos os oceanos, é também um famoso cemitério de naves espaciais.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Esse local é apontado por Nassim Harameim como o correspondente a grande tempestade de Júpiter. Essa localização não é aleatória e tampouco fruto do acaso, ocorre devido a atuação de forças eletromagnética, gravitacional e pelo “spin”.

RESPONDER

Administração da insolvência defende a viabilização da Dielmar

As manifestações de interesse na compra da Dielmar devem ser apresentadas até à próxima segunda-feira. A assembleia de credores está marcada para 6 de Outubro. Segundo revela uma fonte próxima ao Jornal Económico, o administrador da …

FBI emite mandado de detenção a Brian Laundrie, namorado de Gabby Petito

O namorado de Gabby Petito desapareceu três dias depois da jovem também ter sido dada como desaparecida. O jovem de 23 anos está também a ser acusado de fraude bancária. O FBI emitiu esta quarta-feira um …

Cavidade gigante no espaço lança nova luz sobre a formação estelar

Astrónomos que analisaram mapas 3D das formas e tamanhos de nuvens moleculares próximas descobriram uma cavidade gigantesca no espaço. O vazio em forma de esfera, descrito na revista The Astrophysical Journal Letters, abrange cerca de 150 …

Professor que fazia vídeos obscenos foi suspenso

O Ministério da Educação suspendeu o professor de Economia e Direito da Escola Secundária Eça de Queirós, na Póvoa de Varzim, que terá um canal de YouTube com vídeos obscenos. O docente da Secundária Eça de …

Bolsonaro quis apostar caixa de uísque com Boris Johnson por “anticorpos”

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, revelou na quinta-feira que tentou "apostar uma caixa de uísque" com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, alegando ter mais anticorpos para a covid-19 do que o britânico. A sugestão …

Sondagens, sondagens, sondagens. O que esperar da noite eleitoral

Para além do poder local, muito está em jogo nas próximas eleições autárquicas, com algumas direções nacionais a fazerem depender o seu futuro do resultado alcançado no domingo. Enquanto as urnas não abrem, uma ronda …

Vulcão, La Palma

Vulcão nas Canárias com períodos mais explosivos já devastou 240 hectares

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha de La Palma (Canárias) mantém-se ativo, apresentando períodos mais explosivos e tendo já devastado cerca de 240 hectares de terrenos num perímetro de cerca de 16 quilómetros. Dados também fornecidos …

IVAucher só poderá ser utilizado em 1% dos restaurantes e hotéis

A apenas uma semana do início da segunda fase do IVAucher, só 1.500 empresas de restauração, alojamento e cultura, de um total de 118 mil, estão inscritas no programa. Até ao fim de agosto, os consumidores …

"Ganhámos com a covid-19". Depois do "ridículo", Secretário de Estado explica-se

O Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, entrou na campanha eleitoral pelos piores motivos. Tudo porque disse que "ganhámos com a covid". Uma frase que já veio explicar depois de ter sido arrasado, …

Fora dos planos de Jesus, Gabriel pode estar de saída para o Qatar

O Al-Gharafa quer Gabriel por empréstimo com duração de uma temporada. O negócio está perto de se concretizar e envolve uma opção de compra de 6 milhões de euros. O Benfica continua à procura de solução …