Desenhos com tinta invisível escondidos em pinturas de Basquiat

(dr) Longevity Art Preservation

Um detalhe de Untitled (1981), de Jean-Michel Basquiat, visto sob luz normal (à esquerda) e sob luz ultravioleta (à direita), onde aparece uma seta entre as letras “E” e “P.”

Uma conservadora de arte de Nova Iorque descobriu que o pintor norte-americano Jean-Michel Basquiat utilizou tinta invisível, somente detetada com luz ultravioleta, para esconder desenhos de flechas numa das suas obras.

Segundo informou o Artnet News, no início deste mês, a descoberta decorreu quando Emily Macdonald-Korth foi solicitada por um cliente, em dezembro de 2018, para confirmar se uma das obras de Basquiat tinha sido realmente feita em 1981.

Pensando que se dirigia para um trabalho forense de rotina, a conservadora de arte tinha planeado realizar análises aos pigmentos e aos elementos da pintura, tirar fotografias técnicas e observar a imagem com luzes ultravioletas e infravermelhas.

Segundo o artigo, os desenhos foram detetados quando Emily Macdonald-Korth desligou as luzes do teto e recorreu à lanterna de mão com luz ultravioleta, utilizada, normalmente, para identificar vernizes ou outros sinais que indiquem se uma pintura sofreu reparos ou alterações.

“Começo a olhar para a pintura e vejo flechas”, disse a conservadora à Artnet News, que acendeu novamente as luzes do teto para ter certeza de que os desenhos eram reais. Quando o fez, as flechas desapareceram. Tornando a desligá-las, voltaram a aparecer.

De acordo com Emily Macdonald-Korth, tratam-se de duas flechas desenhadas com o que parece ser um lápis de luz negra, virtualmente idênticas a outras flechas visíveis na tela com barras de óleo vermelhas e pretas.

“Nunca vi nada assim”, afirmou, acrescentando que Basquiat criou “uma parte totalmente secreta” na pintura em questão.

Embora não seja conhecido por incluir imagens específicas com tinta ultravioleta no seu trabalho, esta não é a primeira vez que Basquiat usou esse tipo de material. Em 2012, o Sotheby’s London descobriu que a pintura Orange Sports Figure, de 1982 (criada meses depois da que Macdonald-Korth analisou), continha uma assinatura do nome do artista no canto inferior direito, feita com recurso a tinta invisível.

A Artnet News afirma que não está claro se Basquiat pretendia que os desenhos invisíveis servissem como um guia subjacente para a pintura ou se os considerava um elemento do próprio trabalho.

Para Emily Macdonald-Korth, essas escolhas do pintor encaixam no seu “processo maior de pintura” sobre uma imagem, que pretendia ser parcialmente visível, de forma a criar uma história, com uma parte secreta.

A conservadora de arte suspeita que aparecerão outras telas de Basquiat com desenhos do género, caso os proprietários os procurem.

Outra das suas obras mais famosas, Poison Oasis, de 1981, também contém flechas na sua composição. “A localização de uma das flechas [com tinta invisível] que encontrei está quase no mesmo lugar que na pintura Poison Oasis, mas apontando para baixo e não para cima. Aposto que as encontraríamos [as mesmas fechas com tinta invisível] no Poison Oasis“, disse a conservadora de arte.

“Qualquer um que possua um Basquiat devia ter uma lanterna ultravioleta. É tão emocionante ver algo literalmente invisível que o artista colocou de propósito, de forma completamente intencional”, concluiu.

Taísa Pagno, ZAP // Artnet News

PARTILHAR

RESPONDER

Encontrada vida nas profundezas do manto de gelo da Antártida

As águas escuras de um lago nas profundezas do manto de gelo da Antártida e a algumas centenas de quilómetros do Polo Sul estão cheias de vida bacteriana. A descoberta tem implicações para a busca de …

A primeira exolua alguma vez descoberta vai ficar escondida durante a próxima década

Uma boa exolua é difícil de encontrar e provar que a primeira lua em torno de um exoplaneta realmente existe pode levar até uma década. "Estamos a enfrentar alguns problemas difíceis em termos da confirmação da …

Por um euro, é possível comprar casa na cidade italiana do "Esplendor"

O município italiano de Sambuca, localizado na região italiana da Sicília, está a vender casas por um euro (1,14 dólares), visando travar o declínio populacional que a zona tem sofrido nos últimos anos.  A pequena cidade, cheia …

Pela felicidade dos professores, escola chinesa cria “licença do amor”

A escola secundária de Dinglan, localizada na cidade chinesa de Hangzhou, apresentou esta terça-feira a "licença do amor", que visa melhorar o humor dos seus professores e, consequentemente, o trabalho que fazem com os alunos. …

60% das espécies de café estão em risco de extinção

Pela primeira vez, o café integra a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza como espécie em vias de extinção. De acordo com um estudo publicado esta quarta-feira nas revistas ScienceAdvances e Global …

Norte-americanos morrem mais por overdose do que por acidente de carro

Pela primeira vez na História, os norte-americanos estão mais propensos a morrer por 'overdose' de opióides do que por acidente de carro, sendo a morte devido ao consumo excessivo destas substâncias considerada uma epidemia que …

Choques elétricos e chicotadas: relatório denuncia tortura de mulheres sauditas

Um relatório da Human Rights Watch ​​​​​denuncia que a Arábia Saudita prendeu e torturou ativistas e dissidentes, nomeadamente mulheres que lutam pelos seus direitos. Segundo o "Relatório Mundial 2019" da organização não governamental Human Rights Watch …

"Robôs" podem eliminar um milhão de empregos (e criar outros tantos) até 2030

A adoção da automação em Portugal pode levar à perda de 1,1 milhões de empregos na indústria e comércio até 2030, mas criar outros tantos na saúde, assistência social, ciência, profissões técnicas e construção. Segundo um …

Hacker Rui Pinto admite ser denunciante no Football Leaks

Os advogados de Rui Pinto, o alegado 'hacker' que terá acedido ilegalmente a e-mails do Benfica, defenderam esta quinta-feira a sua conduta, por denunciar "práticas criminosas", e vão opor-se à sua extradição da Hungria, onde …

Duarte Lima recorre para plenário do Constitucional e suspende ida para a prisão

Duarte Lima recorreu esta quinta-feira para o plenário do Tribunal Constitucional (TC) evitando que comece a cumprir a pena de seis anos de prisão a que foi condenado no caso BPN/Homeland, disse à agência Lusa …