Desenhos misteriosos descobertos em cavernas numa ilha deserta das Caraíbas

Alice V.M. Samsona et all

Desenhos em cavernas da civilização Taino, Porto Rico.

Arqueólogos britânicos descobriram um conjunto de figuras misteriosas desenhadas em cavernas de uma ilha desabitada de Porto Rico. As imagens reportarão ao período da civilização Taino que foi dizimada pelos conquistadores europeus.

Esta equipa de arqueologia, constituída por elementos de diversas entidades britânicas, investigou cerca de 70 cavernas na Ilha de Mona que pertence ao arquipélago de Porto Rico, situando-se entre este território e a Ilha de São Domingos, no mar das Caraíbas.

Foi, assim, que se depararam com milhares de desenhos nas paredes das cavernas. Os investigadores notam que se trata da “maior concentração de arte pré-colombiana indígena das Caraíbas, conforme se refere no artigo científico publicado no Journal of Archaeological Science.

As imagens incluem figuras humanas, de animais e da natureza, algumas pintadas e outras desenhadas com carvão ou riscadas nas paredes, usando os dedos ou ferramentas semelhantes a dedos.

“A maior parte do trabalho que identificamos, neste estudo científico, foi feito durante um intenso período de actividade indígena nas cavernas, entre 1200 d.C. e a chegada europeia, depois de 1492 d.C.“, explica um dos autores da pesquisa, o curador da secção dedicada às Américas do Museu Britânico, Jago Cooper, em declarações à Fox News.

A análise permitiu concluir que “as imagens são pré-colombianas, feitas por artistas que exploravam e experimentavam nos subterrâneos profundos”, destaca, também na Fox News, a investigadora Alice Samson, professora de Arqueologia na Universidade de Leicester, no Reino Unido.

Estes desenhos podem, assim, ser um testemunho relevante sobre a civilização Taino que terá habitado em Mona, até ao fim do Século XVI. Aquando da chegada dos invasores europeus, a população das Caraíbas seria muito superior em milhões, mas acabou dizimada pelos colonos.

“Para as milhares de pessoas indígenas que viviam nas Caraíbas antes da chegada dos europeus, as cavernas representavam portais para o reino espiritual e, por isso, estas novas descobertas dos artistas e das suas obras capturam a essência do seu sistema de crenças e dos blocos construtores da sua identidade cultural”, afiança Jaco Cooper em declarações divulgadas pela revista Newsweek.

Na pesquisa, os investigadores sustentam que os povos indígenas iam para as cavernas especificamente para elaborarem estes desenhos. Como prova disso indicam que encontraram uma espécie de “kit de arte pré-preparado”, com tintas complexas feitas a partir de gomas de plantas.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Pandemia fez com que quase metade dos portugueses poupe menos

Quase metade dos portugueses (48%) afirma poupar menos devido ao impacto da pandemia, embora mais de um terço assuma que a crise sanitária está a ter um efeito positivo nos seus gastos, segundo um estudo …

"Ministra da Insensibilidade Social". CDS pede a demissão de Ana Mendes Godinho

O CDS criticou este sábado a reação da ministra a Solidariedade Social à morte de 18 idosos num lar em Reguengos de Monsaraz e considerou que Ana Mendes Godinho desvaloriza o impacto da pandemia nos …

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …

Novo lay-off conta apenas com 1% das adesões do simplificado

O sucedâneo do lay-off simplificado conta apenas com 1.268 adesões nas primeiras duas semanas. Este valor é apenas 1% do número de empresas que acederam ao primeiro apoio. Nas primeiras duas semanas desde a sua implementação, …