Descobertos túmulos de “gigantes” com cinco mil anos na China

Uma equipa de arqueólogos fez uma descoberta surpreendente na China: túmulos com os restos do que seriam pessoas “gigantes” para a época, enterradas há aproximadamente 5000 anos.

Os ossos, encontrados na província de Shandong, no sudeste da China, revelaram um indivíduo masculino que teria atingido pelo menos 1,90 metros de altura, juntamente com outros que mediam pelo menos 1,80 metros.

Hoje em dia, isso configuraria uma pessoa alta, mas não gigante. Naquela época, no entanto, tais indivíduos certamente se elevariam sobre os seus contemporâneos neolíticos.

Gigantes, sim!

Para contextualizar, em 2015, a altura média dos homens de 18 anos, nessa região chinesa, foi de 1,75 metros. A média nacional foi de 1,72 metros.

Logo, os homens modernos da mesma região são significativamente mais baixos do que aqueles ancestrais antigos, embora hoje desfrutem de um acesso muito melhor a uma variedade de alimentos saudáveis e vivam numa época em que sabemos muito mais sobre nutrição.

Ainda que não tenhamos certeza de qual seria a altura média em Shandong, há 5000 anos, os investigadores acreditam que os homens europeus daquele período tinham cerca de 1,65 metros.

A conclusão é que aqueles “gigantes” eram definitivamente, invulgarmente altos para o seu tempo. E “isso é apenas com base na estrutura óssea”, porque “se fosse uma pessoa viva, a sua altura excederia certamente 1,90 metros”, refere o investigador Fang Hui, da Universidade de Shandong, à agência de notícias estatal chinesa Xinhua.

"Gigantes" com 5 mil anos descobertos na China

Ricos e importantes

A equipa de Fang Hui vem conduzindo a escavação desde o ano passado. Até agora, foram estudadas as ruínas de 205 túmulos, 20 poços de sacrifício e 104 casas.

Quanto ao que deu a esses indivíduos antigos uma estatura tão impressionante, os investigadores sugerem que o povo da cultura Longshan – nomeada pelo Monte Longshan, em Zhangqiu – tinha acesso a boa comida.

“Já agrícolas, naquela época, as pessoas tinham recursos alimentares diversos e ricos e, assim, o seu físico mudou”, refere Fang Hui à Xinhua.

Outra pista para as proporções dos “gigantes” reside no seu ambiente antigo. Os mais altos dos homens foram encontrados em túmulos maiores, sugerindo que podem ter sido indivíduos importantes de alto estatuto, o que lhes dava uma existência confortável.

A disposição das casas escavadas também aponta para quartos e cozinhas separados – conveniências decididamente privilegiadas para uma aldeia que remonta há cerca de cinco milénios.

A história vai aparecendo

Além dos restos humanos e das fundações de construções, os arqueólogos descobriram ossos e dentes de porcos, o que sugere que os aldeões criavam estes animais.

Por fim, os cientistas escavaram ainda uma variedade de objectos coloridos de cerâmica e jade.

Alguns dos esqueletos e artefactos culturais têm marcas de danos físicos que podem ter sido intencionalmente infligidos após os enterros, no que deve ter sido uma atitude politicamente motivada, durante algum tipo de luta pelo poder local.

Um livro que começou apenas a ser escrito

Vale a pena lembrar que estas descobertas iniciais ainda não foram revistas por outros cientistas, mas o que é mais interessante é que ainda temos muito a descobrir sobre estes povos antigos e os seus modos de vida.

Até agora, apenas 2000 metros quadrados do sítio arqueológico foram escavados, uma fracção mínima da área total destinada a ser investigada.

Ninguém sabe que mistérios continuarão a aparecer, mas há uma boa probabilidade de desvendarmos mais segredos para explicar como é que estes indivíduos ficaram tão “gigantes”.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Quase 40% dos americanos com dificuldades financeiras. Doar sangue é a sua maior receita

A economia dos Estados Unidos (EUA), considerada uma das maiores do mundo, permitiu avanços sociais e tecnológicos inestimáveis. Contudo, atualmente, cerca de 40% dos norte-americanos afirmam ter dificuldade em pagar por comida, por habitação, por …

"Políticos devem ser colocados contra a parede". Greta pede desculpa

A ativista do clima Greta Thunberg pediu desculpa por ter dito que os políticos devem ser colocados “contra a parede”, após diversas pessoas terem considerado que a jovem estava a defender a violência. A sueca de …

Carnaval belga retirado da lista de Património Imaterial da UNESCO após queixas de antissemitismo

As festas da cidade de Aalst, na Bélgica, foram retirada da lista do Património Imaterial da Humanidade, depois de a UNESCO ter sancionado a presença de carros carnavalescos contendo imagens antissemitas. O presidente da Câmara …

Conselho de Ministros aprova proposta de OE2020 (e foram quase 10 horas de reunião)

O Conselho de Ministros aprovou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2020, dez horas depois de a reunião extraordinária ter começado, anunciou hoje o primeiro-ministro na sua página na rede social Twitter. "O Conselho …

Nova espécie de baleia mostra como este animal evoluiu para conseguir nadar

Cientistas descobriram uma nova espécie de baleia, que existiu há 35 milhões de anos, que pode dar novas pistas sobre como as baleias evoluíram para conseguir nadar. De acordo com a revista Newsweek, os investigadores analisaram …

Casal separado após sobreviver a Auschwitz reencontra-se 72 anos depois em Nova Iorque

Em 1944, David Wisnia e Helen "Zippi" Spitzer eram dois prisioneiros judeus e secretamente namorados que, miraculosamente, conseguiram sobreviver ao campo de concentração nazi Auschwitz, na Polónia. Porém, no final da guerra, foram separados depois de …

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …

Mundial de Clubes proíbe demonstrações públicas de afeto

Começou na passada quarta-feira, dia 11 de dezembro, em Doha, capital do Catar, o Mundial de Clubes da FIFA, prova onde estão inseridos clubes como Flamengo e Liverpool. E esta até poderia ser mais uma …