Descobertos na Tasmânia exemplares vivos da mais antiga forma de vida da Terra

(dr) Bernadette Proemse

Uma equipa de cientistas encontrou estromatólitos vivos na Tasmânia. Estas estruturas fósseis calcárias, formadas pela atividade microbiana em ambientes aquáticos, têm 3,7 mil milhões de anos.

Uma equipa de cientistas do Departamento de Indústrias Primárias, Parques, Água e Meio Ambiente da Tasmânia (DPIPWE, na sigla em inglês), em parceria com a Universidade da Tasmânia, descobriu estromatólitos vivos na bacia hidrográfica do rio Giblin, na região selvagem da Tasmânia, Património Mundial da UNESCO, na Austrália.

Os estromatólitos, rochas fósseis formadas pela atividade de microrganismos em ambientes aquáticos, são a evidência mais antiga de vida na Terra.

No entanto, exemplos vivos actualmente desta estrutura calcária são raros. Além disso, a análise ao ADN comprovou que os estromatólitos encontrados na Tasmânia são comunidades de microrganismos que diferem de todos os outros estromatólitos conhecidos.

Bernadette Proemse, cientista da Universidade da Tasmânia e autora principal do artigo publicado na Scientific Reports, afirma que “a descoberta é impressionante porque antes dela, os estromatólitos vivos eram completamente desconhecidos na Tasmânia”.

Segundo o Science News, há poucos lugares no mundo onde podem ser encontrados estromatólitos vivos, uma vez que geralmente são encontrados em águas muito salgadas, embora também existam em algumas colónias de água doce.

Por constituírem uma das primeiras prova de origem de vida, a descoberta é extremamente importante. “Estas formas de vida surgiram na Terra pela primeira vez há cerca de 3,7 milhões de anos atrás“, revelou Proemse. Esta descoberta sugere pistas sobre a forma como os estromatólitos prosperaram durante milhões de anos.

Roland Eberhard, responsável da Divisão de Património Natural e Cultural do DPIPWE, disse que “os estromatólitos são raros, porque formas de vida mais avançadas, como caracóis aquáticos, alimentam-se dos microrganismos necessários para os formar.”

A descoberta de estromatólitos vivos na Tasmânia é altamente significativa porque são raros a nível mundial. Além disso, os cientistas acreditam que a água mineralizada é um fator crítico na capacidade dos estromatólitos sobreviverem na região selvagem da Tasmânia, porque cria dificuldades a outras formas de vida.

“Isso é bom para os estromatólitos, porque significa que há muito poucos caracóis vivos para os comer”, explica Proemse.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Novo filme da saga Bond tem Agente 007 feminina

De acordo com jornais ingleses, o filme Bond 25 não terá um novo James Bond, mas sim uma nova Agente 007. No filme, que será uma homenagem ao legado de Roger Moore e de todos …

Manchester United não dá mais do que 33,5 milhões por Bruno Fernandes

O Manchester United só está disposto a pagar 33,5 milhões de euros pelo médio do Sporting Bruno Fernandes, escreve o jornal Mirror esta segunda-feira. De acordo com o diário britânico, a contratação de Harry Maguire …

Caso de ébola detetado em cidade com mais de dois milhões de habitantes

As autoridades de saúde detetaram o primeiro caso de ébola na cidade de Goma, na República Democrática do Congo, onde vivem mais de dois milhões de pessoas, confirmou no domingo o ministro da Saúde congolês. De …

Ordem dos Enfermeiros apresenta queixas contra inspetores da Saúde

A Ordem dos Enfermeiros (OE), liderada por Ana Rita Cavaco, vai apresentar queixas-crime contra a inspetora-geral das Atividades em Saúde e contra os inspetores que participaram na sindicância a esta associação profissional. Em causa está a …

Advogado de Mustafá acusa procuradora Cândida Vilar de terrorismo institucional

O advogado do líder da Juventude Leonina, Filipe Coelho, voltou a apontar baterias a Cândida Vilar, acusando-a de "terrorismo oficial" contra o seu cliente.  De acordo com o Tribuna Expresso, o advogado de Mustafá disse ainda …

Fenprof indignada com palavras cruzadas do Expresso exige pedido de desculpas

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) manifestou-se nesta segunda-feira “indignada” com um tópico nas palavras cruzadas do semanário Expresso, exigindo um pedido de desculpas aos docentes portugueses. Em causa um tópico das palavras cruzadas da …

Apenas 3% das máquinas de venda automática no ensino superior têm fruta

Foram analisadas 135 máquinas em todo o país. Todas tinham doces e apenas uma em cada três disponibilizava opções saudáveis. Deco diz que é preciso mudar disponibilidade alimentar destas máquinas. Apenas 3% das máquinas de venda …

Em 2018, cada português consumiu 3,3 quilos de açúcar em 60 litros de refrigerante

Cada português consumiu, no ano passado, 60 litros de refrigerantes, o que equivale a 3,3 quilogramas de açúcar, um valor menor do que no ano anterior, quando começou a ser aplicado o imposto sobre estas …

Agressões em estação de Sintra. Só havia 4 polícias disponíveis por causa do NOS Alive

Apenas quatro polícias acorreram à estação de comboios de Queluz-Belas, em Sintra, quando ocorreram agressões entre uma centena de pessoas no sábado à noite. A Equipa de Intervenção Rápida da PSP que deveria estar em …

Polícia italiana apreende arsenal de guerra a simpatizantes da extrema-direita

A polícia italiana anunciou esta segunda-feira a apreensão de um verdadeiro arsenal de guerra incluindo um míssil ar-ar e 20 armas sofisticadas, no decurso de uma operação dirigida a simpatizantes de extrema-direita no norte do …